Feedback

Citocinas Próinflamatórias

Alterações comportamentais, estruturais e níveis de fatores neurotróficos e citocinas em modelo experimental de parkinsonismo: efeitos do exercício físico

... COMPORTAMENTAIS, ESTRUTURAIS E NÍVEIS DE FATORES NEUROTRÓFICOS E CITOCINAS EM MODELO EXPERIMENTAL DE PARKINSONISMO: EFEITOS DO EXERCÍCIO FÍSICO Universidade Federal De Minas Gerais Belo Horizonte 2013 Roseane Marques Ribeiro ALTERAÇÕES COMPORTAMENTAIS, ESTRUTURAIS E NÍVEIS DE FATORES NEUROTRÓFICOS E CITOCINAS EM MODELO EXPERIMENTAL DE PARKINSONISMO: EFEITOS ... níveis de citocinas ................... 94 5.4 Modelo experimental de indução de parkinsonismo por infusão intranasal de MPTP ......................................................................................... 96 5.5 Influência da infusão de MPTP sobre os níveis de fatores neurotróficos.. 99 5.6 Influência da infusão de MPTP sobre os níveis de citocinas ... ................................................................................... 65 4.4.2 Níveis de BDNF ................................................................................... 66 4.5 Níveis de citocinas no sistema nigroestriatal em resposta ao treinamento em esteira ....................................................................................................... 67 4.5.1
 0  2  132

Avaliação do perfil de citocinas plasmaticas e da dosagem da carga proviral na mielopatia associada ao HTLVI: estudo comparativo entre portadores assintomáticos e pacientes com HAM/TSP

... entre as citocinas através do teste de Kruskal-Wallis - Valor-p...................................... 51 GRAFICO 14 Distribuição comparativa quanto aos valores das razões entre as citocinas através do teste de Kruskal-Wallis - Valor-p...................................... 51 GRAFICO 15 Distribuição comparativa quanto aos valores das razões entre as citocinas ... frequentemente induzindo uma resposta inflamatória crônica, na qual as citocinas INF- γ e TNF-α possuem papel central, resultando em um significativo dano tecidual (KINDT; GOLDSBY; OSBORNE, 2008). As funções das principais citocinas estão descritas no FIGURA 2. 21 FIGURA 2 Citocinas, fonte e atividades Citocina Fontes Atividade Interleucina ... DE MINAS GERAIS Faculdade de Medicina PERFIL DE CITOCINAS PLASMÁTICAS E DOSAGEM DA CARGA PROVIRAL EM INDIVÍDUOS INFECTADOS PELO HTLV-1: ESTUDO COMPARATIVO ENTRE PORTADORES ASSINTOMÁTICOS E PACIENTES COM HAM/TSP Ana Lúcia Borges Starling Belo Horizonte 2010 ANA LÚCIA BORGES STARLING PERFIL DE CITOCINAS PLASMÁTICAS E DOSAGEM DA CARGA PROVIRAL
 0  4  75

Avaliação dos níveis urinários de citocinas pró-inflamatórias e do fator decrescimento e transformação do tipo beta em pacientes com hidronefrosediagnosticada intraútero

... Saúde 1 Avaliação dos níveis urinários de citocinas próinflamatórias e do fator de crescimento e transformação do tipo beta em pacientes com hidronefrose diagnosticada intraútero MARIANA AFFONSO VASCONCELOS BELO HORIZONTE 2010 MARIANA AFFONSO VASCONCELOS 2 Avaliação dos níveis urinários de citocinas pró-inflamatórias e do fator de crescimento ... renal-------------- 56 4.3 – Investigação clinica e por imagens de fetos e recém-nascidos 58 portadores de dilatação da pelve renal 4.4 – Determinação das concentrações urinárias de citocinas e 66 creatinina 4.5 – Conduta clínica 69 4.6 – Análise Estatística --------------------------------------------------------- 70 5 – Resultados e Discussão ... pg de IL-8(CXCL-8)/mmol de creatinina na urina foi de alta sensibilidade e adequada especificidade no diagnóstico do refluxo vesicoureteral. A elevação dos níveis urinários das citocinas, incluindo interleucina-1 (IL-1), 14 interleucina-6 (IL-6) e IL-8/CXCL-8 tem sido observada em pacientes com infecção urinaria 41-44. Haraoka et al 45 demonstraram
 0  5  106

Caracterização da resposta imune de pacientes com tuberculose através da produção de citocinas e quimiocinas após estímulo com a proteína de fusão ESAT-6/CFP-10 do Mycobacterium tuberculosis.

... Caracteriza£Ño da resposta imune de pacientes com tuberculose atrav»s da produ£Ño de citocinas e quimiocinas ap¤s estÃmulo com a proteÃna de fusÑo ESAT-6/CFP-10 do Mycobacterium tuberculosis. A tuberculose permanece como um dos principais problemas de sa?de p?blica ... diagn¤stico e preven£Ño da doen£a. No presente trabalho foi estudado o perfil de quimiocinas no soro de pacientes com tuberculose e em controles vacinados com o BCG, e a produ£Ño de citocinas e quimiocinas por c»lulas de sangue perif»rico de pacientes com tuberculose e controles ap¤s estÃmulo com os antÃgenos PPD, ESAT-6/CFP-10 e Ag85B do M. tuberculosis. ... resultados apontam MIG como um novo marcador biol¤gico que pode ser utilizado na avalia£Ño de respostas subseqentes á produ£Ño de IFN-? na tuberculose. A avalia£Ño de quimiocinas e citocinas no soro e sua produ£Ño por c»lulas de sangue perif»rico estimuladas com antÃgenos especÃficos do M. tuberculosis podem auxiliar no Create PDF with GO2PDF for free, if
 0  2  2

Cinética da expressão de citocinas no ligamento peridontal e fluido crevicular gengival após a aplicação de força ortodôntica

... influência de citocinas pró-inflamatórias (OKADA et al., 1997; SHIMIZU et al., 1992); e do receptor de quimiocina CCR2 sob hipóxia (KITASE et al., 2009). 1.3 Citocinas e movimentação dentária ortodôntica As citocinas são proteínas regulatórias secretadas por leucócitos e uma variedade de outras células do organismo. A ação pleiotrópica das citocinas incluem ... vias metabólicas e liberação de mediadores envolvidos na remodelação dos tecidos periodontais. Dentre estes, as citocinas participam das diferentes fases desse processo. O objetivo deste trabalho foi: (i) avaliar a cinética de produção de citocinas no ligamento periodontal (LP) e fluido crevicular gengival (FCG) após aplicação de força ortodôntica; ... DAVIDSON FRÓIS MADUREIRA CINÉTICA DA EXPRESSÃO DE CITOCINAS NO LIGAMENTO PERIODONTAL E FLUIDO CREVICULAR GENGIVAL APÓS A APLICAÇÃO DE FORÇA ORTODÔNTICA Instituto de Ciências Biológicas Universidade Federal de Minas Gerais Junho/2015 DAVIDSON FRÓIS MADUREIRA CINÉTICA DA EXPRESSÃO DE CITOCINAS NO LIGAMENTO PERIDONTAL E FLUIDO CREVICULAR GENGIVAL
 0  2  115

Citocinas plasmáticas como biomarcadores de morbidade cardíaca na doença de Chagas

... UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FACULDADE DE MEDICINA Giovane Rodrigo de Sousa CITOCINAS PLASMÁTICAS COMO BIOMARCADORES DE MORBIDADE CARDÍACA NA DOENÇA DE CHAGAS Belo Horizonte Faculdade de Medicina – UFMG 2012 Giovane Rodrigo de Sousa CITOCINAS PLASMÁTICAS COMO BIOMARCADORES DE MORBIDADE CARDÍACA NA DOENÇA DE CHAGAS Dissertação ... dano cardíaco. Em conjunto, os resultados indicam que o bom equilíbrio entre as citocinas inflamatórias e reguladoras representa elemento-chave no estabelecimento de formas distintas da doença de Chagas. Além disso, este estudo ajudou a lançar luz sobre a complexa rede de citocinas subjacente à imunopatogênese da cardiopatia chagásica crônica. Palavras-chave: ... Estanislau. Área de concentração: Infectologia e Medicina Tropical. Dissertação (mestrado): Universidade Federal de Minas Gerais, Faculdade de Medicina. 1. Doença de Chagas. 2. Citocinas. 3. Morbidade. 4. Marcadores Biológicos. 5. Dissertações Acadêmicas. I. Rocha, Manoel Otávio da Costa. II. Estanislau, Juliana de Assis Silva Gomes. III. Universidade
 0  2  107

Efeito da terapia periodontal nas citocinas do fluido gengival crevicular de indivíduos com periodontite agressiva generalizada

... grupo clínico separadamente. Os níveis das 7 citocinas no fluido gengival foram medidas em até 14 sítios por indivíduo. Os valores de todas as citocinas em cada indivíduo foram somados para calcular o nível total de citocinas. Os níveis de cada uma das 7 citocinas analisadas foram divididas pelo nível total de citocinas para calcular a proporção de cada ... 2 apresenta os gráficos de distribuição da proporção média das 7 citocinas analisadas, dimensionados de acordo com os níveis de citocinas totais. O gráfico 2A representa a composição de citocinas no GCF no início do estudo, enquanto os gráficos seguintes representam a concentração de citocinas no GCF na visita de 6 meses (2B) e de 12 meses (2C). O teste ... distribuição dos valores médios de citocinas no fluido gengival de todos os indivíduos que completaram 12 meses do estudo, onde a diminuição das citocinas GM-CSF, IL-2 e IL-1 continua evidente, e um aumento da citocinas IL-10, IL-6 e TNF- pode ser observado na maioria dos indivíduos. A tabela 5 apresenta os dados dos níveis de citocinas no GCF (pg / ml) examinados
 0  2  65

Efeito do tratamento com benzonidazol no perfil fenotípico e no padrão de citocinas leucocitárias de crianças brasileiras portadoras da forma crônicaindeterminada recente da doença de Chagas

... inata...................60 a) Expressão de citocinas por monócitos........................................................60 b) Expressão de citocinas pelas células NK....................................................62 4.2.2. Perfil citocinas produzidas pelas células da resposta imune adaptativa..........63 a) Expressão de citocinas por linfócitos T CD4+............................................63 ... combinada “gated”.............................................................................39 3.5.7. Análise da produção de citocinas por linfócitos..............................................40 3.5.8. Análise da produção de citocinas por monócitos............................................41 3.6. Análises Estatísticas....................................................................................................42 ... pró-inflamatórios.................................58 4.2. Análise do padrão de citocinas produzidas por leucócitos do sangue periférico de indivíduos portadores da forma crônica indeterminada recente da doença de Chagas antes e após o tratamento com benzonidazol...............................................................................60 4.2.1. Perfil citocinas produzidas pelas células da
 0  3  201

Efeito do uso dos aparelhos de telefone celular sobre a expressão de citocinas em saliva produzida pela glândulas salivares parótidas

... efeitos causados pelo telefone celular nas glândulas parótidas. 2.5 BIOMARCADORES - CITOCINAS O processo inflamatório é controlado por mediadores extracelulares incluindo citocinas, fatores de crescimento, eicosanóides e proteínas do complemento (TURNER et al., 2014). As citocinas são pequenas proteínas que atuam na interação e comunicação celular, seja ... lesão (SCHAUE; KACHIKWU; MCBRIDE, 2012). As citocinas possuem atividades estimulatórias ou inibitórias e, ainda, podem agir de forma sinérgica ou de forma antagônica com outras citocinas (MATSUMOTO; KANMATSUSE, 2000). Uma análise dos efeitos fisiológicos e patológicos da expressão regulada e desregulada de citocinas tem mostrado que esses mediadores ... pelas citocinas se dá a partir da ligação da citocina com o domínio extracelular do receptor correspondente, resultando na geração de sinais intracelulares (FOSTER, 2001). Citocinas pró-inflamatórias são produzidas predominantemente por macrófagos ativados e estão envolvidas no aumento de reações inflamatórias (ZHANG; AN, 2007). Exemplos dessas citocinas
 0  4  67

Envelhecimento: modulação da produção de óxido nítrico, fagocitose e citocinas anti e pró-inflamatórias pela noradrenalina e ácido caféico em granelócitos humanos

... FAGOCITOSE E CITOCINAS ANTI E PRÓ-INFLAMATÓRIAS PELA NORADRENALINA E ÁCIDO CAFÉICO EM GRANULÓCITOS HUMANOS. RAQUEL CUNHA LARA Belo Horizonte – MG Fevereiro / 2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM NEUROCIÊNCIAS ENVELHECIMENTO: MODULAÇÃO DA PRODUÇÃO DE ÓXIDO NÍTRICO, FAGOCITOSE E CITOCINAS ... Assim, o objetivo do nosso trabalho foi Avaliar o efeito modulador da Noradrenalina e do Ácido Caféico, sobre a produção de Óxido Nítrico, o processo de Fagocitose e a dosagem de citocinas anti e pró-inflamatórias, em granulócitos humanos, durante o processo de envelhecimento.Projeto de pesquisa CAAE 0663.0.203.00011. Granulócitos (1x106) de doadores sadios ... (Óxido Nítrico) -------------------------------------------------29 1.7 Mecanismos anti e pró-inflamatórios ------------------------------------------------------------30 1.7.1 Citocinas -----------------------------------------------------------------------------------------30 1.7.2 Interleucina 4 (IL-4) --------------------------------------------------------------------------32
 0  3  20

Estudo da associação entre polimorfismos funcionais dos genes funcionais dos genes das citocinas IL-1B, IL-6, IL-10 E TNF-A e a sussceptilidade ao líquen plano bucal.

 0  4  72

Estudo da ocorrência de polimorfismos de nucleotídeo único em genes codificadores de membros da família das citocinas IL-1 e IL-17 e suas associações com a cardiomiopatia chagásica humana

... T Natural Killer (NKT) e células T também secretam essas citocinas (ONISHI; GAFFEN, 2010). Dessa forma, é mais adequado referir às citocinas IL-17A e IL-17F, de modo geral, sem restringi-las ao tipo celular Th17. Estudos têm mostrado que a IL-17A e IL-17F ativam células teciduais a produzirem citocinas pró-inflamatórias (IL-6, TNF- e IL-1β) e quimiocinas, ... favoráveis. Considerando-se que as citocinas da família IL-1 exercem importante papel em doenças cardíacas e o fato de que tanto as citocinas da família IL-1 como da IL-17 participam de mecanismos imunológicos possivelmente associados ao desenvolvimento da CCC, propusemo-nos a investigar a possível influência de polimorfismos em genes codificadores das citocinas IL-1 , ... também citocinas supressoras da inflamação, como é o caso da IL-1ra (antagonista de receptor da IL-1). A IL-1ra é uma molécula estruturalmente relacionada a IL-1 e IL-1β, que se liga avidamente ao receptor da IL-1 tipo1 (IL-1RI) e neutraliza a atividade da IL-1 e IL-1β, suprimindo desse modo a inflamação (DINARELLO, 2009). A IL-1 e IL-1 são citocinas
 0  2  77

Estudo das citocinas e adipocinas de pacientes com lúpus eritematoso sistêmico atendidos no Serviço de Reumatologia do Hospital das Clínicas da UFMG

... Fabiana de Miranda Moura dos Santos ESTUDO DAS CITOCINAS E ADIPOCINAS DE PACIENTES COM LÚPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO ATENDIDOS NO SERVIÇO DE REUMATOLOGIA DO HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA UFMG UFMG Belo Horizonte 2015 Fabiana de Miranda Moura dos Santos ESTUDO DAS CITOCINAS E ADIPOCINAS DE PACIENTES COM LÚPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO ... pacientes com LES. O segundo artigo, intitulado Influência da obesidade no perfil inflamatório de pacientes com Lúpus Eritematoso Sistêmico, avalia a influência da obesidade nas citocinas e adipocinas de pacientes com LES. 3- Considerações finais: compreendem os aspectos críticos e relevantes do estudo, recomendações e aplicações; 4- Apêndices; 5- Anexos; ... linfócitos T é modificada pela doença, havendo aumento das respostas Th1, Th2 e Th17, redução da resposta funcional dos linfócitos reguladores e consequente modificação do perfil de citocinas inflamatórias e anti-inflamatórias. A obesidade pode modificar o perfil inflamatório de pacientes sem doenças autoimunes, no entanto é desconhecido se isto ocorre em
 0  2  15

Expressão de citocinas e quimiocinas e sua associação com a imunopatogenia da cardiopatia chagásica crônica

... o ser ado o grupo IND. Por outro lado, essas citocinas exibiram perfil uniformel no grupo CARD. As evidências deste estudo revelam a existência de um perfil regular de expressão de citocinas e quimiocinas ao longo da infecção crônica pelo T. cruzi e sua associação com a morbidade na doença de Chagas. As citocinas IL-10, IL-17, IFN-γ, TNF-α e as quimiocinas ... (Hafler, 2007). As citocinas apresentam um importante papel na polarização da resposta imune, na manutenção e diferenciação celular. Citocinas como IFN-, TNF, IL-2, IL-12, IL-18, IL-23, IL-27 estão envolvidas na polarização da resposta Th1 promovendo a imunidade mediada por células contra patógenos intracelulares. Por outro lado, citocinas como IL-4, ... EM CIÊNCIAS DA SAÚDE: INFECTOLOGIA E MEDICINA TROPICAL Giovane Rodrigo de Sousa EXPRESSÃO DE CITOCINAS E QUIMIOCINAS E SUA ASSOCIAÇÃO COM A IMUNOPATOGENIA DA CARDIOPATIA CHAGÁSICA CRÔNICA Belo Horizonte 2016 Giovane Rodrigo de Sousa EXPRESSÃO DE CITOCINAS E QUIMIOCINAS E SUA ASSOCIAÇÃO COM A IMUNOPATOGENIA DA CARDIOPATIA CHAGÁSICA CRÔNICA Tese
 0  2  142

Expressão de citocinas no estroma cervical de mulheres infectadas e não infectadas pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) com Neoplasia Intraepitelial Cervical (NIC)

... resume os principais subtipos conhecidos de células T com as citocinas características de cada subtipo; e o QUADRO 1 contém as principais citocinas, suas células produtoras e funções. FIGURA 1 - Resumo dos quatro perfis de resposta imune com respectivas citocinas características de cada perfil e citocinas que induzem a diferenciação dos perfis. Fonte: ... Essas células liberam citocinas que podem interferir na produção uma das outras e agir como uma rede imunorregulatória. Citocinas são pequenas proteínas (~25kDA) que atuam de forma autócrina, afetando o comportamento da própria célula que a produz, ou de forma parácrina, afetando o comportamento de células adjacentes. Algumas citocinas são estáveis ... Avaliação das citocinas locais quanto ao grau da lesão no grupo de mulheres infectadas pelo HIV.................................................... 66 TABELA 12 - Avaliação das citocinas locais nas mulheres portadoras de NIC 1 segundo o HIV................................................................................ 67 TABELA 13 - Avaliação das citocinas
 0  2  116

Modulação da atividade funcional de fagócitos mononucleares de sangue periférico por citocinas na presença de Entamoeba histolytica

... MN, independente do tipo de citocinas, na presença de E. histolytica apresentaram aumento da liberação do ânion superóxido. As células MN tratadas com citocinas reduziram a capacidade de leucofagocitose dos trofozoítos. A atividade amebicida e dos índices de apoptose foram maiores quando os fagócitos MN foram tratados pelas citocinas. Os maiores índices ... 2015 Título da Tese: Modulação da atividade funcional de fagócitos mononucleares de sangue periférico por citocinas na presença de Entamoebahistolytica Nº de Páginas da Tese: 112 páginas Palavras chave:Leucofagocitose, Atividade Amebicida, Citocinas, Células Mononucleares, Entamoebahistolytica. Banca Examinadora: Dra. Adenilda Cristina Honório França ... ...........................................................................................25 4.6. Quantificação das citocinas. ..............................................................................................................26 4.7. Imunofenotipagem ............................................................................................................................26 4.8. Incubação das citocinas com os fagócitos do
 0  3  113

Participação das citocinas IL-4, IL-13 e IL-33 na resposta imunológica induzida pela infecção experimental por Strongyloides venezuelensis emcamundongos

... .................................................................................. 66 Figura 3 - Delineamento experimental da participação de IL-4 na carga parasitária, na indução de células TCD4+ e na produção de citocinas frente a infecção primária e secundária por S. venezuelensis em camundongos BALB/c. ............................ 67 Figura 4 - Delineamento experimental da participação ... Roswell Park Memorial Institute, NY Sistema Nervoso Central Sinal transdutor e ativador de transcrição 6 Fator de Crescimento Transformador-ȕ Células T CD4+ auxiliadoras que liberam citocinas do tipo 1 e do tipo 2 10 Th1 Th17 Th2 TNF-Į Treg UFMG WT YM1 Células T CD4+ auxiliadoras do tipo 1 Células T CD4+ auxiliadoras do tipo 17 Células T CD4+ auxiliadoras ... .............................................................................................................................. 32 2.4 Infecções por nematódeos e desenvolvimento de resposta imune......................................................... 36 2.5 Participação das citocinas IL-33, IL-4 e IL-13 na resposta imune induzida por nematódeos. .......... 48 3. JUSTIFICATIVA................................................................................................
 0  5  18

Participação do receptor do fator de ativação plaquetária nas alterações metabólicas e na secreção de Citocinas em animais com aumento de adiposidade.

... da síntese e secreção de citocinas como TNFα, IL-6 e CCL2 no tecido adiposo. Essas citocinas podem promover resistência à insulina, aumento de ácidos graxos livres circulantes e maior infiltração de monócitos/macrófagos no tecido adiposo. Além disso, trabalhos desenvolvidos em roedores com deleção genética de receptores e/ou citocinas, bem como o uso ... bioquímicas....................................................................................42 4.2.5 Extração de citocinas do tecido adiposo.........................................................43 4.2.6 Determinação da concentração de citocinas por ELISA................................43 4.2.7 Cultura primária de adipócitos.......................................................................44 ... das citocinas IL-1β, IL-6, IL-10, CCL-3 e CCL-5 e menor tolerância à glicose quando comparados com o grupo WT-C. O grupo PAFR-/--P apresentou aumento do ganho de peso corporal, aumento dos tecidos adiposos viscerais, associado à hipertrofia dos adipócitos, aumento de triacilglicerol e colesterol total, ao passo, que não alteraram a concentração das citocinas
 0  3  83

Perfil das citocinas IL-4, IL-5, IL-8 e IFN- analisadas por RT-PCRem tecido de mucosa nasal de pacientes portadores de rinite alérgica

... ......................................................................... 9 2.2 Citocinas ............................................................................................................11 2.2.1 Produção das citocinas ....................................................................................11 2.2.2 Citocinas IL-4, IL-5, IL-8, e IFN-γ......................................................................11 ... predominantemente por mastócitos, linfócitos e eosinófilos ativados, e estas células são reguladas pela produção local de várias citocinas, particularmente IL-4 e IL-5 [5, 38]. 2.2.1 Produção das citocinas A produção de citocinas é um evento breve e autolimitado. Uma vez sintetizadas pela transcrição de genes codificados por RNA mensageiros, são ... de citocinas frente ao estímulo antigênico ainda não estão bem estabelecidas. As principais fontes de citocinas são: APC (células apresentadoras de antígenos), células endoteliais e epiteliais, linfócitos T, estroma da medula óssea, leucócitos, fibroblastos, queratinócitos, plaquetas, enfim, tanto células linfóides quanto não linfóides[39]. 2.2.2 Citocinas
 0  12  72

Perfil de citocinas em pacientes com polipose nasossinusal associada à fibrose cística analisado por RT-PCR.

... nasossinusal freqüentemente complica a evolução dos pacientes com Fibrose Cística. As citocinas nos pólipos destes indivíduos são pouco estudadas, assim como a importância destas citocinas no prognóstico e na resposta terapêutica. O objetivo deste estudo foi analisar o perfil de citocinas em pacientes com polipose nasossinusal, associada à Fibrose Cística. ... 72-84 1. Fibrose cística – Teses. 2. Pólipos nasais - Teses 3. Citocinas – Teses. I. Guimarães, Roberto E. Santos. II. Nascimento, Evaldo. III. Universidade Federal de Minas Gerais. Faculdade de Medicina. IV. Título. CDD: 612.2 Catalogação na fonte por: Letícia Alves Vieira – CRB6/2337 PERFIL DE CITOCINAS EM PACIENTES COM POLIPOSE NASOSSINUSAL, ASSOCIADA ... Flávio Barbosa Nunes PERFIL DE CITOCINAS EM PACIENTES COM POLIPOSE NASOSSINUSAL, ASSOCIADA À FIBROSE CÍSTICA, ANALISADO POR RT-PCR Belo Horizonte Faculdade de Medicina Universidade Federal de Minas Gerais 2008 Flávio Barbosa Nunes PERFIL DE CITOCINAS EM PACIENTES COM POLIPOSE NASOSSINUSAL, ASSOCIADA À FIBROSE
 0  4  105

Perfil de expressão gênica e níveis de citocinas em macrófagos caninos com diferentes graus de sucetibilidade à infecção por Leishmania infantum

... Pós-Graduação PERFIL DE EXPRESSÃO GÊNICA E NÍVEIS DE CITOCINAS EM MACRÓFAGOS CANINOS COM DIFERENTES GRAUS DE SUSCEPTIBILIDADE À INFECÇÃO POR LEISHMANIA INFANTUM ANDRÉIA PEREIRA TURCHETTI Belo Horizonte Escola de Veterinária – UFMG 2014 1 Andréia Pereira Turchetti PERFIL DE EXPRESSÃO GÊNICA E NÍVEIS DE CITOCINAS EM MACRÓFAGOS CANINOS COM DIFERENTES ... Medzhitov et al. (1997). Os TLR ativam a via de NF-kB, que regula a expressão de citocinas, através de várias moléculas incluindo o MyD88 e TIRAP/Mai (Athman e Philpott, 2004). A ativação da via do NF-kB conduz ao início da resposta adaptativa imune pela produção de citocinas inflamatórias tais como a IL-1, IL-8, TNF- , IL-12, e a indução de moléculas ... TLR2 e 4 e citocinas como IFN- , IL-12, IL17, TNF- e fator de crescimento tumoral beta (TGF- ) influenciando na carga parasitária ao longo da infecção. Ativação de células NK na leishmaniose murina causada por L. chagasi necessita de TLR9 e IL-12 (Schleicher et al., 2007). A ativação de IRF5, fator de transcrição relacionado com a produção de citocinas
 0  2  52

Quantificação de citocinas no soro e homogenato da pata na intoxicação experimental com veneno de Bothropoides jararaca em ratos Wistar tratados com soroterapia e Mikania glomerata.

... produção de IL-1β, TNF-α, IL-6 e IL-8 (Oswald et al., 1992; Bogdan et al., 1992). A produção de citocinas tem sido descrita em modelos experimentais e em vítimas de acidentes botrópico e crotálico, porém poucas evidências sobre o envolvimento direto das citocinas na inflamação ocasionada pela intoxicação estão disponíveis na literatura (Lomonte et al., ... de poucos trabalhos sobre o efeito do tratamento da intoxicação botrópica com a planta Mikania glomerata sustentam a proposta do presente estudo em avaliar a produção de citocinas próinflamatórias e anti-inflamatórias na intoxicação experimental por veneno da serpente Bothropoides jararaca em ratos Wistar tratados com soro antiofídico e extrato de Mikania ... haste de vidro. Após esse procedimento, a amostra foi centrifugada a 1200rpm durante seis minutos, e o sobrenadante congelado a -20°C para posterior dosagem de citocinas. Para a quantificação das citocinas no sobrenadante do homogenato da pata e do soro dos animais utilizados neste experimento, foi empregado o teste ELISA (Enzyme Linked Immuno Sorbent
 0  4  6

Estudo das alterações das citocinas inflamatórias na rejeição aguda do transplante intestinal em ratos.

... LINFOTOXINA4.& B AOPASSOQUEOSLINFØCITOSAUXILIARES 4(  PRODUZEM ),  ),  ), E), !S CITOCINAS DOS4( PODEMSERDETECTADASNAREJEIÎÍO DOENXERTOE$%6(AGUDOEMESTUDOEXPERIMENTALECLÓNICO!S CITOCINAS DO 4( ESTÍOLIGADASASITUAÎÜESDEREJEIÎÍOE$%6(CRÙNICO   0ARAENTENDERASALTERAÎÜESHISTOLØGICASEDAS CITOCINAS NOPROCESSODA REJEIÎÍO ÏESSENCIALACOMPREENSÍODACOMPLEXAPOPULAÎÍODELINFØCITOSNO ... FUNÎÍODAS CITOCINAS EMCADEIATÐMATRAÓDOAATENÎÍODEVÈRIOSPESQUISADORES COMDOISOBJETIVOSPRIMEIRO ODIAGNØSTICOPRECOCEDAREJEIÎÍOESEGUNDO APOSSIBILIDADEDESEELABORARNOVOSIMUNOSSUPRESSORES   6ISTO QUE O FENÙMENO DA REJEIÎÍO DO ENXERTO SE ASSEMELHA AO PROCESSOINmAMATØRIO PARECESERÞTILOESTUDODOPAPELDAS CITOCINAS ... AO ENXERTOINTESTINALPELOTRÈFEGODELINFØCITOSPARAOFÓGADO    -UITAS CITOCINAS APRESENTAMMEIA VIDACURTAEEXERCEMSEUSEFEITOS LOCALMENTE PORTANTOSEUSNÓVEISEMNÓVELSOROLØGICONÍOCORRESPONDEM AEVENTOOCORRIDONOENXERTOINTESTINAL  6ÈRIAS CITOCINAS ESTÍOIMPLICADASNAREJEIÎÍODOENXERTOINTESTINAL UMA VEZQUEOPROCESSODAREJEIÎÍOCORRESPONDEAOMECANISMOINmAMATØRIO!S
 0  4  7

Efeito da rACLF, uma metalopeptidase recombinante da peçonha de Agkistrodon contortrix laticinctus, na viabilidade celular, expressão de citocinas e degradação de proteínas da matriz extracelular.

... ........................................................................................................... 53 Figura 16. Representação dos anticorpos anti -citocinas ligados à membrana. .................. 54 Figura 17. Detecção de citocinas secretadas por fibroblastos humanos............................. 54 Figura 18. Efeito de diferentes concentrações de rACLF na viabilidade ... Comunitária/UFSCar M827er Moraes, Caroline Krieger de. Efeito da rACLF, uma metalopeptidase recombinante da peçonha de Agkistrodon contortrix laticinctus, na viabilidade celular, expressão de citocinas e degradação de proteínas da matriz extracelular / Caroline Krieger de Moraes. -- São Carlos : UFSCar, 2006. 85 p. Tese (Doutorado) -- Universidade Federal de São Carlos, 2006. 1. ... PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS FISIOLÓGICAS EFEITO DA rACLF, UMA METALOPEPTIDASE RECOMBINANTE DA PEÇONHA DE Agkistrodon contortrix laticinctus, NA VIABILIDADE CELULAR, EXPRESSÃO DE CITOCINAS E DEGRADAÇÃO DE PROTEÍNAS DA MATRIZ EXTRACELULAR CAROLINE KRIEGER DE MORAES Tese de doutorado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Ciências Fisiológicas do Centro
 0  8  98

Efeito do treinamento de musculação em circuito sobre a aptidão cardiorrespiratória e citocinas plasmáticas IL-6, IL-8, IL-10, TNF, IL-1β e IL-12p70 em mulheres saudáveis

... na intensidade do VO2pico (IVO2pico) em cicloergômetro 36 4.4.5. Citocinas Plasmáticas 37 4.5. Análise Estatística 37 5. RESULTADOS 39 5.1. Citocinas Plasmáticas 39 5.1.1. Efeito agudo do teste em cicloergômetro e citocinas plasmáticas 39 5.1.2. Efeito crônico do treinamento de musculação sobre as citocinas plasmáticas 41 5.2. Composição Corporal 42 5.3. Teste ... Chandrashekara et al., 2007). 2.3. Exercício agudo aeróbio e citocinas plasmáticas Estudos já estão esclarecendo que o exercício físico na sua fase aguda tem uma forte relação com as citocinas, principalmente, os efeitos dos exercícios extenuantes que promovem aumento nas citocinas inibitórias, IL-6 e citocinas inflamatórias. Além disso, a magnitude dessas ... estudo, sem ocorrer alterações no decorrer e ao término do período de intervenção. 5.1. Citocinas Plasmáticas As citocinas IL-1 , IL-10, TNF e IL-12p70 não foram detectadas pelo kit. 5.1.1. Efeito agudo do teste em cicloergômetro e citocinas plasmáticas Dentre as seis citocinas analisadas apenas a IL-8 e a IL-6 que apresentaram detecção pelo kit utilizado.
 0  4  67

Documento similar