A CONSTRUÇÃO SOCIAL DO MERCADO FAIR TRADE NO BRASIL E NO MUNDO

0
0
119
2 months ago
Preview
Full text

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS

  Rawls (2000), por seu turno, reconhece que cadaindividuo é um sujeito de direito capaz de representar a pluralidade das pessoas, o que contribui para o princípio da igualdade equitativa de oportunidade, que nãopresume que somos todos iguais, e sim que temos apenas as mesmas condições de acesso aos cargos e às condições de progresso. Já a teoria da imersão de Granovetter ajuda a explicar como um comércio que visa a garantiade renumeração justa e mais igualdade entre os agentes pode ser pensado através de uma economia que aceita e é permeada pelas as relações sociais de seusagentes que se estabelecem em redes, no caso do fair trade a certificação seria uma oficialização de participação na rede.

A CONSTRUđấO SOCIAL DO MERCADO FAIR TRADE NO BRASIL E NO MUNDO

  Rawls (2000), por seu turno, reconhece que cadaindividuo é um sujeito de direito capaz de representar a pluralidade das pessoas, o que contribui para o princípio da igualdade equitativa de oportunidade, que nãopresume que somos todos iguais, e sim que temos apenas as mesmas condições de acesso aos cargos e às condições de progresso. Já a teoria da imersão de Granovetter ajuda a explicar como um comércio que visa a garantiade renumeração justa e mais igualdade entre os agentes pode ser pensado através de uma economia que aceita e é permeada pelas as relações sociais de seusagentes que se estabelecem em redes, no caso do fair trade a certificação seria uma oficialização de participação na rede.

Novo documento