PAULO RAFAEL FENELON ABRÃO MECANISMO DE DESESENVOLVIMENTO LIMPO (MDL) NO SETOR SUCROALCOOLEIRO: ANALISE DA ETAPA DA QUEIMA DO BAGAÇO DA CANA

0
0
52
2 months ago
Preview
Full text

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS

  A Universidade Católica de Goiás e seus funcionários. A todos que de alguma forma contribuíram para realização desta dissertação.

PAULO RAFAEL FENELON ABRÃO

  A Universidade Católica de Goiás e seus funcionários. A todos que de alguma forma contribuíram para realização desta dissertação.

Súplica pela natureza

  Estudos mostramque a adição de vinhaça aumenta a produção de cana a curto e longo prazo, porém o transporte para lugares mais distantes torna maior o custo de produção(RESENDE et al, 2005) e não contribui para a contaminação do solo por metais pesados como Cd, Cr, Ni e Pb durante três anos de aplicação (CAMILOTTI et al,2007). Estudos de cinzas obtidas do bagaço de cana-de-açúcar realizados por o Cordeiro, Toledo Filho e Fairbairn (2009) mostraram que o produto obtido a 600 C possui alto ter de sílica (60,96% em massa), 5,97% de CaO, 9,02% de K O, 8,65% 2 de MgO, 8,34% de P O e Na O, MnO, Al O e Fe O , com teores inferiores a 1%.

RECENT ACTIVITIES

Tags

Documento similar

ANALISE DO CURRfcULO DO CURSO DE BIBlIOTECONOMIA DA UFSC
0
0
55
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUCSP RAFAEL DA GAMA
0
0
153
O PAPEL DO TRIBUNAL DE CONTAS NO FORTALECIMENTO DA TRANSPARÊNCIA NO SETOR PÚBLICO
0
0
19
JOÃO MARCOS MARTINS BEZERRA ESTUDO DO POTENCIAL ENERGÉTICO DE BRIQUETES PRODUZIDOS A PARTIR DE RESÍDUOS DA CASCA DE COCO VERDE E BAGAÇO DE CANA
0
0
41
USO DE CINZA DE BAGAÇO DE CANA-DE-AÇÚCAR EM CIMENTO PORTLAND COMO MECANISMO DE DESENVOLVIMENTO LIMPO
0
0
120
INFLUÊNCIA DA MINERALOGIA NA ETAPA DE SEPARAÇÃO DA LAMA VERMELHA NO PROCESSO BAYER
0
0
113
RESÍDUOS DE PNEUS E DA QUEIMA DO BAGAÇO DA CANA-DE-AÇUCAR NA FABRICAÇÃO DE BLOCOS DE CONCRETO PARA PAVIMENTAÇÃO (PAVERS)
0
0
174
VINÍCIUS ABRÃO DA SILVA MARQUES
0
0
77
DERIVATIZAÇÃO QUÍMICA E CARACTERIZAÇÃO DE UMA LIGNINA DO BAGAÇO DA CANA DE AÇÚCAR
0
0
92
EVOLUÇÃO DA DÍVIDA E DA NECESSIDADE DE FINANCIAMENTO DO SETOR PÚBLICO NO BRASIL (1995-2016): UM BALANÇO DO PERÍODO PÓS-REAL
0
0
30
AVALIAÇÃO DA INCERTEZA DE MEDIÇÃO NO SETOR MÉDICO-HOSPITALAR
0
0
171
O MECANISMO DE DESENVOLVIMENTO LIMPO
0
0
136
EVIDENCIAÇÃO VOLUNTÁRIA DO CAPITAL INTELECTUAL NOS RELATÓRIOS DA ADMINISTRAÇÃO EM EMPRESAS DO SETOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E DO SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES NO ANO DE 2007
0
0
58
A CONTRIBUIÇÃO DA ATUAÇÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO NO APRIMORAMENTO DA GOVERNANÇA REGULATÓRIA DO SETOR DE INFRAESTRUTURA NO BRASIL
0
0
81
MÁRCIA MARIA SILVA DE LIMA O USO DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL NO SETOR SUCROALCOOLEIRO: Um Estudo nas Indústrias de Alagoas
0
0
107
Show more