RELAÇÃO FAMILIAESCOLA E OS SENTIMENTOS QUE SURGEM NA FASE DE ADAPTAÇÃO DA CRIANÇA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

0
0
29
5 months ago
Preview
Full text

JULIANA NERI DE OLIVEIRA

  Em seguida falaremos um pouco do surgimento e significado do vinculo para a mãe e a criança, para entendermos um pouco mais dos sentimentos e atitudes da mãeem relação a faze adaptativa, a suposta “separação”. Com bases neste contexto temos como objetivo refletir a partir de referenciais teorias sobre o significado do vinculo entre a criança e a sua mãe, como fatorrelevante para seu processo de aprendizagem e desenvolvimento.

1.1 História da família

1.2 Relação entre família e escola

  Szymanski (2003) explica que a família ao longo do tempo sofreu algumas mudanças, e que foi por volta do século XVIII que começa a surgir o sentimento defamília e isso se da por conta de outras instituições como o Estado e a Igreja que passa a valorizar esse sentimento. Szymanski (2003), fez um estudo com familiares da periferia de São Paulo e observou que o impacto desse modelo institucionalizado se fez sentir de diversasmaneiras, depois de um certo tempo de contato com essas famílias, a autora Na visão de Szymanski (2003) as instituições família e escola desempenham um papel importante na formação do individuo.

2 O vinculo materno como matriz do desenvolvimento psicológico

  Portanto o período pré-natal e pós-parto são muito importantes, tanto para a mãe quanto para o recém-nascido, e podem inclusive determinar a qualidade da ligação A mãe é vista nessa perspectiva como uma importante figura na apresentação do mundo para a sua criança, assumindo um papel primordial, que vai aos poucossendo compartilhado com outros personagens. Mesmo com diferentes metas de socialização e formas de relacionamento e comunicação mãe-bebê em diversas culturas, como ponto comum entre elas temoso fato de a mãe ser uma figura fundamental para a sobrevivência e o bem-estar do seu filho.

2.1 A quebra do vinculo materno

  Na ocasião da primeira reunião da escola, com a professora, a mãe deverá ser alertada sobre conflitos que poderão afligi-las, assim como a criança, mas éimportante que a professora a tranqüilize sobre seu espírito (tranqüilidades ou ansiedade) vai-se refletir sobre a criança.(Rizzo,1988) É inevitável que haja certa rivalidade entre pais e professores. Portanto venho mostrar a importância do incentivo da mãe nessa nova faze da vida da criançaQuestionando o sofrimento da mãe quanto a conscientização de que seu “bebê” esta passando para uma nova faze, onde este se tornando um individuo independente, Ao ingressar na escola, a família ainda se constitui no grupo por excelência para a criança.

2.2 A socialização da criança na sociedade, e construção de uma identidade

  A socialização é definida como um processo necessário para o desenvolvimento, através do qual a criança satisfaz suas necessidades e assimila a cultura de acordocom o desenvolvimento da sociedade. O adulto é visto como um duplo mediador Dentro das inúmeras mudanças (avanços) tecnológicos na sociedade, que influenciam a socialização do individuo, a escola exerce um papel fundamental naconsolidação do processo de socialização, aprofundando-se no desenvolvimento cognitivo e social infantil.

3 Estudos de caso

  Por isso a professora teve muitos problemas no processo adaptativo, pois não era somente necessário um trabalho feito com a criança, e sim deveria ser feitoanteriormente um trabalho com a mãe, que resistia fervorosamente a realidade da criança, esta qual que deveria sim participar na instituição de ensino, poisisso traria uma vida social e alta afirmação pessoal da criança. Porem em contra partida, a mãe passou a fugir da rotina da escola, chegando todos os dias depois da primeira parte da rotina diária, fazendo como que acriança não participasse do delo (roda de conversa), que é de importância fundamental para a criança, é um momento onde ela esta aberta para interagircom os colegas e professora, onde ela vai conhecer um pouco dos colegas e se fazer conhecer.

CASO PROFESSORA

  Oinício da vida escolar é um acontecimento significativo, que tem dois grandes desafios: conhecer um ambiente desconhecido e a superar a separação damãe.” ( PROFESSORA) Inicialmente houve uma reunião de apresentação onde conversamos com os pais sobre o processo de adaptação e leitura de um texto que dá dicas sobre oassunto. A maior dificuldade enfrentada no processo de adaptação foi a de fazer com que os pais percebessem que o ingresso da criança à escola não deve sertratado de maneira dramática mas, sim, como algo natural que deve transcorrer “Tenho uma ótima relação com pais e alunos atualmente, pois atualmente o grupo esta adaptado, tanto as crianças como as mães.

Novo documento

RECENT ACTIVITIES

Tags

Documento similar

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP ELAINE APARECIDA PEREIRA
0
0
167
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS-GRADUADOS EM ECONOMIA POLÍTICA- PUCSP
0
0
114
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP TALITA VENDRAME DE OLIVEIRA
0
0
135
RELAÇÕES AFETIVAS EM LITÍGIO E A MEDIAÇÃO FAMILIAR DOUTORADO EM SERVIÇO SOCIAL
0
1
277
RELACIONAMENTOS AMOROSOS COMO BEM MAL-ESTAR DA CIVILIZAÇÃO PÓS-MODERNA
0
0
63
O RELACIONAMENTO ENTRE PROFESSOR E COORDENADOR: PARCERIA NECESSÁRIA PARA UM TRABALHO HARMONIOSO E PRODUTIVO
0
0
93
O RELACIONAMENTO ENTRE AS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR E SEUS EX-ALUNOS: REFLEXOS NA CAPTAÇÃO DE RECURSOS Estudo de Caso da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas e do Instituto Presbiteriano Mackenzie
0
0
423
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Tiago Augusto Franco de Vasconcelos Souza
0
0
171
A RELAÇÃO TRANSITIVA ENTRE SOCIEDADE, TECNOLOGIA E MATEMÁTICA Aportes relativos à formação profissional em um curso superior de Informática MESTRADO EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA
0
0
109
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP LÚCIA MATIAS DA SILVA OLIVEIRA
0
0
226
A RELAÇÃO PALAVRA-ESPÍRITO NA CONSTITUIÇÃO DOGMÁTICA DEI VERBUM DO CONCÍLIO VATICANO II
0
0
156
A relação memória-linguagem nas demências: abrindo a caixa de Pandora DOUTORADO EM LINGUÍSTICA APLICADA E ESTUDOS DA LINGUAGEM
0
0
156
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC - SP Renata Soifer
0
0
99
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUCSP HÉLIO GUSTAVO ALVES
0
0
133
MARISTELA SANCHES BIZARRO A RELAÇÃO HUMANO-MAQUÍNICO NO IMAGINÁRIO CINEMATOGRÁFICO
0
0
148
Show more