RETOMANDO A AULA ANTERIOR

Livre

0
0
40
8 months ago
Preview
Full text

  CURSO : ADMINISTRAđấO /UNAES/2016 PROCESSOS LOGÍSTICOS

  RETOMANDO A AULA ANTERIOR AFINAL...O QUE É LOGÍSTICA? :  Processo que agrega valor de

   Lugar  Tempo  Qualidade  Informação À cadeia produtiva, atendendo ao Cliente Final

  Missão da Logística

  

Questões Logísticas (Pesquisa Operacional)

Encontro de Presidentes e Dirigentes PAEX – Campo Grande – MS - 2015

  

Infraestrutura, Produtividade e Competitividade nos Negócios

PAULO RESENDE, Ph.D. Núcleo FDC de Infraestrutura, Supply Chain e

  O BRASIL É UM PAÍS DE DIMENSÕES CONTINENTAIS QUE APRESENTA CADEIAS PRODUTIVAS ABSOLUTAMENTE NECESSITADAS DE INFRAESTRUTURA LOGÍSTICA Os principais produtos da agropecuária no Brasil: soja, a cana-de-açúcar, o café, a carne de gado, o milho atrás somente das duas grandes potências agrícolas mundiais: terceiro maior produtor e exportador agrícola do mundo , O Brasil, desde 2010, quando ultrapassou o Canadá, é o os Estados Unidos e a União Europeia. A) mecanização do campo, vivenciada no país a partir da segunda metade do Brasil no mercado externo: Dois principais fatores estão associados ao crescimento da agropecuária mesmo período. B) expansão da fronteira agrícola para o interior do território ao longo do do século XX, e;

  O BRASIL É UM PAÍS DE DIMENSÕES CONTINENTAIS QUE APRESENTA CADEIAS PRODUTIVAS ABSOLUTAMENTE NECESSITADAS DE INFRAESTRUTURA LOGÍSTICA 10% de todas as áreas utilizadas pela e é responsável por pouco mais de 17% das exportações Segundo o IBGE a cana-de-açúcar ocupa no Brasil cerca de nacionais. relação ao ano anterior (723,6 mil t). milhão de toneladas, crescimento de cerca de 42% em A produção de cana-de-açúcar em 2015 foi de 1,03 O segundo maior produtor é o estado do Paraná , com toda a cana, açúcar e etanol do país. Cana de Açúcar: São Paulo, produz próximo de 60% de 8% da cana moída no Brasil.

  O BRASIL É UM PAÍS DE DIMENSÕES CONTINENTAIS QUE APRESENTA CADEIAS PRODUTIVAS ABSOLUTAMENTE NECESSITADAS DE INFRAESTRUTURA LOGÍSTICA

  Para o Brasil, a China é um país importante em vários aspectos. É o maior comprador de minério de ferro, com 58% do minério de ferro do Brasil A Europa Ocidental é também um mercado essencial, um importante diferenciador comparado aos rivais brasileiros australianos.

  O BRASIL É UM PAÍS DE DIMENSÕES CONTINENTAIS QUE APRESENTA CADEIAS PRODUTIVAS ABSOLUTAMENTE NECESSITADAS DE INFRAESTRUTURA LOGÍSTICA brasileira encontra-se na região sudeste.

  Mais de setenta por cento da produção industrial 50% da produção nacional tendo como responsável estabelecimentos industriais país. um único estado: São Paulo, que concentra 40% dos

  Condições das Ferrovias Brasileiras Extensã o Densidade % na Matriz Velocidad e

  Belém / V. Conde FERROVIÁRIA Manaus Santarém Açailândia

Itaqui

Pecém Porto Velho Estreito Martins Eliseu Salgueiro Parnamirim Suape Figueirópolis Barreiras Lucas do Rio Uruaçu Aratu Salvador Concedida cresceu, Verde Rondonópolis

Belo Horizonte

Ilhéus não melhorou..... Maracaju d’Oeste Estrela Vitória Paranaguá S F. Sul Santos Itaguaí Rio de Janeiro Malha Explorada Malha PAC Itajaí / Navegantes Malha a Ser Concedida Expansão Programada Rio Grande

  

O QUE ESSE PARADOXO REPRESENTA PARA EMPRESAS DOS

VÁRIOS SEGMENTOS PRODUTIVOS NO BRASIL?

atingir maiores níveis de serviço quando dependem

  • Dificuldades em diretamente da logística.
  • Aumento nos níveis de estoques ou de ativos em serviços para conseguir atender aos clientes, devido às dificuldades da variável transporte na função logística.
  • Aumento nos custos operacionais que são repassados para os produtos e serviços,

  e que podem significar queda nas margens ou perda de competitividade. Custos Logísticos Brasil e Estados Unidos revisão permanente de processos para se evitar desperdícios e

  • Necessidade de

    retrabalhos , além da preocupação permanente por eficiência no giro de ativos.

  PARA VENCER ESSES DESAFIOS A EMPRESA TEM QUE ESTAR INTEGRADA E COM UMA GESTÃO MUITO BEM ALINHADA Logística Integrada

  

Com objetivo de atender aos novos desafios da Educação Superior, a

Kroton desenvolveu um sistema de ensino inovador, que está pautado

em três grandes alicerces:

  a) promoção da empregabilidade dos alunos;

  b) foco em qualidade e inovação e; c) oferta em escala.

  São três tempos didático:

  a) Pré-aula;

  b) Aula e; c) Pós-aula.

  Pensados para promover interação, aprendizado coletivo e uso dos saberes (saber, fazer, ser e conviver) por meio da problematização e da imersão em situações concretas da realidade profissional.

  VIDEOS

  RESPOSTAS DA AULA UNIDADE 1 SEđấO 1.1

Vamos “mergulhar”

  

SITUAđấO DA REALIDADE PROFISSIONAL (SR):

  A empresa Tudo Eletrônicos, que está há mais de quinze anos no mercado e teve seu crescimento atrelado ao mundo digital (e- commerce), atualmente possui dez lojas físicas em cidades estratégicas no interior de São Paulo, assim como um Centro de Distribuição (CD) em Itupeva (também interior de São Paulo), sendo este considerado um dos melhores pontos logísticos do estado. Com o crescimento acima de 30% ao ano, a Tudo Eletrônicos começou a se deparar com alguns problemas de gestão logística, o que tem impactado no resultado final e até mesmo na perda de

  Situação-Problema:

  Seção de auto-estudo que consta no item Diálogo aberto no livro didático.

  A empresa de varejo Tudo Eletrônicos possui um portfólio de produtos que contém desde um simples mouse de computador até um televisor de última geração. Seu departamento administrativo e de compras é centralizado em São Paulo (capital), e todos os produtos comprados são direcionados para o CD (Centro de Distribuição) em Itupeva, no interior do estado. Os fornecedores estão espalhados por todo país, aproximadamente 520.

  O CD é responsável por abastecer as dez lojas físicas, garantindo um estoque estimado em 40 dias para todos os produtos. As reposições são realizadas periodicamente no início do mês, com quantidades estipuladas no planejamento semestral, o que tem gerado elevados estoques de alguns itens e falta de outros nas lojas físicas. Tentando minimizar os estoques dessas lojas, foram recolhidos todas os produtos excedentes.

  Nesta ação, foram identificados vários produtos obsoletos e fora de No processo de distribuição para as lojas, alguns problemas de gestão têm deixado os responsáveis preocupados, a exemplo do alto número de avarias (13%) e extravios (5%). A transportadora, que é terceirizada, tem se eximido da responsabilidade e alega que tem rastreabilidade de todas as cargas que transporta, além de ter altos custos operacionais.

  Para a operação de comercialização eletrônica, a área de vendas também fica em São Paulo, e os produtos são distribuídos através do CD, porém, o transporte é da própria empresa, para o estado de São Paulo, e por isso o gestor de frotas espera formar carga (ter uma quantidade mínima) para poder realizar a expedição. Para pedidos fora do estado, é realizada a distribuição através da Agência Nacional de Correios e Telégrafos.

  Qualquer avaria detectada pelo cliente deste canal de distribuição permite a troca do produto, desde que o cliente faça uma solicitação eletrônica.

  Seu José, o diretor da Tudo Eletrônicos, tem uma grande vivência na área de vendas e, por esse motivo, a empresa cresceu rápido, mas a sua experiência em logística é quase zero. Na ponta da cadeia de suprimentos, os clientes vêm abrindo várias reclamações com relação à

  

Você deverá realizar um diagnóstico

mapeando os processos logísticos e

identificando quais são os possíveis

pontos de ocorrência das falhas.

  Dividir em grupos: Leitura e resolução de situações relacionadas ao conteúdo.

  

De forma bem simplificada (pois ainda estamos definindo o conceito de logística), é

demonstrado, a seguir, o fluxo (atividades necessárias) para que os produtos da Tudo

Eletrônicos chegue até o consumidor final.

É possível visualizar a cadeia de suprimentos e algumas atividades logísticas, tais como

transporte e estoque.

  RELATÓRIO

  Das atividades demonstradas, apenas a comercialização (propriamente dita) não é responsabilidade direta da logística, todas as demais que envolvem aquisição, movimentação e armazenagem, distribuição e transporte, e estoque são responsabilidades da logística.

  Os excessos de estoques podem acontecer em todos os elos (empresas) da cadeia, neste caso específico, no CD ou nas lojas. Os problemas de avarias e extravios podem ocorrer tanto na armazenagem como no transporte.

  

Estes vídeos demonstram vários conceitos logísticos

• Logística da Fedex. Disponível em: <https://youtu.be/q7mRP2r2gj0>.

  

Acesso em: 19 abr. 2016.

  • • Institucional Natura. Disponível em:

    <https://www.youtube.com/watch?v=JSdxG54jkns>. Acesso em: 19 abr. 2016.

  • • HUB Natura. Disponível em: <https://youtu.be/E5bQkf9jCiQ>.

  

Acesso em: 19 abr. 2016.

  

Entendendo o Conceito de Logística Integrada

QUALQUER ESTRATÉGIA.....Depende Da Logística Alinhada e Integrada

   Base: Marketing

  • – Logística como um Instrumento de
  • – Ferramenta Gerencial Capaz de Agregar Valor ( Serviços )

  Interface

Cooperação entre Marketing e Logística

Interface Marketing & Logística

  1. Revisar o desempenho da previsão.

  

2. Discutir as futuras ações de marketing planejadas e produtos

afetados.

  

3. Estabelecer futuras mudanças de mercado e a influência nas

previsões.

  4. Discutir problemas de abastecimento e as conseqüências.

  

5. Analisar a condição das medições de desempenho da previsão e

o estoque de segurança para diferentes produtos.

  6. Investigar novas possibilidades de melhoria.

  

Entendendo o Conceito de Logística Integrada

Marketing Mix – Composto Mercadológico

  Produto (Linha & Qualidade, Marca, Embalagem), Preço (Básico, Ofertas & Descontos, Créditos), Promoção (Propaganda) e Praça (Serviço - Canais)

  • 4 Variáveis (P’s):

   Logística como um sistema de componentes interligados

  • – trabalhando de forma coordenada
  • – com mesmo objetivo

   Trade-off

  • – Princípio da Compensações (Ver Figura dos 4 P’s)

   Componentes do Sistema Logístico :

  • – Serviço ao Cliente – Embalagem & Manuseio & Transporte & Armazenagem & Estoques – Processamento de Pedidos, Compras & Vendas – Informação

  BALANÇO DE CUSTOS NECESSÁRIO NO MARKETING E NA LOGÍSTICA Produto ting ke Preço Promoção ar Níveis de Serviço ao Consumidor

  M Custos de Manutenção do Inventário Transporte Custos de ica Quantidade de Lote Custos de Custos de Informação e Armazenamento Custos de íst Processamento de Pedido

  Log Objetivos da Logística: Minimizar os custos totais dado o objetivo do serviço ao consumidor onde os Custos Totais = Objetivos do Marketing : Alocar recursos para o marketing de forma a maximizar o lucro a longo-prazo da empresa. Custos de Transporte + Custos de Armazenamento + Custos de Informação e Processamento de 2008 Fundamentos de Logística Pedido + Custos de Quantidade de Lote + Custos de Manutenção do Inventário. Curso de Pós-graduação em Logística Empresarial

  A LOGÍSTICA TEM QUE CONSEGUIR CUMPRIR COM SEU PAPELExcelência Logística:

  :

  • – Busca de dois objetivos

   Redução de custos  Melhoria do nível de serviço ao Cliente :

   Quebra de Paradigma Antigo “Melhoria do nível de serviço implica em aumento do custo total”

   Exige:

  • – Grande esforço e criatividade
  • – Mudanças Culturais & Organizacionais

   Dimensões a serem desenvolvidas na Empresa:  Sucesso do Cliente  Integração Interna e Externa

   Processos baseados no Tempo

  • – : flexibilidade + resposta rápida

  novos produtos, recuperação de falhas

   Monitoramento e mensuração de desempenho (KPI’s)  Benchmarking (Melhoria Contínua)

  

Lote econômico é a quantidade ideal de

material a ser adquirida em cada

operação de reposição de estoque, onde o

custo total de aquisição, bem como os

respectivos custos de estocagem são

mínimos para o período considerado.

  Lote Econômico

  O conceito aplica-se tanto na relação de abastecimento pela manufatura para a área de estoque, recebendo a denominação de lote econômico de produção, quanto à relação de reposição de estoque por compras no mercado, passando a ser designado como lote

econômico de compras.

  Lote Econômico

  Prof.Adm.MSc.Antonino Salvatierra

Lote Econômico

  • Fatores pertinentes nas decisões

    quanto a estoques e seus volumes:
    • – É econômico estocar o item?
    • – É vantajoso estocar um item a custos altos com o objetivo de melhorar as relações com o(s) cliente(s)?

  

Lote Econômico

  • É econômico ou não estocar? Analisar se os custos de

  estocagem excedem os custos de compra ou de produção .

  • O Lote Econômico Vai Dizer o que?Que não é econômico estocar itens quando as necessidades médias, sejam dos clientes ou da produção, tenham um excesso

  correspondente à metade da quantidade econômica do pedido

  

Lote Econômico

Pergunta-chave: Quanto deve ser comprado ou fabricado de

cada vez?

  • Pouca quantidade é comprada / fabricada de cada vez,

  os custos com estoque serão baixos , porém muitos pedidos / lotes de fabricação serão feitos, e os custos relacionados a essas tarefa serão altos.

  • Se muita quantidade é comprada / fabricada de cada

    vez, os custos com pedidos ou preparação da , porém os níveis de estoque

  produção serão baixos serão altos, conseqüentemente, também serão altos os custos relacionados aos mesmos.

  

Lote Econômico

Curva do Custo Total Como exemplo de um dos pedidos de seus clientes:

A empresa para poder atender certa demanda do lote

econômico tinha como Custo de armazenagem por Peça/Ano

de R$2,10, sendo que o consumo de uma peça estava em

torno de 30.000 Unidade/Ano. O seu departamento de

pedidos calculou um custo de pedido estimado em R$700,00.

  

O fornecedor principal da empresa favoreceu dando

prioridade a reestruturação e liberou o preço unitário de

compra R$3,00. Diante da situação da formação do Lote

econômico de compra Calcule:

  2  B  C Q 

  I

  Se você quiser mais

algum esclarecimento

ou ajuda, não deixe de fazer contato!

  FUI...

  

Adm.antoninosalvatierra@gmail.com

Novo documento

Tags

Documento similar

CONJUGATION OF IRREGULAR VERBS BY NATIVE BRAZILIAN PORTUGUESE SPEAKING CHILDREN: A STUDY IN THE LIGHT OF LEXICAL PHONOLOGY AND MORPHOLOGY
0
1
22
A AQUISIÇÃO DAS VOGAIS PRETÔNICAS EM PORTUGUÊS BRASILEIRO
0
0
32
Souza-Cardoso e Boccioni: movimentos analógicos em confronto Souza-Cardoso and Boccioni: A Comparison of Similar Movements
0
0
16
Souza-Cardoso and Boccioni: A Comparison of Similar Movements Souza-Cardoso e Boccioni: movimentos analógicos em confronto
0
0
16
A vanguarda florentina de Lacerba e Portugal Futurista: afinidades e divergências The Florentine Vanguard of Lacerba and Portugal Futurista: Affinities and Differences
0
0
19
The Florentine Vanguard of Lacerba and Portugal Futurista: Affinities and Differences A vanguarda florentina de Lacerba e Portugal Futurista: afinidades e divergências
0
0
19
A ironia como zona de confronto entre diferentes vozesdizeres em comentários do Facebook Irony as a Zone of Confrontation between Different VoicesVoicings in Facebook Comments
0
0
23
Irony as a Zone of Confrontation between Different VoicesVoicings in Facebook Comments A ironia como zona de confronto entre diferentes vozesdizeres em comentários do Facebook
0
0
26
Novos percursos da ciência: as modificações da divulgação científica no meio digital a partir de uma análise contrastiva New Paths for Science: A Contrastive Discourse Analysis of Modifications in Popularizing Science through Digital Media
0
0
23
New Paths for Science: A Contrastive Discourse Analysis of Modifications in Popularizing Science through Digital Media Novos percursos da ciência: as modificações da divulgação científica no meio digital a partir de uma análise contrastiva
0
0
28
RETOMANDO A AULA ANTERIOR
0
0
55
RETOMANDO A AULA ANTERIOR
0
1
33
Exercicios AULA 5 Completo Just In Time e Inventarios Acuracia
0
0
7
RETOMANDO A AULA ANTERIOR
0
0
50
RETOMANDO A AULA ANTERIOR
0
0
29
Show more