MECANISMOS PARA PROMOÇÃO DO REÚSO DE ÁGUA NAS INDÚSTRIAS DAS BACIAS DO ALTO IGUAÇU E AFLUENTES DO ALTO RIBEIRA (PR)

0
0
138
2 months ago
Preview
Full text

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁPROGRAMA DE PốS-GRADUAđấO EM TECNOLOGIA E SOCIEDADE MECANISMOS PARA PROMOđấO DO REÚSO DE ÁGUA NAS INDÚSTRIAS DAS BACIAS DO ALTO IGUAÇU E AFLUENTES DO ALTO RIBEIRA (PR)

CRISTIANE RATIER

MECANISMOS PARA PROMOđấO DO REÚSO DE ÁGUA NAS INDÚSTRIAS DAS BACIAS DO ALTO IGUAÇU E AFLUENTES DO ALTO RIBEIRA (PR) MECANISMOS PARA PROMOđấO DO REÚSO DE ÁGUA NAS

INDÚSTRIAS DAS BACIAS DO ALTO IGUAÇU E AFLUENTES DO ALTO RIBEIRA (PR)

  Dissertação apresentada no Programa de Pós- Graduação em Tecnologia e Sociedade, daUniversidade Tecnológica Federal do Paraná (Linha de Pesquisa: Tecnologia eDesenvolvimento) como requisito parcial para obtenção do Título de MestreOrientador: Prof. Após deliberação, a Banca Examinadora considerou o trabalho APROVADO (aprovado, aprovado comrestrições, ou reprovado).____________________________________ _______________________________________ Profª.

DEDICATÓRIA

AGRADECIMENTOS

  Sou grata a eles pela vida, pelo amor que me deram, por suaperene dedicação aos filhos e por todo Agradeço a todas as pessoas que tornaram este Mestrado possível, de um modo ou de outro. Aos profissionais Silvandro de Jesus Jorge, Sanny Mendes Louro, Elza Vicente de Carvalho e a toda a equipe da Tuiná System, agradeço por me oferecerem condições para eu vencer as tantas etapas da jornada.

Mecanismos para promoção do reúso de água nas indústrias das Bacias do Alto Iguaçu e Afluentes do Alto Ribeira (Pr):

  Como uma das práticas da gestão dos recursos hídricos, a adoção do reúso de água na indústria podecontribuir para a economia do insumo e a redução da poluição. O estudo parte da premissa de que a bonificação estabelecida pelo Comitê do Alto Iguaçu e Afluentesdo Alto Ribeira (COALIAR), na Resolução nº 05/2013, não tem efetividade para incentivar o reúso de água.

Alto Iguaçu e Afluentes do Alto Ribeira Basins (Pr): Dissertation of Master Degree in Tecnology and Society - Federal University of Technology- Paraná.

LISTA DE SIGLAS E ACRÔNIMOS

  Assim, na contextura da proteção aos recursos hídricos dos riscos, infere- se que é premente que sejam disseminados dados sobre os riscos de escassezhídrica e sobre a possibilidade de esgotamento dos recursos hídricos, pois a criação da consciência coletiva é o meio de modificar os padrões de desperdício e de mauuso da água. Quanto mais a gente consome mais a gente paga por metrocúbico, e a tarifa para a indústria também é diferenciada, isso obrigada a indústria a buscar outras fontes de água e usar bem a água: usar bem éusar a água nobre para beber e a água de menor qualidade – água de reúso – para usos industriais.

Relatório de Diagnóstico da Bacia do Alto Iguaçu. Curitiba: 2007. Disponível em:

  Dispõe sobre a Política Nacional doMeio Ambiente, seus fins e mecanismos de formulação e aplicação, e dá outras providências. Institui a Política Nacional deRecursos Hídricos, cria o Sistema Nacional de Gerenciamento de RecursosHídricos, regulamenta o inciso XIX do art.

Hidrográfica do Alto Iguaçu – PR. Dissertação apresentada como requisito parcial

  Dispõe sobre a instituição de Regiões Hidrográficas, BaciasHidrográficas e Unidades Hidrográficas de Gerenciamento de Recursos Hídricos doEstado do Paraná. Dispõe sobre critérios e normas gerais sobre a cobrança pelodireito de uso de recursos hídricos.

Nosso futuro comum. Tradução de Our common future. 1a ed. 1988. Rio de Janeiro:

Resolução nº 05, de 10 de abril de 2000. Estabelece diretrizes para a formação e funcionamento dos Comitês de

  Bacias Hidrográficas, de forma a implementar o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos. Resolução nº 54, de 28 de novembro de 2005.

Resolução nº 141, de 10 de julho de 2012. Estabelece critérios e diretrizes para implementação dos instrumentos de

  outorga de direito de uso de recursos hídricos e de enquadramento dos corpos deágua em classes, segundo os usos preponderantes da água, em rios intermitentes e efêmeros, e dá outras providências. “Discussão e deliberação sobre a minuta de resolução do enquadramento dos corpos d'água das bacias do Alto Iguaçu e Afluentes do AltoRibeira, discussão e deliberação sobre a minuta de resolução sobre os mecanismos de cobrança (...)”.

Decreto Municipal nº 293 de 22 de março de 2006. Dispõe sobre os critérios do uso e conservação racional de água nas edificações e dá outras

  Técnicas de pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas de pesquisa,elaboração, análise e interpretação de dados. Disponível em: Relações de poder e resistências na gestão territorial das bacias hidrográficas no estado do Paraná: o caso do Comitê de BaciasHidrográficas do Alto Iguaçu e Afluentes do Alto Ribeira Água na indústria - Uso racional e reúso.

Mapa das Bacias Hidrográficas do Paraná. 2006

  Considerando o cenário de escassez crescente de recursos naturais, para a promoção do reúso de água na indústria, são mais eficazes as normas/leis punitivas (multas) ounormas/leis que estabeleçam mecanismos de incentivos? Quando o Valortotal for inferior a 12 (doze) vezes o mínimo estabelecido no caput deste artigo, será efetuada a cobrança por meio de número de parcelas inferior a 12 (doze), de tal modo que o valor de cada parcela nãoseja inferior a 5 (cinco) vezes o mínimo estabelecido.

Novo documento

RECENT ACTIVITIES

Tags

Documento similar

Luana Hordones Chaves A ONU EM FACE DO RELATIVISMO CULTURAL: A ATUAÇÃO DO ALTO COMISSÁRIO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA OS DIREITOS HUMANOS (ACNUDH) E SEU ESCRITÓRIO
0
0
96
QUALIDADE DAS ÁGUAS NOS RIOS GUALAXO DO NORTE, GUALAXO DO SUL E DO CARMO, AFLUENTES DO ALTO RIO DOCE (WATU): METAIS, METALOIDES E ÍNDICE DE QUALIDADE DAS ÁGUAS
0
0
224
MODELAGEM MATEMÁTICA DA QUALIDADE DE ÁGUA PARA O ALTO RIO DAS VELHASMG
0
0
169
DESENVOLVIMENTO E REÚSO DE FRAMEWORKS COM BASE NAS CARACTERÍSTICAS DO DOMÍNIO
0
0
214
Dissertação de Mestrado INVESTIGAÇÃO DOS DEPÓSITOS FLUVIAIS E DE ENCOSTA EM BACIAS DE CABECEIRA DO ALTO RIO DAS VELHAS (MG) - SUBSÍDIOS PARA AVALIAÇÃO DA
0
0
150
CARACTERIZAÇÃO HIDROSSEDIMENTOLÓGICA E DOS PROCESSOS EVOLUTIVOS DE VOÇOROCA EM ÁREA DE ROCHAS GNÁISSICAS DO ALTO RIO DAS VELHAS (MG)
0
0
10
APLICAÇÃO E TÉCNICAS DE QUANTIFICAÇÃO DA INFILTRAÇÃO E DA RECARGA DE AQUÍFEROS DO ALTO RIO DAS VELHAS (MG)
0
0
160
DISSERTAÇÃO ANÁLISE DA QUALIDADE DA ÁGUA E DOS SEDIMENTOS DO ALTO
0
0
109
DO ALTO DO ESPIA: GENTIOS, CALHAMBOLAS E VADIOS NO SERTÃO DO CAMPO GRANDE - SÉCULO XVIII
0
0
173
REÚSO DE ÁGUA NAS CRISES HÍDRICAS E OPORTUNIDADES NO BRASIL
0
0
43
DO ARROZ, PARA AS MICRORREGIDES DO TRIÂNGULO MINEIRO E ALTO PARANAIBA
0
1
108
MODELO DE IDENTIFICAÇÃO DO CONHECIMENTO PROCEDIMENTAL DE ALTO DESEMPENHO PARA ATIVIDADE DE MODELAGEM DIGITAL 3D
0
0
162
DESENVOLVIMENTO DA CIDADE DE IPORANGA, VALE DO RIBEIRA – SP, E A INFLUÊNCIA DA CRIAÇÃO DO PARQUE ESTADUAL TURÍSTICO DO ALTO RIBEIRA
0
0
19
ANÁLISE DAS RELAÇÕES DO ARRANJO PRODUTIVO LOCAL (APL) DAS INDÚSTRIAS DE BICHOS DE PLUSH, PELÚCIA E ACESSÓRIOS PARA QUARTOS DE BEBÊS NAS CIDADES DE TABATINGA (SP) E DO DISTRITO DE CURUPÁ (SP)
0
0
10
AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE ÁGUA NO ALTO CURSO DO RIO XINGU: BACIA DO RIO DAS PACAS, QUERÊNCIA - MT DISSERTAÇÃO DE MESTRADO N
0
0
100
Show more