REGULAMENTO OQRJ - EP (Olimpíada de Química do Rio de Janeiro - Escolas Públicas) I- ​ ​PARTICIPANTES:

Livre

0
0
13
1 year ago
Preview
Full text

  Regulamento  

Olimpíada de Química das Escolas Públicas do Estado do Rio de Janeiro  

   

Luis Carlos de Abreu Gomes 

  

(Colégio Pedro II, luis.quimica@cp2.g12.br) 

Paulo Chagas 

  

(IFRJ, paulo.chagas@ifrj.edu.br) 

Rio de Janeiro, 10.10.2016  INTRODUđấO 

  A Olimpíada de Química é um evento consolidado no Rio de Janeiro e no Brasil, com a participação de alunos das três séries do Ensino Médio, em todo o país. No intuito de estimular ainda mais a participação neste certame, a Coordenação Geral da Olimpíada de Química do Rio de Janeiro apresenta a Olimpíada de Química do Rio de Janeiro - Escolas Públicas, voltada exclusivamente, para as escolas públicas estaduais e municipais do Estado do Rio de Janeiro, em parceria com a Secretaria Estadual de Educação do Estado do Rio de Janeiro.

  PROPOSTA 

REGULAMENTO OQRJ - EP (Olimpíada de Química do Rio de Janeiro - Escolas

Públicas)

  I- ​ ​PARTICIPANTES:

  Art. 1º A Olimpíada de Química do Rio de Janeiro - Escolas Públicas (OQRJ - EP) é dedicada aos alunos que estejam regularmente matriculados nos colégios e/ou instituições públicas estaduais e municipais de Ensino Médio do Estado do Rio de Janeiro.

  

Parágrafo Único. Não é permitida a participação de alunos do Ensino

Fundamental, de qualquer instituição de ensino, pública ou privada.

II- OBJETIVOS:

  o ​

  Art. 2 ​ A OQRJ - EP tem como objetivos principais: 1. despertar e estimular o interesse pela Química; 2. proporcionar desafios aos estudantes; 3. identificar os estudantes talentosos em Química, preparando-os para as olimpíadas nacional (Olimpíada Brasileira de Química) e internacionais (OIAQ -

  Olimpíada Ibero Americana de Química, e IChO ​International Chemistry Olimpiad

  ​), estimulando-os a seguir carreiras científico-tecnológicas ou carreiras na área de licenciatura ou bacharelado em Química e/ou Engenharia Química e áreas afins; 4. influenciar na melhoria do Ensino de Química das escolas públicas.

  III- MODALIDADES: o

  Art. 3 A OQRJ - EP será realizada anualmente em três modalidades, de acordo ​ com a escolaridade do aluno:

  

Modalidade EM1- ​para alunos regularmente matriculados na 1ªsérie do Ensino

Médio, quando da realização da prova da OQRJ - EP.

Modalidade EM2 - para alunos regularmente matriculados na 2ª série do Ensino

Médio, quando da realização da prova da OQRJ - EP.

Modalidade EM3 - ​para alunos regularmente matriculados na 3ª série do Ensino

Médio, quando da realização da prova da OQRJ - EP.

  IV- FASES: o ​

  Art. 4 A OQRJ - EP será realizada em fase única no segundo semestre, em data e ​ horário a ser determinados, anualmente, pela Coordenação Geral da OQRJ - EP, em parceria com a Secretaria de Educação do Estado do Rio de Janeiro (SEEDUC).

  V- ​ ​ESTRUTURA DA PROVA: o ​

  Art. 5 Para todas as modalidades, ter-se-á uma prova objetiva com 25 questões, ​ com duração de 03:00h (três horas), improrrogáveis.

  VI- ​ ​ELABORAđấO DAS PROVAS E RESPONSABILIDADES DA BANCA: o ​

  Art. 6 A Banca Examinadora, composta, exclusivamente, por membros da Comissão ​

  Organizadora da OQRJ - EP, será responsável por: 1. elaborar as questões e suas respectivas soluções das provas das três modalidades; 2. submeter o trabalho aos demais membros da comissão para verificação da adequação; 3. divulgar o gabarito da prova objetiva no dia seguinte a aplicação da OQRJ - EP.

  VII- ​ ​COORDENAđỏES: o ​

  Art. 7 As Coordenações (Estadual e na Instituição) são responsáveis pela elaboração, ​ preparo, aplicação e divulgação de resultados da OQRJ -EP.

  ​ o

  Parágrafo 1 A Coordenação Estadual tem poder decisório sobre qualquer situação ​ conflitante que venha a ocorrer na OQRJ - EP.

  o ​

  Parágrafo 2 A Coordenação na Instituição: Cada instituição de ensino deverá indicar ​ um(a) professor(a), que será denominado(a) representante da OQRJ - EP na instituição. Este representante estará em permanente contato com a Comissão Organizadora, e deverá estar ciente do presente regulamento e de quaisquer alterações que nele possam vir a ocorrer.

  o ​

  Art. 8 Responsabilidade da Coordenação na Instituição: ​

  o ​

  Parágrafo 1 A manutenção do sigilo das provas que serão enviadas com antecedência ​ em arquivo digital, via correio eletrônico. Haverá punições à instituição de ensino, determinadas pela Comissão Organizadora, em caso de ocorrência de qualquer tentativa de divulgação das questões das provas antes da data e horário previstos para sua aplicação.

  o ​

  Parágrafo 2 O representante da OQRJ - EP na instituição é responsável pela correção ​ das questões objetivas de acordo com o gabarito oficial divulgado pela Comissão

  Organizadora, e pelo envio das notas com os ​nomes completos ​dos alunos correspondentes, através da planilha própria, que será enviada junto com o gabarito pela Comissão Organizadora, na data pré-estabelecida em calendário.

  o ​

  Parágrafo 3 ​ O preenchimento da planilha de resultados da 1ª fase deve ser feito

  

em ordem decrescente de pontuação, e havendo mais de um aluno com a mesma

pontuação, o critério deve ser apenas a ordem alfabética dos nomes.

  VIII- ​ ​REALIZAđấO DA OQRJ - EP: o

  Art. 9 A OQRJ - EP será realizada em todas as instituições inscritas, no dia e horário ​ estabelecidos pela Comissão Organizadora.

  ​ o

  Parágrafo 1 A responsabilidade do recebimento da prova, impressão, aplicação, ​ correção das questões e transmissão dos dados à Comissão Organizadora no prazo estipulado é, exclusivamente, do representante da OQRJ - EP na instituição.

  o ​

  Parágrafo 2 Alunos de instituições públicas de ensino, que não tenham se inscrito ​ para realizar a OQRJ - EP, podem solicitar à Comissão Organizadora para fazer a prova sob sua responsabilidade direta, se por qualquer razão não for possível fazer a prova na sua instituição de ensino. Este pedido deve ser realizado com antecedência mínima de 20 dias da realização da prova.

  I. Cabe a Comissão Organizadora, em conjunto com a SEEDUC – RJ analisar se tal pedido é viável e procedente.

  II. Sendo o pedido viável e procedente, a Comissão Organizadora irá indicar ao aluno, por correio eletrônico, o local em que deverá realizar a prova.

IX- A PARTICIPAđấO NA OBQ:

  o

  Art. 10 Os cinco primeiros colocados na classificação final da OQRJ - EP nas ​ modalidades EM1 e EM2 serão inscritos na Olimpíada Brasileira de Química (OBQ) do ano posterior, respectivamente, nas modalidades A e B. Caso algum aluno destes dez classificados desista previamente de participar, o aluno premiado seguinte na modalidade de desistência será convidado a participar.

  o ​

  Parágrafo 1 Este quantitativo de 10 alunos é o número de vagas reservado pela ​

  OQRJ, para os colégios estaduais ou municipais, na inscrição da OBQ. Desta forma, poderá haver 5 alunos de cada modalidade (EM1 e EM2), ou um quantitativo diferente deste, desde que, o total de alunos de colégios estaduais ou municipais inscritos na OBQ não ultrapasse 10 alunos.

  o ​

  Parágrafo 2 A prova nacional da OBQ (fase III) será realizada na data estipulada ​ pela Coordenação Nacional das Olimpíadas de Química, em local a ser divulgado pela Comissão Organizadora da OQRJ. Cabe à Comissão Organizadora da OQRJ, aplicar a prova da fase III da OBQ e enviar as provas para a Coordenação Nacional das Olimpíadas de Química, que efetuará a correção das mesmas.

X- CRITÉRIOS DE INSCRIđấO:

  o

  Art. 11 ​ A inscrição da instituição pública, conforme o presente regulamento, para sua participação na OQRJ - EP deverá ser feita, no período estipulado no calendário anual, pela Comissão Organizadora, através do preenchimento da ficha de inscrição do colégio e seu envio para o correio eletrônico da OQRJ - EP (oqrj.ep@gmail.com).

  o ​

  Parágrafo 1 Mesmo que a instituição pública já tenha se cadastrado junto à OQRJ - ​ EP em anos anteriores, ela deverá preencher a ficha de inscrição novamente.

  o ​

  Parágrafo 2 ​ Cada instituição poderá inscrever todos os estudantes interessados. Não há limitação no número de alunos por instituição e todo aluno que assim o desejar, deve participar. Não é necessário enviar os nomes dos alunos que participarão da OQRJ - EP.

  o ​

  Parágrafo 3 A existência da OQRJ - EP deverá ser amplamente divulgada na ​ instituição cadastrada.

  o ​

  Parágrafo 4 ​ A inscrição da instituição será feita apenas pelo representante da mesma, no prazo estipulado pela Comissão Organizadora.

  o ​

  Parágrafo 5 Somente a instituição deverá inscrever os alunos no certame .A instituição ​ poderá fazer uma inscrição interna, com critério próprio, para quantificar quantos alunos irão participar da OQRJ - EP.

  o ​

  Parágrafo 6 ​ A participação da instituição pública na OQRJ - EP, não impede a sua participação na OQRJ. Os alunos poderão participar das duas olimpíadas (OQRJ e OQRJ - EP) e assim aumentar sua chance de participar da OBQ no ano seguinte, no caso dos alunos inscritos nas Modalidades EM1 e EM2.

XI- A PONTUAđấO E O CRITÉRIO PARA CORREđấO:

  Art. 12 ​º As 25 questões objetivas terão o valor de 4,00 pontos cada, e sua correção será de responsabilidade do representante da OQRJ - EP na instituição, com base no gabarito enviado pela Comissão Organizadora. Art. 13º A classificação final da OQRJ - EP será dada em ordem decrescente de Nota Final, que variará de 0,00 (ZERO) a 100,00 (CEM) pontos.

XII- PEDIDOS DE REVISÃO DE PROVA:

  Art. 14º O pedido de revisão do gabarito da prova deverá ser feito, exclusivamente, pelo professor/coordenador da instituição de ensino do aluno, em até 48 horas após a divulgação do gabarito da mesma.

  ​ o

  Parágrafo 1 O pedido deverá ser realizado, pelo correio eletrônico da OQRJ - EP ​ (oqrj.ep@gmail.com).

  o ​

  Parágrafo 2 O resultado da revisão será divulgado no site da OQRJ ​

  (https://sites.google.com/site/olimpiadadequimicarj/), em até cinco dias úteis após o encerramento do prazo de solicitação da revisão.

XIII- CURSO DE APROFUNDAMENTO VISANDO A OBQ:

  Art. 15º. Será oferecido aos cinco alunos mais bem classificados nas Modalidades EM1 e EM2 da OQRJ - EP um curso de aprofundamento, visando à realização da prova da fase III da OBQ, Modalidades A e B do ano seguinte.

  o ​

  Parágrafo 1 ​ O curso será ministrado no ano de realização da prova da OBQ (ano seguinte da realização da OQRJ - EP), em local, data e período a ser divulgado pela Comissão Organizadora no site da OQRJ, até o dia 20/04.

  o ​

  Parágrafo 2 ​ O curso de aprofundamento também é oferecido aos alunos medalhistas da OQRJ, nas modalidades EM1 e EM2, bem como aos alunos medalhistas na OBQJr do ano anterior à realização da OBQ

XIV- A PREMIAđấO:

  Art. 16º Serão oferecidas aos alunos, Medalhas de Ouro, Prata e Bronze e Certificados de Participação.

  ​ o

  Parágrafo 1 As quantidades de medalhas oferecidas serão determinadas pela ​

  Comissão Organizadora em conjunto com a SEEDUC – RJ, em função do resultado final.

  Esta declaração deverá ser solicitada pelo correio eletrônico da OQRJ

  Parágrafo 2 ​

  o ​

  Poderão ser oferecidas Menções Honrosas a critério, exclusivamente, da SEEDUC – RJ.

  Parágrafo 3 ​

  o ​

  A Comissão Organizadora da OQRJ - EP oferecerá, mediante pedido formal, declaração ao professor/coordenador representante da instituição de ensino junto a OQRJ - EP, para engrandecimento de seu currículo. Parágrafo 4

  ​

  o ​

  • EP (oqrj.ep@gmail.com), após a divulgação do resultado final. A mesma será entregue na Cerimônia de Encerramento. .

XV- A CERIMÔNIA DE ENCERRAMENTO

  Art. 17º A cerimônia de premiação da OQRJ - EP será realizada em local e data a serem determinados pela SEEDUC – RJ, em conjunto com a Comissão Organizadora.

XVI- CASOS OMISSOS

  Art. 18 ​º

  Os casos omissos serão resolvidos internamente na Comissão Organizadora.

XVI- ANEXOS 1) ​ ​O CADASTRAMENTO DA INSTITUIđấO:

  Qualquer instituição pública de ensino médio do estado do Rio de Janeiro, vinculada ao Estado ou aos municípios poderá se cadastrar para participar da OQRJ - EP. A inscrição deverá ser feita pelo e-mail: oqrj.ep@gmail.com, ou em local indicado pela Comissão Organizadora.

  2) ​ ​A CONTRAPARTIDA DOS COLÉGIOS:

  A Comissão Organizadora solicita às instituições a colaboração para tornar exequível a realização da OQRJ - EP nos seguintes aspectos: 1. nomear um professor e/ou coordenador representante da OQRJ - EP na instituição; 2. incluir no calendário oficial da instituição a data da OQRJ - EP, para que não haja colisões com as atividades da instituição; 3. reproduzir as provas da OQRJ - EP para os alunos participantes; 4. promover a divulgação das atividades da OQRJ - EP; 5. organizar a infraestrutura para a realização das provas e 6. envolver os professores e alunos nas atividades da OQRJ - EP.

  

3) SEQUÊNCIA DE PROCEDIMENTOS DOS REPRESENTANTES E

COORDENADORES DAS INSTITUIđỏES:

  1. no início do ano letivo, divulgar a realização da OQRJ - EP; 2. as escolas se inscrevem por correio eletrônico (oqrj.ep@gmail.com), ou através do sítio indicado pela Comissão Organizadora; 3. os representantes em cada colégio recebem a prova em arquivo digital próprio, através do correio eletrônico indicado por eles; 4. os representantes das instituições providenciam a impressão e a aplicação da prova, a correção (de acordo com o gabarito divulgado após a realização da prova). Em seguida, transmite o resultado à Comissão Organizadora, constando o nome e a pontuação de cada aluno, através da planilha que será enviada junto com o gabarito;

  4) ​ ​CALENDÁRIO:

  O calendário da OQRJ - EP será determinado, anualmente, pela Comissão Organizadora em conjunto com a SEEDUC – RJ. O mesmo será divulgado por correio eletrônico, pela SEEDUC – RJ, e será postado no sítio da OQRJ (https://sites.google.com/site/olimpiadadequimicarj/). CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 

MODALIDADE EM1

  1. Matéria, elemento químico, substância e mistura. Processos de fracionamento de misturas. Alotropia. Propriedades físicas: ponto de fusão, ponto de ebulição e densidade. Critérios de pureza. Fenômenos físicos e químicos. 2. Átomo: prótons, nêutrons, elétrons. Isótopos, isóbaros, isótonos e isoeletrônicos.

  3. Modelos atômicos: modelo mecânico-clássico e mecânico-ondulatório. Configurações eletrônicas.

  4. Tabela periódica: nomes e símbolos dos elementos; Grupos e períodos. Propriedades periódicas. Classificação dos elementos em metais, não-metais, gases nobres e elementos de transição.

  5. Ligações químicas: regra do octeto-dueto, ligações iônicas, covalentes, metálicas e forças intermoleculares. Polaridade das moléculas e das ligações. Fórmulas eletrônicas (Lewis) e estrutural. Geometria molecular. Solubilidade.

  6. Radioatividade: características das radiações alfa, beta, gama, raios-X. Séries radioativas, meia-vida. Efeitos biológicos das radiações.

  7. Química ambiental: chuva ácida, camada de ozônio, poluição do ar, poluição da água.

  8. Química Verde – princípios básicos.

MODALIDADE EM2

  CONTEÚDO INTEGRAL DA MODALIDADE EM1 e: 1. Número de oxidação: nox fixos e variáveis. Carga real.

  2. Funções inorgânicas: nomenclatura de ácidos, bases, sais, óxidos e hidretos. Propriedades químicas das principais funções inorgânicas.

  3. Reações químicas: Leis Ponderais. Estequiometria simples. Balanceamento por tentativas e redox. Classificação das reações: síntese, análise, deslocamento, dupla troca, óxido-redução.

  4. Soluções: soluções verdadeiras e soluções coloidais. Solubilidade em função da temperatura. Principais unidades de concentração. Cálculos de diluição e mistura. Titulometria.

  5. Termoquímica: reações endotérmicas e exotérmicas. Entalpia: lei de entalpia de reação (formação, combustão, neutralização).

MODALIDADE EM3

  CONTEÚDO INTEGRAL DA MODALIDADE EM2 e:

  1. Cinética Química. Velocidade de reação: fatores que influem na velocidade das reações. Lei da ação das massas. Ordem de reação e molecularidade. Lei de velocidade. Energia de ativação. Catálise.

  2. Equilíbrio químico homogêneo. Constante de equilíbrio. Deslocamento de equilíbrio: princípio de Le Chatelier. 3. pH e pOH. 4. Átomo de carbono. Tipos de carbono. Carbono assimétrico. Cadeias carbônicas. Classificação de cadeias carbônicas.

  5. Fórmula bastão e fórmula molecular de compostos orgânicos.

  6. Funções orgânicas: nomenclaturas (oficial e usual).

  PROCEDIMENTOS 

  1. Divulgação da Comissão Organizadora e da SEEDUC;

  2. Inscrição da Escola pela instituição de ensino;

  3. Aplicação, Correção, Envio de Planilhas;

  4. Divulgação de Gabarito;

  5. Pedido de Revisão;

  6. Divulgação de Resultados Finais;

  7. Cerimônia de Encerramento DATAS  Evento Prazo Sujeito da Ação

  Comissão Organizadora e Divulgação Geral Junho, Julho e Agosto.

  SEEDUC - RJ Inscrição da Escola 05/06 a 18/08 Representante Local

  Aplicação de Provas 2º semestre (após 31/08) Representante Local Até 15 dias após a

  Correção de Provas Representante Local aplicação da prova.

  Até 15 dias após a Envio de Planilhas

  Representante Local aplicação da prova. 72h após aplicação da

  Comissão Organizadora Divulgação de Gabarito prova.

  Até 48h após divulgação Representante Local e/ou Pedido de Revisão do gabarito oficial. Aluno Interessado

  Divulgação de Resultados A partir de 16/11. Comissão Organizadora

  Finais Comissão Organizadora e

  Cerimônia de Dezembro

  SEEDUC - RJ Encerramento RESULTADOS 

  Os resultados esperados são aqueles propostos nos objetivos. Entendemos que o trabalho conjunto da Comissão Organizadora da OQRJ, da SEEDUC - RJ, dos professores e alunos das instituições de ensino são fundamentais para o sucesso da OQRJ - EP.

  Ao transformar os alunos e professores da rede pública de ensino do Rio de Janeiro em atores de um movimento que busca a qualidade de ensino, vislumbra-se a ideia da mudança do próprio sujeito. A Educação, como dizia o mestre Paulo Freire, por si só não muda uma nação. Uma nação é mudada por pessoas. A Educação muda pessoas. Acreditamos firmemente que a Educação pública, de qualidade, laica e gratuita é um direito do cidadão e um dever do estado. Nossa contribuição é baseada na nossa firme convicção que os avanços sociais de um povo passam pela Educação.

  CONCLUSÕES 

  O apoio aos professores das escolas públicas por parte da Comissão Organizadora da OQRJ, com apoio da SEEDUC - RJ, pode ser o caminho para a melhora na qualidade das aulas de Química, de forma que os alunos se sintam mais familiarizados e assim venham a ter interesse em seguir carreira científica-tecnológica ou na licenciatura em Química e áreas afins.

  O investimento nas escolas públicas deve ser contínuo, assim como as cobranças por parte dos professores, técnicos administrativos e alunos, para que num futuro próximo possamos realmente ter uma sociedade justa, sem diferenças de quaisquer tipos, e onde as pessoas possam cuidar da Natureza e de seus semelhantes.

Novo documento

Tags

Documento similar

Mortalidade por AIDS no Estado do Rio de Janeiro - 1991 a 1995.
0
2
12
Leishmaniose visceral na cidade do Rio de Janeiro - Brasil.
0
3
13
Leishmaniose visceral canina no Rio de Janeiro - Brasil.
0
2
15
Itinerários abortivos em contextos de clandestinidade na cidade do Rio de Janeiro - Brasil.
0
4
10
O treinamento de merendeiras: análise do material instrucional do Instituto de Nutrição Annes Dias - Rio de Janeiro (1956-94).
0
7
26
Universidade Estadual do Rio de Janeiro Departamento de Química Geral e Inorgânica
0
0
82
Universidade Estadual do Rio de Janeiro Departamento de Química Geral e Inorgânica
0
0
127
Universidade do Estado do Rio de Janeiro Instituto de Química Departamento de Operações e Processos Industriais
0
1
55
Química mineral, cristalização e deformação de granitos sintectônicos brasilianos da região de Arrozal, SW do Rio de Janeiro
0
1
13
TESES E DISSERTAÇÕESTHESIS AND DISSERTATIONS Museu NacionalUniversidade Federal do Rio de Janeiro - MNUFRJ
0
1
19
Rua Domingos Ferreira, 144 502 22050.012 Rio de Janeiro - RJ - Brasil Telefax (21) 2547-5453
0
6
181
Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ Instituto de Ciências Biomédicas – ICB Programa de Graduação em Histologia
0
0
46
Comissão Nacional de Energia Nuclear Rua General Severiano, 90 - Botafogo - Rio de Janeiro - RJ - CEP 22290-901 www.cnen.gov.br
0
0
19
Comissão Nacional de Energia Nuclear Rua General Severiano, 90 - Botafogo - Rio de Janeiro - RJ - CEP 22294-900 http:www.cnen.gov.br
0
0
18
Comissão Nacional de Energia Nuclear Rua General Severiano, 90 - Botafogo - Rio de Janeiro - RJ - CEP 22290-901 www.cnen.gov.br
0
0
29
Show more