A QUESTÃO DA SAÚDE DOS TRABALHADORES NA PERSPECTIVA HISTÓRICO-ONTOLÓGICA

0
0
181
2 months ago
Preview
Full text

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS

  Marziale e Rodrigues Segundo dados do CDC, a estimativa anual de acidentes percutâneos com trabalhadores da saúde nos hospitais é de 384.325 casos, e o risco decontaminação com o vírus HIV (AIDS) é de 0,3%, vírus HBV (Hepatite B) é de 6% a 30%, e o risco de contaminação é de 0,5% a 2% para o HCV(Hepatite C) (MARZIALE; RODRIGUES, 2002, 572-3). A falta de condições de higiene e a falta decondições mínimas para se viver configuravam o cenário perfeito para o desenvolvimento de uma diversidade de doenças infecciosas: “Não se pode duvidar de que a causa da persistência e propagação do tifo é a excessiva aglomeração de seres humanos e a falta de higiene em suasmoradias.

Divisão de Tratamento Técnico

  Marziale e Rodrigues Segundo dados do CDC, a estimativa anual de acidentes percutâneos com trabalhadores da saúde nos hospitais é de 384.325 casos, e o risco decontaminação com o vírus HIV (AIDS) é de 0,3%, vírus HBV (Hepatite B) é de 6% a 30%, e o risco de contaminação é de 0,5% a 2% para o HCV(Hepatite C) (MARZIALE; RODRIGUES, 2002, 572-3). A falta de condições de higiene e a falta decondições mínimas para se viver configuravam o cenário perfeito para o desenvolvimento de uma diversidade de doenças infecciosas: “Não se pode duvidar de que a causa da persistência e propagação do tifo é a excessiva aglomeração de seres humanos e a falta de higiene em suasmoradias.

Novo documento