Cursos: ADM, Eng.Prod., SI (FeMASS)

0
0
36
6 months ago
Preview
Full text

  Cursos: ADM, Eng.Prod., SI (FeMASS) Material 1: Gestão de Escopo

  Professor: Isac Mendes Lacerda, M.Sc., PMP, CSM

  

  A abordagem de Escopo do PMBOK;

  

  Pontos-chave em “Planejar escopo”;

  

  Pontos-chave em “Coletar requisitos”;

  

  Pontos-chave em “Definir o escopo”;

  

  Pontos-chave em “Criar a EAP”;

  

  A abordagem de Escopo do PMBOK;

  

  Pontos-chave em “Planejar escopo”;

  

  Pontos-chave em “Coletar requisitos”;

  

  Pontos-chave em “Definir o escopo”;

  

  Pontos-chave em “Criar a EAP”;

  

  

Características gerais da abordagem de escopo no

PMBOK 5th: Uma área de conhecimento, composta de 6 processos;

  ◦

Os processos devem assegurar que todo o trabalho

  ◦ necessário, e só o necessário, seja feito; Dos 6 processos, 4 são de planejamento e 2 de

  ◦

  

  

Considere o ciclo de vida hipotético abaixo,

composto por 4 fases.

  Fase de definição dos objetivos

  Fase de organização e preparação

  Fase de construção do produto Fase de entrega e conclusão

Com as características destacadas, onde você

  

A gestão de escopo, não se limita a uma ou poucas

fases de um ciclo de vida, pois essa área...

  Fase de Fase de Fase de definição organização Fase de construção do entrega e dos e produto conclusão objetivos preparação

  

Gestão do escopo durante todo o ciclo de vida

  

Os processos do PMBOK são organizados nos grupos:

  2

  24

  2

  11

   Os processos do PMBOK são organizados nos grupos:

  Processos de Iniciação

  Processos de Planejamento

  Processos de Execução

  Processos de Monitoramento e Controle

  Processos de Encerramento

  2

  24

  8

  2

  11

   Os processos de escopo estão nos grupos:

  Processos de Iniciação

  Processos de Planejamento

  Processos de Execução

  

Processos de Monitoramento e Controle

Processos de Encerramento

  4

  2

  

  Os processos de gestão de escopo no PMBOK são: Monitoramento e Planejamento

Controle

  Definir Planejar G.

  Verificar o do Escopo escopo escopo Coletar

  Controlar o Criar EAP

  

  A abordagem de Escopo do PMBOK;

  

  Pontos-chave em “Planejar escopo”;

  

  Pontos-chave em “Coletar requisitos”;

  

  Pontos-chave em “Definir o escopo”;

  

  Pontos-chave em “Criar a EAP”;

  

  “Coletar requisitos” envolve definir e documentar as

  Associa necessidades dos interessados. requisitos aos interessados

  Ferramentas e Entradas Saídas Técnicas

  • Entrevistas
  • Term
  • Documentação
  • Dinâmicas de

  abertura dos requisitos grupo

  • Registro das
  • Plan
  • Oficinas

  partes gerenciamento

  • Técnicas de interessadas

  dos requisitos criatividade de

  • Matriz de

  

“Coletar requisitos” com Mapas

Mentais.

  

Mas o que são Mapas Mentais

   Um método criativo para estimular o

  “ raciocínio e usar ao máximo o potencial do cérebro

  Mind Mapping (2006); ”. Tony Buzan em

   Uma forma de representar informações a partir de uma ideia central;

   Organiza as informações através de imagens, cores e palavras-chave;

  Mapa mental (feito à mão)

  

Exemplo de mapa mental com software:

  

Exemplo de mapa mental com software:

  

Feito com software:

  

  

Assuma que um projeto foi autorizado em sua

empresa para a construção de um novo produto e

que a ideia inicial (auto nível) consta no TAP (usar a

ideia do trabalho inicial). Agora, você (como membro

da equipe) precisa definir as características

funcionais desse produto. Utilize para isso a técnica

de mapas mentais.

  

(Observação: faça o seu próprio mapa e depois consolide com seu

  

  A abordagem de Escopo do PMBOK;

  

  Pontos-chave em “Planejar escopo”;

  

  Pontos-chave em “Coletar requisitos”;

  

  Pontos-chave em “Definir o escopo”;

  

  Pontos-chave em “Criar a EAP”;

  

  “Definir escopo” envolve descrever detalhadamente o escopo do projeto e do produto.

  Entradas

Ferramentas e

Técnicas

Saídas

  Indicam características do produto

  • Termo de abertura
  • Documentação dos requisitos
  • Ativos de processos organizacio>Opinião especializada (OE)
  • Análise do produto
  • Identificação de alternativas
  • Ofic
  • Declaração do escopo do projeto
  • Atualizações dos documentos do projeto

  (OE) predomina Base para EAP

  

  

Qual seria a possível declaração de escopo completo

(produto e projeto) de um empreendimento

hipotético de construção de um muro de 5 metros de

altura e perímetro de 1000 metros (4 lados de 250

metros), para cercar um presídio de segurança

  250 metros máxima? comprimento e 5 de altura (lado 1)

  250 metros 250 metros comprimento e 5 comprimento e 5

  Presídio

  

  

Qual seria a possível declaração do escopo completo

(produto e projeto) de um empreendimento

hipotético de construção de um muro de 5 metros de

altura e perímetro de 1000 metros (4 lados de 250

metros), para cercar um presídio de segurança

máxima?

  Descrição dos 4 lados do muro (as entregas e o material)

  Escopo do Produto Escopo do Projeto

  

  A abordagem de Escopo do PMBOK;

  

  Pontos-chave em “Planejar escopo”;

  

  Pontos-chave em “Coletar requisitos”;

  

  Pontos-chave em “Definir o escopo”;

  

  Pontos-chave em “Criar a EAP”;

  

  “Criar Estrutura Analítica do Projeto (EAP)” envolve subdividir o escopo do projeto e do produto em componentes menores e mais facilmente gerenciáveis.

  Entradas

  

Ferramentas e

Técnicas

  Saídas

  Insumo principal Divisão do que já se conhece

  Base para estimativas

  • Declaração do escopo
  • Documentação dos requisitos
  • Ativos de processos
  • EAP
  • Dicionário da EAP
  • Linha de base do escopo
  • Atualizações dos documentos do
  • Decomposição

  

  EAP inclui todo o trabalho (projeto e produto). A palavra “trabalho”, nesse contexto, refere-se a resultado e não a esforço.

  

  Quanto maior o grau de decomposição do trabalho maior será a habilidade de manipulá-lo. No entanto, decomposição demasiada pode ser improdutivo.

  

EAP organizada por fases:

  Apenas esse pedaço não é fase

  

  

EAP organizada por produtos:

  

  

EAP organizada por fases e subprojeto:

  

  EAP do projeto do muro:

  Apenas esse pedaço

  

  

Estruturar uma EAP baseada no termo de abertura do

inicial, incluindo um dicionário para os pacotes de

trabalho.

  

  A abordagem de Escopo do PMBOK;

  

  Pontos-chave em “Planejar escopo”;

  

  Pontos-chave em “Coletar requisitos”;

  

  Pontos-chave em “Definir o escopo”;

  

  Pontos-chave em “Criar a EAP”;

  

  “Verificar o escopo” envolve formalizar a aceitação

  Estão de acordo das entregas concluídas do projeto. com os ca’s

  (formaliza)

  Ferramentas e Entradas Saídas Técnicas

  • Plano de
  • Entregas ace
  • Inspeção

  gerenciamento do

  • Solicitações de projeto

  mudança

  • Documentação

  Verificação contra os

  • Atualizações dos dos requisitos critérios de aceitação documentos do
  • Matriz de

  ( ca’s) do cliente projeto rastreabilidade dos requisitos

  

  A abordagem de Escopo do PMBOK;

  

  Pontos-chave em “Planejar escopo”;

  

  Pontos-chave em “Coletar requisitos”;

  

  Pontos-chave em “Definir o escopo”;

  

  Pontos-chave em “Criar a EAP”;

  

  “Controlar o escopo” envolve monitorar o progresso e as mudanças do escopo.

  Entradas

  Ferramentas e Técnicas

  Saídas

  • Plano de gerenciamento do projeto (PGP)
  • Informações sobre o desempenho do trabalho
  • Documentação
  • Análise de variação
  • Medições de desempenho do trabalho
  • Atualizações dos ativos de processos organizacionais
  • Solicitações de

  Variações significativas exigem ações de correção

  Anúncio de plano x real aos interessados

  

Por hoje é só!

Prof. Isac Mendes Lacerda, M.Sc., PMP, CSM.

  

Isac.curso@gmail.com

Novo documento

RECENT ACTIVITIES

Tags

Documento similar

IMAGENS DE SI E DA SALA DE RECURSOS MULTIFUNCIONAIS EM BLOGS DE PROFESSORES ESPECIALIZADOS
0
0
127
O SENTIMENTO DE SI E O PROBLEMA DA IDENTIDADE PESSOAL - REFLEXÕES EM TORNO DA QUESTÃO DA PESSOA NA CULTURA ORIENTAL
0
0
12
RELAÇÃO ENTRE DIALÉTICA E TONALIDADE NA ESTÉTICA MUSICAL DE HEGEL: O RETORNO A SI MESMO COMO CONTEÚDO VERDADEIRO DA OBRA
0
0
190
A HUMANIDADE À PROCURA DE SI NO UNIVERSO
0
0
17
CONSCIÊNCIA DE SI E SENTIDO INTERNO: DA IDENTIDADE E DA DURAÇÃO DA CONSCIÊNCIA NA CRÍTICA DA RAZÃOPURA
0
0
121
LISTA DE SI GLAS
0
0
119
O CONHECIMENTO DE SI MESMO: UM ESTUDO EM FENOMENOLOGIA EXISTENCIAL A PARTIR DA PRÁTICA DO AIKIDO MESTRADO EM PSICOLOGIA CLÍNICA
0
0
84
SMART CITIES: O CASO DE MACAU SI CHIO IEONG
0
1
158
SI ST EM AS DE CO NT RO L DE MA LE ZA S EN MA IZ (Zea mays L.): EFECTO DE METODOS DE CONTROL, DENSIDAD Y DISTRIBUCION DEL CULTIVO
0
0
11
UMA ANÁLISE DISCURSIVA DO QUE DIZEM ALUNOS DE ESCOLAS PÚBLICAS SOBRE A LEITURA E SOBRE SI COMO LEITORES
0
0
334
A CONSTRUÇÃO DE UMA ESTÉTICA DA EXISTÊNCIA ATRAVÉS DO TRABALHO DO ATOR SOBRE SI
0
0
116
NA PORTA DA EUROPA: A ESCRITA CRONÍSTICA COMO ESCRITA DE SI EM NENO VASCO
0
0
129
ENTRE LITERATURA, MEMÓRIA E HISTÓRIA: A ESCRITA DE SI EM GETÚLIO VARGAS E EM GRACILIANO RAMOS
0
0
139
EMPODERAMENTO, AMIZADE E CUIDADO DE SI Novas formas de relação de assistência à saúde
0
0
21
A BUSCA DE SI NUMA RELIGIÃO HOASQUEIRA – ORALIDADE, MEMÓRIA E CONHECIMENTO NA UNIÃO DO VEGETAL (UDV)
0
0
150
Show more