UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA KARINA MELLO BONILAURE

0
0
126
2 months ago
Preview
Full text

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ PROGRAMA DE PốS-GRADUAđấO EM ENSINO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA

  A coleta de dados foi feita a partirdos registros dos encontros de formação continuada no decorrer do primeiro ano de realização e de entrevistas individuais envolvendo professores que participaramintegralmente de todo o processo de formação continuada. e) cursos de pós-graduação stricto sensu de mestrado e doutorado, que Os objetivos acima acabam apresentando a proposta de uma instituição de amplitude, que procura contemplar, na sua concepção, a realidade da conjuntura dasociedade atual, nas demandas do mundo do trabalho e na necessidade de fazer existir uma escola possível para todos que precisam dela.

Vocational and Technical Education: the experience of IFPR – Campus

  A reflexão desencadeia um processo de tomada de decisões e de incorporação de novas posturas com o intuito de estabelecer estratégias de atuaçãoeficazes diante do papel que o professor assume na atualidade. e) cursos de pós-graduação stricto sensu de mestrado e doutorado, que Os objetivos acima acabam apresentando a proposta de uma instituição de amplitude, que procura contemplar, na sua concepção, a realidade da conjuntura dasociedade atual, nas demandas do mundo do trabalho e na necessidade de fazer existir uma escola possível para todos que precisam dela.

Outra questão importante é a linguagem pedagógica considerada, muitas vezes como um obstáculo para aquele que não está acostumado com tal “idioma”

  Nelalocalizam a possibilidade de aprenderem com colegas de trabalho, com alunos e de, refletindo sobre a sua própria docência, reformularem suaforma de agir e de ser. Constrói-se, também, pelo significado que cada professor,enquanto ator e autor confere à atividade docente no seu cotidiano a partir de seus valores, de seu modo de situar-se no mundo, de sua história devida, de suas representações, de seus saberes, de suas angústias e anseios, do sentido que tem em sua vida o ser professor.

Esse desejo é uma descoberta que nasce da reflexão e das relações que envolvem o ensino. O desejo de “ser professor” não pode ser dispensado. A

  E insistem: Os métodos tradicionais de ensino na engenharia parecem estar se esgotando como modelos adequados de formação de profissionais para adinâmica tecnológica e a diversidade das relações a que estamos submetidos, todos nós, profissionais da engenharia. Considerando que a reprodução não é reflexiva,precisa-se entender de onde se originam as práticas que se fixaram e quais são os resultados produzidos, para conduzir a busca de novos modelos.

Outro aspecto a ser analisado refere-se à representação que o engenheiro tem de si enquanto profissional. Há certo preconceito em relação ao ”professor”

  Observa- se que os discursos (de “reflexão“) são voltadosessencialmente para a avaliação dos alunos e para a responsabilização dos sistemas de ensino, sobretudo quando se trata de atribuição de culpabilidade com Quando se pensa em formação do professor em serviço, o ponto de partida deve ser sempre a reflexão crítica sobre a prática. Dependeu e depende de cada um assumir a própria formação, tendo a consciência quanto às competências que precisa incorporar na sua ação profissionale tendo a clareza de que a formação efetiva-se na relação com seus pares, no reconhecimento de suas limitações e no aprendizado com a experiência alheia.

Nesses casos, a relação vai sendo construída por tentativas de adaptação. O entrevistado P2 menciona na sua fala: "Surgiu o concurso e eu falei: vou fazer…

  E, ainda, comenta P2: "O momento que temos aconsciência do que é ser professor não se dá pra dizer quando foi, mas o que ajuda muito é o contato com o aluno, na sala de aula e fora da sala de aula.” (ProfessorP2). O desafio de aprender a desenvolver suas potencialidades de comunicação interpessoal, de desenvolver a capacidade de compreender e fazer-secompreendido, aproxima o professor do aluno e o faz perceber sua importância na formação integral do outro.

Tardif (2012) chama de ”choque de realidade”, ao descrever os conflitos e os desafios da fase inicial da docência

  Quando se tem comohorizonte que os educadores se formem e se desenvolvam como humanos, essa aprendizagem apenas se dará se for criado um clima de interação emque as pessoas aprendam umas das outras, aprendem dos adultos e dos semelhantes ao que elas são os significados que dão os valores esentimentos, as emoções, os saberes, as competências que aprenderam e os processos como as aprenderam. Diante da complexidade no que tange a formação de professores para atuação na Educação Profissional e Tecnológica, o tema foi considerado importante,no sentido de contribuir para a formação do profissional professor e de criar espaços de reflexão sobre a prática pedagógica.

CADERNO DE ORIENTAđỏES METODOLốGICAS

  Entretanto, acredito que a mobilização coletiva no sentido de se refletir continuamente sobre a ação pedagógica e, especialmente, fazê-lo a partir dosproblemas enfrentados no cotidiano, podem nos levar a um patamar de proposição de propostas significativas, inovadoras e revolucionárias. Portanto, o conviteousado de transformação das práticas obsoletas, que surge a partir da adoção de novas posturas diante da concepção de Ciência, de opções metodológicas e que sedá através do diálogo e da colaboração, tem estreita relação com a compreensão que o professor tem de si mesmo.

Ações do Formador Ações do Grupo Comentário

  A instituição que abraça a proposta dá passos Garantir o apoio da Gestão e a participaçãoimportantes no sentido de fortalecer a adesão de integral da Equipe Pedagógica.toda a equipe Os intervalos não podem ser muito longos para Estabelecer os horários da formação continuada Propor a frequência e duração dos encontros.garantir o comprometimento. As estratégias de experiências, palestra de um convidadosão ferramentas para favorecer o diálogo e a experiente, relato de alunos e pais, vídeos etroca de conhecimentos e experiências.outras mídias, trabalhos em grupo, visitas, pesquisas, dinâmicas e outros.

Novo documento

RECENT ACTIVITIES

Tags

Documento similar

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E CIÊNCIA DE MATERIAIS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA E CIÊNCIA DE MATERIAIS
0
0
98
CENTRO DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA INSTITUTO NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA SOBRE COMPORTAMENTO, COGNIÇÃO E ENSINO (INCT-ECCE)
0
0
72
MINISTÉRIO DO ENSINO SUPERIOR, CIÊNCIA E TECNOLOGIA
0
0
26
UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA MESTRADO PROFISSIONAL
0
0
62
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE TECNOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS
0
0
114
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE TECNOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS GILCIANE VERGOLINO AMÉRICO
0
0
71
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE TECNOLOGIA PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS (PPGCTA)
0
0
63
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE TECNOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS
0
0
96
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE TECNOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS SUENNE TAYNAH ABE SATO
0
0
85
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE TECNOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS
0
0
109
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE TECNOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS (PPGCTA) LETÍCIA ROCHA GUIDI
0
0
176
UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA MESTRADO PROFISSIONAL
0
0
161
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO
0
0
7
UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA MESTRADO PROFISSIONAL
0
0
220
UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA MESTRADO PROFISSIONAL
0
0
177
Show more