Clone Pediátrico

CARACTERIZAÇÃO COLORIMÉTRICA DAS MADEIRAS DE MUIRAPIRANGA (Brosimum rubescensTaub.) E DE SERINGUEIRA (Hevea brasiliensis, clone Tjir 16 Müll Arg.) VISANDO À UTILIZAÇÃO EM INTERIORES

... MADEIRAS DE MUIRAPIRANGA (Brosimum rubescensTaub.) E DE SERINGUEIRA (Hevea brasiliensis, clone Tjir 16 Müll Arg.) VISANDO À UTILIZAÇÃO EM INTERIORES COLORIMETRY CHARACTERIZATION OF THE WOOD OF MUIRAPIRANGA (Brosimum rubescens Taub.) AND OF RUBBER TREE (Hevea brasiliensis, clone Tjir 16 Müll Arg.) AIMING AT INSIDE USE Cristine da Silva Autran1 Joaquim ... parâmetros colorimétricos L*, a*, b*, C e h*, mostrou-se eficiente para a determinação da cor das madeiras de muirapiranga (Brosimum rubescens) e de seringueira (Hevea brasiliensis, clone Tjir 16). A madeira de muirapiranga é de cor vermelha-amarronzada (L* de 42,39), tendo o pigmento vermelho (a* de 22,02) como determinante, apesar de o pigmento amarelo (b*) ... and h * colorimetric parameters, seemed to be efficient for the determination of the color of the muirapiranga wood (Brosimum rubescens) and of rubbertree (Hevea brasiliensis, clone Tjir 16). The muirapiranga wood is of brownish red color (L * of 42,39), having the red pigment (a * out of 22,02) as determinant, although the yellow pigment (b *) has significant
 0  2  7

Análise descritiva de um programa de assistência ao paciente pediátrico internado no domicílio

... de Mestrado ANÁLISE DESCRITIVA DE UM PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA AO PACIENTE PEDIÁTRICO “INTERNADO” NO DOMICÍLIO Helena Francisca Valadares Maciel Belo Horizonte, março de 2007 Helena Francisca Valadares Maciel ANÁLISE DESCRITIVA DE UM PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA AO PACIENTE PEDIÁTRICO “INTERNADO” NO DOMICÍLIO Dissertação apresentada ao Programa de ... Orientadora: Prof.a Doutora Janete Ricas Belo Horizonte, março de 2007 M152a Maciel, Helena Francisca Valadares. Análise descritiva de um programa de assistência ao paciente pediátrico “internado” no domicílio [manuscrito] / Helena Francisca Valadares Maciel. – 2007. 127 f., enc. : il. color., p & b, grafs., tabs., fots. Orientadora : Profa. Dra. ... Profª Regina Lunardi Rocha Rute Maria Velasquez Santos (Representante Discente) Helena Francisca Valadares Maciel Análise Descritiva de um Programa de Assistência ao Paciente Pediátrico “Internado” no Domicílio Dissertação apresentada ao Programa de Pós Graduação em Ciências da Saúde – Área de Concentração Saúde da Criança e do Adolescente da Faculdade
 0  2  149

O olhar pediátrico no diagnóstico das alterações específicas dodesenvolvimento da linguagem

... Rita de Cássia Duarte Leite O OLHAR PEDIÁTRICO NO DIAGNÓSTICO DAS ALTERAÇÕES ESPECÍFICAS DO DESENVOLVIMENTO DA LINGUAGEM Belo Horizonte 2008 Rita De Cássia Duarte Leite O OLHAR PEDIÁTRICO NO DIAGNÓSTICO DAS ALTERAÇÕES ESPECÍFICAS DO DESENVOLVIMENTO DA LINGUAGEM Dissertação apresentada ... Criança e do Adolescente Orientadora: Profª Drª Regina Lunardi Rocha Co-orientador: Profº Dr Jaime Luiz Zorzi Belo Horizonte 2008 Leite, Rita de Cássia Duarte. D533o O olhar pediátrico no diagnóstico das alterações específicas do desenvolvimento da linguagem [manuscrito]. /Rita de Cássia Duarte Leite. Belo Horizonte: 2008. 99f. Orientadora: Regina
 0  3  94

Estudo comparativo do balanço hídrico em um clone diplóide (IAN-873) e outro poliplóide (IAC-222) de Hevea brasiliensis Muell. Arg.

... o&ah., anãt i&Q. do. \iiLc\ooòt n.at u\a epidérmica e. do lndi.ee de. ef yic-ímci.a kl. dt eca. Pi um modo gcial, Δ Ο t e iat t ado* òugeAm maio A capacidade hXdKica ao clone pot t - pi'dide Ϊ AC- 2 2 2 , cenòcx/nentc do 6 c u maioi Índice de ef iciência hZdKÁca, podzudí h&H ílf t inido como oant ajoòo sobhc o dipíóide ρ οκ òe AQ.-kidhat
 0  4  18

Estilos de manejo familiar: uma possibilidade de avaliação no transplante hepático pediátrico.

... Original Estilos de manejo familiar: uma possibilidade de avaliação no transplante hepático pediátrico Family management styles: A possibility of evaluation in pediatric liver transplant Estilos de manejo familiar: Una posibilidad de evaluación en el transplante hepático pediátrico Ana Márcia Chiaradia Mendes-Castillo1, Regina Szylit Bousso2, Maiara Rodrigues ... ajustada, família em adaptação, família lutando, família em conflito e família em espera. Conclusão: O modelo mostrou-se útil na avaliação de famílias no contexto do transplante pediátrico e seu uso é encorajado neste e em outros cenários de doença crônica. Descritores: Família; Transplante; Enfermagem pediátrica ABSTRACT Objective: To identify the styles ... familia en adaptación, familia luchando, familia en conflicto y familia en espera. Conclusión: El modelo se mostró útil en la evaluación de familias en el contexto del transplante pediátrico y su uso es incentivado en éste y en otros escenarios de enfermedad crónica. Descriptores: Familia; Trasplante; Enfermería pediátrica 1 Doutora em Ciências do Cuidado
 0  3  6

Notificação espontânea de erros de medicação em hospital universitário pediátrico.

... universitário pediátrico* Spontaneous reporting of medication errors in pediatric university hospital Notificación espontánea de errores de medicación en un hospital universitario pediátrico Michiko Suzuki Yamamoto1, Maria Angélica Sorgini Peterlini2, Elena Bohomol3 RESUMO Objetivo: Analisar os erros de medicação notificados em um hospital universitário pediátrico ... conhecimento, este estudo teve como objetivo analisar os EM notificados em um hospital universitário pediátrico do Município de São Paulo. MÉTODOS Estudo do tipo retrospectivo e descritivo com abordagem quantitativa, realizado em um hospital universitário pediátrico, público, de nível terciário, localizado na cidade de São Paulo, com capacidade para 207 ... espontânea de erros de medicação em hospital universitário pediátrico 769 2007 e que na Clínica Médica de Especialidades, Terapia Renal Substitutiva e Ambulatório ocorreu o mesmo no ano de 2008 (Tabela 3). Tabela 3 - Ocorrências de erros de medicação por setores de um hospital universitário pediátrico, São Paulo, 2007-2008 3' + "%1 % 2 4 % % 5%
 0  5  6

Tratamento cirúrgico de laringomalácia: casuística de hospital pediátrico terciário.

... Tratamento cirúrgico de laringomalácia: casuística de hospital pediátrico terciário José Faibes Lubianca Netto • Renata Loss Drummond • Luciana Pimentel Oppermann • Fernando Stahl Hermes • Rita Carolina Pozzer Krumenauer No artigo Tratamento cirúrgico de laringomalácia: casuística de hospital pediátrico terciário, edição 78 (6), página 99, o nome correto ... é o procedimento de escolha e se considera a presença de comorbidades como o maior fator prognóstico para o sucesso da cirurgia. Objetivos: Descrever a casuística de hospital pediátrico terciário, índices de sucesso e analisando fatores prognósticos cirúrgicos. Método: Estudo de coorte retrospectivo. Incluídos 20 pacientes submetidos à supraglotoplastia ... responsável por 60% a 75% dos casos em crianças de até 2 anos e meio1. Sua real incidência é desconhecida e o diagnóstico dos casos graves é feito predominantemente em hospitais pediátricos terciários2. A fisiopatologia da doença ainda é incerta. Inicialmente, especulava-se que a laringomalácia poderia ser secundária à imaturidade das cartilagens, insuficientes
 0  5  9

Prevalência de violência física relatada contra crianças em uma população de ambulatório pediátrico.

... ARTIGO / ARTICLE Prevalência de Violência Física Relatada contra Crianças em uma População de Ambulatório Pediátrico1 Prevalence of Reported Child Abuse by Parents in a Pediatric Out-Patient Population Adriana Davoli2; Fortunato Antonio B. Palhares2; Heleno R. Corrêa-Filho2; Ana ... B.; CORRÊA-FILHO, H. R.; Dias, A. L. V.; ANTUNES,A. B.; SERPA, J. F. & SCHINCARIOL, P. Prevalência de Violência Física Relatada contra Crianças em uma População de Ambulatório Pediátrico. Cad. Saúde Públ., Rio de Janeiro, 10 (1): 92-98, jan/mar, 1994. Foi realizado um estudo transversal para se estimar a prevalência da violência física contra crianças
 0  2  7

Tanatologia clínica e cuidados paliativos: facilitadores do luto oncológico pediátrico.

... Artigo Original Tanatologia clínica e cuidados paliativos: facilitadores do luto oncológico pediátrico Clinical thanatology and palliative care: facilitators of mourning pediatric cancer Sonia Sirtoli Färber1 Resumo Cuidadores paliativos e tanatólogos clínicos são ... processo da doença e pela morte. A elaboração dos lutos é implementada por medidas educativas e práticas de cuidado que favorecem o bem-estar e o conforto do paciente oncológico pediátrico. Acompanhar e cuidar da criança com câncer, na sua fase terminal, otimiza a aceitação da morte e facilita o luto. Epimeleia e resiliência são elementos requeridos na ... como premissa a necessidade de competências específicas, por parte dos cuidadores, para que se alcancem dois objetivos distintos: favorecer o bem-estar ao paciente oncológico pediátrico em estado terminal; favorecer a resolução do luto no cuidador. A terminalidade e o evento da morte repercutem na ação do cuidador e na relação com o paciente, o que
 0  2  5

Características do carvão de um clone de Eucalyptus grandis W. Hill ex Maiden x Eucalyptus urophylla S. T. Blake.

... seis clones de Eucalyptus spp. Esses autores observaram tendência de maior produção de carvão vegetal nas posições intermediária e central, exceto para dois clones e também que a densidade relativa aparente do carvão apresentou comportamento inverso, ou seja, foi maior na posição radial externa e menor na posição radial central, exceto para um clone. ... classe diamétrica. CHARCOAL CHARACTERISTICS OF AN Eucalyptus grandis W. Hill ex Maiden x Eucalyptus urophylla S. T. Blake CLONE ABSTRACT: This work determined the variability existent in the characteristics of the charcoal of a clone of Eucalyptus grandis x Eucalyptus urophylla at 6 years of age, planted in the municipal district of Martinho Campos, ... características quantitativas da carbonização da madeira do clone de Eucalyptus grandis W. Hill ex Maiden x Eucalyptus urophylla S. T. Blake. Table 1 – average values for the quantitative characteristics of the carbonization of wood of the Eucalyptus grandis W. Hill ex Maiden x Eucalyptus urophylla S. T. Blake clone. Classe (cm) Rendimento gravimétrico
 0  3  10

Avaliação in situ da genotoxicidade de triazinas utilizando o bioensaio Trad-SHM de Tradescantia clone 4430.

... TEMAS LIVRES FREE THEMES Avaliação in situ da genotoxicidade de triazinas utilizando o bioensaio Trad-SHM de Tradescantia clone 4430 In situ genotoxity evaluation of triazines using Tradescantia clone 4430 Trad-SHM bioassay 1173 Carina Patussi 1 Márcia Bündchen 2 1 Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC). Av. Getúlio ... influência das triazinas sobre a frequência de mutações ocorridas em pelos estaminais de Tradescantia clone 4430 após a exposição in situ em uma área rural no estado de Santa Catarina, Brasil. Materiais e métodos Sessenta plantas de Tradescantia clone 4430 foram cultivadas em vasos de polietileno contendo substrato comercial e vermiculita, mantidas ... mutations in the stamen hairs of a temperature-sensitive mutable clone of Tradescantia. Jpn J Genet 1994; 69:577-591. 37. Sanda-kamiguawara MS, Tomiyama M, Ichikawa S. Sectoring patterns of spontaneous and induced somatic pink mutations in the stamen hairs and petals of mutable and stable clones of Tradescantia. Jpn J Genet 1995; 70:339-353. 38. Arutyunyan
 0  3  6

Violência psicológica e contexto familiar de adolescentes usuários de serviços ambulatoriais em um hospital pediátrico público terciário.

... física e sexual em usuários de serviços ambulatoriais de um hospital pediátrico público terciário. Metodologia O artigo se baseia em inquérito epidemiológico realizado entre janeiro e setembro de 2011, com amostra de 229 usuários de 11 a 18 anos e 221 responsáveis destes, num hospital pediátrico público terciário, localizado no Município do Rio de Janeiro ... sociodemográficos, estrutura/relacionamento familiar e com outras formas de maus-tratos. Aplicou-se em 229 adolescentes (11-18 anos) um questionário, em serviços ambulatoriais de um hospital pediátrico público terciário. Encontrou-se que 26,4% dos entrevistados sofrem VP severa no contexto familiar, sendo que apenas cinco relataram não sofrer qualquer tipo de VP familiar, ... TEMAS LIVRES FREE THEMES Violência psicológica e contexto familiar de adolescentes usuários de serviços ambulatoriais em um hospital pediátrico público terciário Psychological violence and the family context of adolescent users of outpatient services in a public tertiary pediatric hospital 2995 Cecy Dunshee
 0  4  12

Efeito de local e espaçamento na qualidade do carvão vegetal de um clone de Eucalyptus urophylla S. T. Blake.

... objetivo desse trabalho foi avaliar o efeito do local e do espaçamento de plantio na produção e na qualidade do carvão vegetal de um clone de Eucalyptus urophylla. Amostraram-se cinco discos ao longo do fuste das árvores do clone 3336. As carbonizações foram realizadas em uma mufla com temperatura final de 450 °C. Foram avaliados os rendimentos da carbonização, ... bioenergia. Effect of Local and Spacing on the Quality of Eucalyptus urophylla S. T. Blake Clone Charcoal ABSTRACT This work aimed to evaluate the effect of local and planting spacing on the production and quality of Eucalyptus urophylla charcoal. Five disks along the trunk of trees from clone 3336 were sampled. Carbonization was performed in muffle furnace with ... espaçamento de plantio sobre a produção e a qualidade do carvão vegetal de um clone de Eucalyptus urophylla, aos sete anos de idade, visando à utilização energética e siderúrgica. 2. MATERIAL E MÉTODOS Foram utilizadas dezesseis árvores, coletadas ao acaso, oriundas do clone 3336 de Eucalyptus urophylla S. T. Blake, aos sete anos de idade, plantadas
 0  4  9

Características da atividade da peroxidase de abacaxis (Ananas comosus (L.) Merrill) da cultivar IAC Gomo-de-mel e do clone IAC-1.

... (L.) Merrill) DA CULTIVAR IAC GOMO-DE-MEL E DO CLONE IAC-11 Carlos Alexandre Koguishi de BRITO2 ; Hélia Harumi SATO2 ;,* Ademar SPIRONELLO3 ; Walter José SIQUEIRA3 RESUMO No presente trabalho foram estudadas as características bioquímicas das peroxidases de novos abacaxis, cultivar IAC Gomo-demel e clone IAC-1. As peroxidases dos sucos destes abacaxis ... inativação. SUMMARY BIOCHEMICAL CHARACTERISTICS PEROXIDASE FROM PINEAPPLE (Ananas Comosus (L.) Merrill): CULTIVAR IAC GOMO-DEMEL AND CLONE IAC-1. In the present work, the biochemical characteristics of peroxidase enzymes from new pineapples, cultivar IAC Gomo-de-mel and clone IAC-1, were studied. The peroxidases obtained from the juice of this pineapples presented optimum activities ... abacaxi 'IAC Gomo-de-mel' e do clone IAC-1 foram determinadas a faixa de pH e a temperatura ótima de atividade, o pH e a temperatura de estabilidade da enzima e a regeneração, após tratamento térmico e sua inativação térmica. 2 - MATERIAL E MÉTODOS 2.1 - Preparo do extrato bruto As amostras do abacaxi 'IAC Gomo-de-mel' e do clone IAC-1, em estádio de
 0  2  6

Rendimento de tubérculos de um clone de batata em função da época de dessecação.

... próximo aos 100 DAP, o clone CL02-05 atinge nível similar já aos 90 DAP, oferecendo maior precocidade de produção. O retardamento da dessecação, no entanto, possibilita incrementos significativos na produção comercial até, pelo menos, os 110 DAP, confirmando o alto potencial produtivo do clone CL02-05. ABSTRACT Tuber yield of a potato clone depending on ... tubérculos comerciais do clone CL0205 foi significativamente maior que da ‘Agata’ nas dessecações efetuadas a partir de 90 DAP. Para este caráter pode-se verificar que ‘Agata’ atingiu seu máximo potencial próximo dos 100 dias, enquanto no clone CL02-05 houve acréscimo progressivo até os 110 dias, indicando que o prolongamento do ciclo deste clone possibilita ... aos 100 DAP, o clone CL02-05 atinge nível similar já aos 90 DAP. Desta forma, este clone apresenta maior precocidade de produção que ‘Agata’. O retardamento da dessecação no entanto, possibilita incrementos significativos na produção de massa comercial de tubérculos até, pelo menos, os 110 DAP, confirmando o alto potencial produtivo do clone CL02-05. REFERÊNCIAS AGRIANUAL.
 0  2  4

Emprego do Suporte Circulatório de Curta Duração como Ponte para Transplante Cardíaco Pediátrico.

... Artigo Original Emprego do Suporte Circulatório de Curta Duração como Ponte para Transplante Cardíaco Pediátrico Use of Short-term Circulatory Support as a Bridge in Pediatric Heart Transplantation Luiz Fernando Canêo, Leonardo Augusto Miana, Carla Tanamati, Juliano Gomes Penha, ... implante de dispositivos de assistência circulatória mecânica (ACM) pode aumentar o tempo de espera e contribuir na redução da mortalidade. Objetivo: Estudar a evolução dos pacientes pediátricos com diagnóstico de miocardiopatia, com indicação de transplante e que evoluíram em Intermacs1 ou 2, comparando a utilização ou não de algum tipo de ACM de curta duração. ... e complicações neurológicas no grupo B. Conclusão: O emprego de ACM de curta duração aumentou a sobrevida dos pacientes priorizados e em fila de espera de transplante cardíaco pediátrico. (Arq Bras Cardiol. 2015; 104(1):78-84) Palavras-chave: Cardiomiopatias; Criança; Transplante de Coração; Circulação Assistida. Abstract Background: Heart transplantation
 0  4  7

Avaliação do peptídeo natriurético tipo B no diagnóstico de rejeição após transplante cardíaco pediátrico.

... cardíaco pediátrico. O peptídeo natriurético tipo B (BNP) tem sido estudado como método no diagnóstico de rejeição aguda, especialmente em pacientes adultos submetidos a transplante cardíaco. Objetivo: Correlacionar o nível sérico de BNP à rejeição aguda diagnosticada pela biópsia endomiocárdica em pacientes do grupo de transplante cardíaco pediátrico. ... cardiomiopatias refratárias à terapêutica convencional1,2. O décimo registro da Sociedade Internacional de Transplante Cardíaco Pediátrico (2007)3 refere que a rejeição ainda é uma importante causa de mortalidade póstransplante cardíaco pediátrico, apesar dos novos agentes imunossupressores e do desenvolvimento de novas estratégias no seu tratamento. O diagnóstico ... - Brasil E-mail: cristinasylos@hotmail.com Artigo recebido em 11/04/08; revisado recebido em 04/07/08; aceito em 31/07/08. 227 Sylos e cols. BNP após transplante cardíaco pediátrico Artigo Original Introdução Apesar dos recentes avanços descritos na terapêutica da insuficiência cardíaca congestiva em crianças, o transplante cardíaco ainda tem
 0  4  6

Transplante cardíaco pediátrico em vigência de choque cardiogênico refratário: análise crítica da viabilidade, aplicabilidade e resultados.

... aceito em 17/10/07. 360 Jatene e cols. Transplante cardíaco pediátrico em choque cardiogênico Artigo Original Introdução Dentre os pacientes portadores de miocardiopatias de diferentes etiologias, com necessidade de tratamento mediante transplante cardíaco, os pacientes pediátricos são os que apresentam menores perspectivas de obtenção de ... com pacientes pediátricos em choque cardiogênico e avaliar a viabilidade, a aplicabilidade e os resultados do transplante cardíaco como terapêutica nesse grupo extremamente grave. Métodos Foram avaliados, retrospectivamente, no Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, pacientes pediátricos ... 360-364 Jatene e cols. Transplante cardíaco pediátrico em choque cardiogênico Artigo Original Aspecto importante que devemos salientar é a necessidade de se manter o empenho em relação ao esclarecimento da população ante a doação de órgãos. Essa deve ser encarada como parte fundamental do processo para que os pacientes pediátricos sejam atendidos em tempo
 0  4  5

Desordem linfoproliferativa pós-transplante em paciente pediátrico.

... principais fatores de risco associados ao desenvolvimento da PTLD, citam-se: infecção primária por EBV pós-transplante10, alto número de rejeições e o fato do paciente ser pediátrico4 . Pacientes pediátricos têm uma maior probabilidade de ser soronegativos para EBV e adquirir infecção primária4,10. Por meio de biópsias endomiocárdicas, foram constatados, em ... vírus (EBV) antes do transplante cardíaco, sendo, portanto, a soroconversão pós-transplante um fator de risco significativo para o desenvolvimento de PTLD5,9,10. Dos pacientes pediátricos que soroconvertem após o transplante cardíaco, cerca de 63% desenvolvem PTLD9. Acredita-se que o EBV desempenhe um papel central na patogênese da PTLD4. Esse vírus ... Polymerase Chain Reaction (PCR) e sorologia. Realizou-se biópsia pulmonar transbrônquica, tendo e108 fernandes e cols. dEsoRdEM linfopRolifERatiVa pós-tRansplantE EM paCiEntE pEdiátRiCo Relato de Caso resultado compatível com pneumonia intersticial de padrão linfóide, positivo para linfócitos T (CD45) e B (CD20), com focos de pneumonia em organização
 0  3  4

Lipossarcoma periorbital em paciente pediátrico: relato de caso.

... Relato de Caso | Case RepoRt Lipossarcoma periorbital em paciente pediátrico: relato de caso Periorbital liposarcoma in pediatric patient: a case report Fernanda Marcio1, José Vital Filho1, sylVia regina teMer cursino1, Patrícia goMes Martins ... incluído no diagnóstico diferencial das massas orbitais, e, por ser localmente agressivo, tor- Arq Bras Oftalmol. 2013;76(4):244-6 245 Lipossarcoma periorbital em paciente pediátrico: relato de caso na-se vital a pronta identificação e tratamento de forma a oferecer melhores resultados terapêuticos e influência sobre a qualidade de vida do paciente.
 0  6  3

Alterações oculares em paciente pediátrico portador de malformações de Dandy-Walker: relato de caso.

... RELATOS DE CASOS Alterações oculares em paciente pediátrico portador de malformações de Dandy-Walker: relato de caso Ocular alterations in a pediatric patient with Dandy-Walker malformations: case report Oscar Ewald1 Fernanda ... espectro de desordens do seu desenvolvimento(6). A * Dandy & Blackfan apud(1) **Gardner et al. apud(1) Arq Bras Oftalmol. 2006;69(1):97-99 98 Alterações oculares em paciente pediátrico portador de malformações de Dandy-Walker: relato de caso patogenia desta síndrome é controvertida, porém a teoria mais aceita é a de que a folha do desenvolvimento ... Coloboma corioretiniano; • Nistagmo; • Megalocórnea; • Microftalmo. Figura - Megalocórnea e microcefalia Arq Bras Oftalmol. 2006;69(1):97-99 Alterações oculares em paciente pediátrico portador de malformações de Dandy-Walker: relato de caso 99 drome de Dandy-Walker, com volumosa coleção na fossa posterior e com ampla comunicação com o quarto
 0  13  3

Glioblastoma pediátrico: estudo clínico patológico de 12 casos com imunoistoquímica para proteína p53.

... mostrando alta sensitividade com a imunomarcação para proteína p53, sendo nestes casos mais agressivos, com menor sobrevida. PALAVRAS-CHAVE: glioblastoma pediátrico, proteína p53, tumor cerebral pediátrico. Pediatric glioblastoma: a clinicopathological study of 12 cases with p53 protein immunohistochemistry ABSTRACT - Glioblastoma is one of the most ... grandes séries de glioblastomas pediátricos variam de 2 a 13 casos 3, a maior casuística encontrada foi a de Ganigi et al.13, que estudaram 54 casos, entre 0 e 15 anos; a faixa etária na presente casuística foi 0 a 12 (OMS). A distribuição por gênero, demonstrou um discre- Arq Neuropsiquiatr 2007;65(4-A) Glioblastoma pediátrico: proteína p53 Pope ... Arq Neuropsiquiatr 2007;65(4-A):1056-1061 GLIOBLASTOMA PEDIÁTRICO Estudo clínico patológico de 12 casos com imunoistoquímica para proteína p53 Leonora Zozula Blind Pope1, Maria José Serapião2, Carlos José Serapião3, Maria Marcelina
 0  4  6

Pseudotumor cerebral secundário a trombose venosa dural: relato de caso pediátrico.

... Arq Neuropsiquiatr 2005;63(3-A):697-700 PSEUDOTUMOR CEREBRAL SECUNDÁRIO A TROMBOSE VENOSA DURAL Relato de caso pediátrico Adriana Rocha Brito1, Marcio M. Vasconcelos2, Romeu Cortes Domingues3, Lívia Esteves4, Maria Cecília Domingues de Olivaes5, L. Celso H. Cruz Jr6, Gesmar V. Haddad Herdy7 RESUMO
 0  4  4

Acompanhamento ambulatorial de pacientes com mielomeningocele em um hospital pediátrico.

... 13:279-303. 11. McLone DG. Results of treatment of children bom with a myelomeningocele. Clin Neurosurg 1983, 30:407-435. 12. McLone DG. Tratment of myelomeningocele: arguments against selection. Clin Neurosurg 1986, 33:359-370. 13. McLone DG. Continuing concepts in management of spina bifida. Pediatr Neurosurg 1992, 18:254-256. 14 McLone DG, Czyzewski ... importância no que diz respeito à qualidade de sua sobrevida. Com o objetivo de avaliar a qualidade do acompanhamento de portadores de spina bifida cística tratados em um hospital pediátrico, 54 pacientes foram examinados e seus familiares entrevistados. A inexistência de um centro multidisciplinar de tratamento de portadores de defeito de fechamento do ... a mortalidade dos portadores de mielomeningocele não se estabiliza após os 2 primeiros anos de vida e que, embora em menor proporção, óbitos continuam ocorrendo. Na série de McLone13, a maioria destes óbitos se deu após procedimentos cirúrgicos de natureza diversa, possivelmente relacionados a disfunções não detectadas de derivações. Na nossa série,
 0  4  7

Carné pediátrico

... normal 0 las desviaciones en el crecimiento del niño, en forma gráfica, en el período de mayor riesgo, es decir durante el primer año de vida. Características del carné pediátrico El carné pediátrico está impreso en una hoja de papel ficha rectangular, de 30 X 17,5 cm, con pliegues que permiten doblarlo en tres, de manera que cada pliego 312 BOLETIN DE ... incorpora otros elementos que facilitan la atención del niño y mejoran los registros. Su uso garantiza la continuidad entre la atención brindada en la maternidad y el control pediátrico posnatal en cualquier nivel de atención, ya que en el carné se registran los datos básicos de la asistencia perinatal del recién nacido y su utilización fomenta la consulta precoz ... 1985 CARNE PEDIATRICO José Luis Díaz Rossello,’ Miguel Martell,’ Paul EstoI,’ Ricardo Schwarcz,l Ricardo Fescina,’ Angel Gonzalo Díaz’ y Raúl Ruggia* Introducción El carné pediátrico es un documento que registra información básica para la atención del niño. Permanece en poder de la familia y está a disposición del personal de salud cada vez que el
 0  3  9

Documento similar


Feedback