Feedback

Catepsina B

PLANNING OF INTEGRATED/SUSTAINABLE SOLID WASTE MANAGEMENT (ISWM) – MODEL OF INTEGRATED SOLID WASTE MANAGEMENT IN REPUBLIKA SRPSKA/B&H

... Serbian Journal of Management 10 (2) (2015) 255 - 267 Serbian Journal of Management www.sjm06.com PLANNING OF INTEGRATED/SUSTAINABLE SOLID WASTE MANAGEMENT (ISWM) – MODEL OF INTEGRATED SOLID WASTE MANAGEMENT IN REPUBLIKA SRPSKA /B& H Milan Topić* and Hubert Biedermann Chair of Economic and Business Management, Montanuniversitaet Leoben, Peter ... its affordability will be one of the key challenges of the 21st century for developing countries, and one of the key responsibilities of local city and municipal governments (UN-Habitat, 2010). Republika Srpka (RS), an economically developing country, is faced with developing and implementing an effective, functional, adoptable and sustainable waste management ... performance between cities either in developing countries or in the developed world and monitoring changes and progress over time. Topic (2014) research closely this thematic and develops a Model of Integrative/Sustainable Solid Waste Management. A model (Figure 1) has been built around the analytical framework of UN-HABITAT benchmarking methodology (UN-Habitat, 2010;
 0  5  13

Hyper-activated pro-inflammatory CD16 monocytes correlate with the severity of liver injury and fibrosis in patients with chronic hepatitis B.

... Fibrosis in Patients with Chronic Hepatitis B Ji-Yuan Zhang1., Zheng-Sheng Zou2., Ang Huang2, Zheng Zhang1, Jun-Liang Fu1, Xiang-Sheng Xu1, LiMing Chen1, Bao-Sen Li2*, Fu-Sheng Wang1* 1 Research Center for Biological Therapy, Beijing 302 Hospital, Beijing, China, 2 Department of Infectious Diseases, Beijing 302 Hospital, Beijing, China Abstract Background: ... plasma HBV DNA load in these IA patients. A significant positive correlation was observed between monocyte number and serum ALT levels (r = 0.284, P = 0.014), but no correlation was observed between Figure 2. Peripheral CD16+ monocyte frequencies are significantly increased in IA patients. (A) Monocyte subsets in whole blood were identified based on ... different monocyte subsets from peripheral blood and liver have not been previously associated liver damage in CHB patients. As such, we first characterized absolute numbers of monocytes in a cohort of CHB patients, and found that the monocytes were increased in peripheral blood of IA over IT patients. This finding was further supported by the observation of
 0  3  10

Evaluation of the impact of hepatitis B vaccination in adults in Jiangsu province, China.

... Nanjing, China Abstract Hepatitis B immunization programs for newborns, children, and adolescents in China have shown remarkable results. To establish whether there would be any benefit in extending the program to cover older individuals, we examined both the epidemiology of hepatitis B virus (HBV) infection and the coverage of hepatitis B vaccinations ... opportunity to be vaccinated at birth or in early childhood and had more benefits to avoid chronic HBV infection. The increase of HBsAg positive rate in the population aged 20–39 years, especially 25–39 years, who have had no chance to be vaccinated at birth or in early childhood, can also be caused by an increase in social activities associated with HBV transmission ... hepatitis B than in those who had not been vaccinated (or in those with unknown vaccination status), which is consistent with the 2006 national HBV epidemiology survey results [10]. Multivariate logistic regression analysis revealed a strong negative association between hepatitis B vaccination and serum HBsAg positivity, but this may be because of the combined
 0  5  7

Hepatitis B Diagnosis Using Logical Inference and Self-Organizing Map

... genotype B in patients below 50 years of age and with genotype C in those above 50[20]. Besides, it is has become evident that viral response in carriers undergoing sero conversion from comprising HBV e antigen (HBeAg) in their serum to comprising antibody to HBeAg (antiHBe) is greatly influenced by the HBV genotype. The sequence variation inside the HBV ... products Symptoms Hepatitis B Diagnosis: Hepatitis B surface Antigen Tiredness, fever, headache, nausea and (HBsAg), Hepatitis B surface vomiting, diarrhea or constipation, Antibody (HBsAb), Hepatitis muscle aches, Joint pain, skin rash, B e-Antigen (HBeAg), Hepatitis yellowing of the skin and eyes B DNA. (jaundice). Exposure to an infected body or ... disease for a new patient to be carried out on basis of the Markers. To begin with, the system aims to diagnose the type of hepatitis: B or others. The values of the three markers, Hepatitis B surface Antigen (AgHBs), anti-VHC and anti-VHD (Fig. 1) to be precise, are to be specified. This portion of the system has been built with the aid of a customary
 0  5  9

Hepatitis B virus polymerase blocks pattern recognition receptor signaling via interaction with DDX3: implications for immune evasion.

... particular, HBV Pol inhibits TANK-binding kinase 1 (TBK1)/IkB kinase-e (IKKe), the effector kinases of IRF signaling. Intriguingly, HBV Pol inhibits TBK1/IKKe activity by disrupting the interaction between IKKe and DDX3 DEAD box RNA helicase, which was recently shown to augment TBK1/IKKe activity. This unexpected role of HBV Pol may explain how HBV evades ... e1000986 Inhibition of IRF Signaling by HBV Pol Figure 5. HBV Pol blocks IRF activation by inhibiting TBK1/IKKe activity. (A) Schematic of IRF signaling pathway leading to IFN production. TBK1 serves as a central effector kinase, but TBK1 function is also shared by the highly related IKKe kinase in some cells. DDX3 is described in an experiment ... HBV Pol. Thus, it is conceivable that HBV Pol inhibits TBK1/IKKe activity. To gain further insight into the mechanism by which HBV Pol interferes with TLR3-mediated and RIG-I-mediated IRF signaling, we determined if TBK1 or IKKe triggered IRF signaling could also be blocked by HBV Pol. Cells were transfected with either TBK1 or IKKe, and IRF3 reporter
 0  3  11

Avaliação das linhagens Vero e MDCK na sinalização celular e como alternativas para estudo da nefrotoxicidade utilizando Anfotericina B

... glacial – ECIBRA 2. Ácido clorídrico – ECIBRA 3. Ácido etileno diamino tetracético (EDTA) - Sigma 4. Álcool etílico absoluto – ECIBRA 5. Anfotericina B - CRISTÁLIA 6. Azul de Trypan - SIGMA 7. Bicarbonato de sódio – ECIBRA 8. Cloreto de cálcio – ECIBRA 9. Cloreto de Potássio - ECIBRA 10.Cloreto de sódio – ECIBRA 11. Dimetilsulfóxido – ECIBRA 12.Estreptomicina ... inhibition of the PKC pathway increased the citotoxic effect of the Amphotericin B. In short, our findings demonstrated that both lines were effective for studying nephrotoxicity caused by Amphotericin B. They also proved adequate for investigating cellular signaling, given that we could enhance the citotoxic effect of Amphotericin B by inhibiting ... trabalho tem como objetivo central avaliar as linhagens VERO e MDCK como modelos de estudo da nefrotoxicidade causada pela Anfotericina B. 2. OBJETIVOS 2.1. Objetivo geral Testar a aplicabilidade do uso das linhagens celulares VERO e MDCK em estudos de nefrotoxicidade após a administração de substância comprovadamente nefrotóxica (Anfotericina B) . 2.2.
 0  2  99

Detecção das toxinas a/b e avaliação dos tipos toxigênicosde clostridium difficile a partir de fezes de leitões e cães

... REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA ........................................................................................... 35 7 LISTA DE TABELAS Tabela 1: Iniciadores específicos usados na PCR Multiplex, para amplificação dos genes tpi e das toxinas A (tcda), toxina B (tcdb) e toxina binária (cdtB) de Clostridium difficile................... 22 Tabela 2: ... Gram-positive anaerobe responsible for cases of pseudomembranous colitis in humans. In veterinary medicine, this organism has been incriminated as the main agent of neonatal colitis in piglets, while recent reports suggest it as responsible for chronic diarrhea and nosocomial infection in dogs. The diagnosis of infections caused by this microorganism is based on ... grande variedade de antibióticos (Bartlett et al., 197 8b) . A doença também já foi reproduzida com sucesso em outras espécies como camundongos (Mus musculus), cobaios (Cavia porcellus) e coelhos (Oryctolagus cuniculus) (Keel e Songer, 2006). Porém, hamsters são até hoje espécie mais utilizada devido sua alta sensibilidade às toxinas A e B, facilitando a indução
 0  2  40

Ensaios enzimáticos com serino proteases: a) calicreína tecidual do rato; b) ß-tripsina bovina

... concentration substrate used. At low concentrations, the 4-NAn showed linear mixed inhibition, but at higher inhibitor concentrations, the parabolic inhibition was observed. The parabolic inhibition indicates the presence of a secondary binding site of the enzyme for the substrates besides its active center. The 4-NAn inhibits the enzyme binding with the ... (Sigma®,USA) • Papel de filtro qualitativo • SBTI (Soybean tripsin inhibitor) (Sigma®, USA) • Trasylol® (Bayer®, Brasil) 43 • Agitador magnético Mod. 257 (Fanem, Brasil) • Balança analítica Mod. AG 204 (Mettler Toledo, Suíça) • Banho-maria com controlador microprocessado Mod.116 B (Unitemp®, Brasil) • Bomba a vácuo Mod. WP6111560 (Unique) • ... (Merck®, Brasil) • Álcool etílico 96% (v/v) (Synth®, Brasil) • Azida sódica (Sigma®, USA) • β-tripsina bovina (fornecida pelo Prof. Dr. Marcelo M. Santoro – Depto de Bioquímica e Imunologia do ICB – UFMG) • Blue G 250 (Riedel-de-Haën®, Alemaha) (Azul brilhante de Coomassie) • Bovine serum albumin (BSA) (Sigma®, USA) • Cloreto de cálcio (Merck®, Brasil)
 0  3  114

Estigmasterol: alterações estruturais nos anéis A e B e estudo de atividade biológica

... ensinamentos. Ao professor Robinson (UFV), pelas aulas empolgantes que me levaram a um mestrado na área de Química Orgânica. Aos alunos Gabriel, Raquel, Bibiane e demais colegas do Laboratório de Biotecnologia e Bioensaios, pela ajuda com as análises e acolhida no laboratório. À B? ?rbara Patrícia pela amizade, ajuda nas análises microbiológicas, reagentes, ... stigmasta-5,22-dien-3-one. The substances were subjected to the screening study by the ELISA method for biological assessment of activity against Gram-positive bacteria: Bacillus cereus (BC, ATCC 11778), Listeria monocytogenes (LM, ATCC 15313), Staphylococcus aureus (SA, ATCC 29212) and Streptococcus sanguinis (SS, ATCC 49456); Gram-negative bacteria: Citrobacter freundii ... pessoas que contribuíram para que este momento fosse possível. *Autor desconhecido. Este trabalho foi realizado sob a orientação da Professora Jacqueline Aparecida Takahashi Resumo Este trabalho objetivou a síntese de derivados do estigmasterol para estudo de atividade biológica contra a enzima acetilcolinesterase e atividade bactericida e fungicida.
 0  3  107

Estudo teórico de sistemas de coordenação contendo vanádio(IV)/vanádio(V)/ácido acetoidroxâmico, alumínio /citrato e compostos de inclusão entre espironolactona e b-ciclodextrina

... avanço tecnológico que foi obtido nos últimos 50 anos, muito pouco ainda se sabe sobre a distribuição de espécies em soluções simples e sistemas controlados. Por exemplo, como saber, com precisão, qual a forma molecular de uma substância em solução, à temperatura ambiente e pH neutro? O que podemos dizer então sobre a distribuição das espécies de uma ... certo. Muito obrigado. Agradeço ao Hélio pela maravilhosa oportunidade de poder trabalhar em seu grupo. Muito obrigado! Agradeço a todos os amigos do departamento de Química da UFMG: Heitor, Renata, Éder, Abdon, Ramon, Augusto, Anderson, Paulete, Fabiano e tantos outros que fizeram parte de minha jornada até o momento. Muito obrigado! Muito obrigado Lear, ... de Abreviações 1. A-PVTZ – “Ahlrichs augmented triple zeta valence” 2. BLYP – Funcional de troca desenvolvido por Becke e de correlação por Lee, Yang e Parr 3. BP86 – Funcional de troca desenvolvido por Becke e de correlação por Perdew e Wang em 1986 4. COSY – “2D homonuclear shift correlation” 5. DFT – Teoria do funcional da densidade 6. DFTB –
 0  2  134

Hepatite B crônica e esquistossomose mansoni: uma associação deletéria

... ALB ALT Anti-HBc Anti-HBs AP AST BbT CHB CHC CV DNA EHE g/dl HBcAg HBeAg HBsAg HBV HS HSS IAG/HC/UFMG IIQ IQR mg/dl PLAQ UFMG UI/ml U/l Ambulatório de Hepatites Virais Albumina Alanina aminotransferase Anticorpo contra o antígeno do core do vírus da hepatite B Anticorpo contra o antígeno de superfície do vírus da hepatite B Atividade de protrombina ... HEPATITE B – IMPORTÂNCIA CLÍNICA E EPIDEMIOLÓGICA A hepatite B constitui um dos principais problemas de saúde pública mundial. Seu agente etiológico, o vírus da hepatite B (HBV, do inglês hepatitis B virus), foi identificado, em 1965, a partir das descobertas de Blumberg e colaboradores. Esses autores identificaram o antígeno de superfície do HBV (HBsAg), ... aminotransferase Bilirrubinas totais Hepatite B crônica, do inglês chronic hepatitis B Carcinoma hepatocelular Carga viral Ácido desoxirribonucleico Esquistossomose hepatesplênica Gramas por decilitro Antígeno core do vírus da hepatite B Antígeno e do vírus da hepatite B Antígeno de superfície do vírus da hepatite B Vírus da hepatite B, do inglês hepatitis B virus
 0  4  65

Macroinvertebrados B]bentônicos de um Parque Periurbano: Parque Lagoa do Nado

... RODRIGUES Macroinvertebrados Bentônicos de um Parque Periurbano: Parque Lagoa do Nado Belo Horizonte DEZEMBRO DE 2010 Marianne Antunes Rodrigues Macroinvertebrados Bentônicos de um Parque Periurbano: Parque Lagoa do Nado . Monografia apresentada ao Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Minas Gerais como requisito parcial à obtenção ... Barbosa - ICB/UFMG (Orientadora) _____________________________________________________ Professor: Dr. José Fernandes Bezerra Neto - ICB/UFMG ______________________________________________________ Professor: Dr. Francisco Antônio Rodrigues Barbosa Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Gerenciamento de Recursos Hídricos Belo Horizonte, dezembro ... pelo carinho. Ao Tobias, por estar sempre ao meu lado me apoiando e incentivando. Aos amigos e colegas, pelo incentivo e pelo apoio constantes. À Prof. Dra. Paulina Maria Maia-Barbosa, cuja orientação permitiu a elaboração desta monografia. À Meg e à Karine, do laboratório de Limnologia do ICB, pela auxílio nas coletas, pela disponibilidade e atenção
 0  2  5

Modelagem das trajetórias médias e funções de covariância do peso vivo e do rendimento de carcaça de Tilápias do Nilo (Oreochromis niloticus) utilizando polinômios B-spline

... sexo, tanque e da interação sexo x tanque; B é a covariável obtida com polinômio B- spline sem aninhamento; B( S) é a covariável obtida com polinômio B- spline com aninhamento em sexo; B( T) é a covariável obtida com polinômio B- spline com aninhamento em tanque e B( ST) é a covariável obtida com polinômio B- spline com aninhamento na interação ... trajectories of body weight and carcass yield according to sex and tank. Nesting the age effect in the interaction sex x tank is necessary in breeding programs of this species to ensure that the breeding values of the breeding candidates are not under or overestimated. With the increasing number of intervals of B- spline polynomials the number of basis functions ... modelo ST +B( ST) (com inclusão dos efeitos classificatórios de sexo, tanque de criação e interação sexo x tanque somados ao polinômio B- spline quadrático aninhado na interação sexo x tanque), com cinco intervalos e cinco classes de variância residual, sem e com a inclusão do efeito de família .. 71 2Ln(L) 2i 3i 4i 5i B BIC B( S) B( ST) B( T) CAIC DMA k NCVR
 0  2  72

N-Acetil-B-D-glucosaminidase (NAG): padronização de ensaio espectrogométrico automático em urina de cães

... glomérulos e, grande parte, reabsorvida pelos túbulos. A taxa de reabsorção depende da taxa de fluxo de urina tubular e aumenta à medida que o fluxo urinário diminui (como na desidratação). A reabsorção da ureia, portanto, aumenta em animais desidratados. A concentração sérica de ureia também pode aumentar, quando o catabolismo da proteína é induzido ... sérica também pode ser observado em situações de catabolismo protéico, como febre, infecção ou sangramento gastrintestinal (Kerr, 2003; Elliot, 2014). Valores de concentrações séricas de ureia, abaixo da faixa de normalidade, podem ser observados em cães com dieta hipoprotéica, com insuficiência hepática grave ou quando tratados com esteroides anabolizantes. ... parênquima renal. As causas mais comuns das injúrias tubulares são necrose tubular aguda, como causa isquêmica, glomerulonefrite, lesão arteriolar, nefrite intersticial aguda induzida por medicamentos, deposição intra renal de sedimentos, embolização pelo colesterol, hemoglobinúria, mioglobinúria; substâncias diversas como venenos, metais pesados, pesticidas,
 0  3  65

Peptídeo natriurético do tipo B e índices de deformação miocárdica (strain/strain rate) na doença pulmonar obstrutiva crônica estável e exacerbada

... MYRIAM AMARAL BOTELHO PEPTÍDEO NATRIURÉTICO DO TIPO B E ÍNDICES DE DEFORMAÇÃO MIOCÁRDICA (STRAIN/ STRAIN RATE) NA DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA ESTÁVEL E EXACERBADA BELO HORIZONTE 2007 CLÁUDIA MYRIAM AMARAL BOTELHO PEPTÍDEO NATRIURÉTICO DO TIPO B E ÍNDICES DE DEFORMAÇÃO MIOCÁRDICA (STRAIN/ STRAIN RATE) NA DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA ESTÁVEL ... DA UFMG BELO HORIZONTE 2007 B7 48p Botelho, Claúdia Myriam Amaral. Peptídeo natriurético do tipo B e índices de deformação miocárdica (strain/strain rate) na doença pulmonar obstrutiva crônica estável e exacerbada [manuscrito] / Claúdia Myriam Amaral Botelho. – 2007. 120 f., enc. : il. color., p &b, grafs., tabs. Orientadora: Maria da Consolação ... mais robustos da disfunção do VD, na exacerbação. A função pulmonar de ventilação e de troca gasosa determinou 44% das variações no índice de Tei, durante o período de estabilidade. O índice de Tei, entretanto, não identificou a exacerbação aguda, nesta amostra. ABSTRACT Background: There is little information in the literature about possible cardiovascular
 0  2  121

Um método prático para germinar sementes de pupunha (Bactris gasipaes H. B. K.).

... gasipaes H .B .K., Arecaceae): multi-use potential for the lowland h u m i d tropics. Econ. Bot., 41(2):302-311. M o r a U r p i , J . - 1 9 7 9 . M é t o d o p r a c t i c e p a r a g e r m i n a c i ó n d e semillas de je j ibaye . Asbarts , Costa Rica, 3(1):14-15. - 1984. El p e j i b a y e (BactTis gasipaes H . B . K . ) : o r i g e n , b i o l o ... disponíveis) sobre esta dobra de tal forma a vedar os lados e fechar o ambiente interno; - colocar uma segunda lona plástica, de polietileno preto, em cima da bolsa criad a , s e m p r e s s i o n á - l a , de forma a d e i x a r urra c a m a d a irregular de ar e n t r e a b o l s a e a se ( gunda lona; - depois de 12 d i a s , abrir a bolsa para verificar ... TkU, ti, betteA than ptizviouAly uAzd moXhodí and ti fiecommindzd JffA ag>io-LnauAtftq icaia é-fííteA ρϊιΛΑΖΑ. Referencias bibliográficas C a r d o s o , W . - 1948. G u i a do pequeno f r u t i c u l t o r . Boi. Sec. Fomento Agrícola do Para, 6-7:37-61, C l e m e n t , C . R . & M o r a U r p i , J . - 1 9 8 7 . T h e p e j i b a y e (Bactris
 0  6  3

Linfoma cutâneo de células B: relato de caso.

... other hand, there is a lot of debate about the cutaneous origin of some lymphomatous B cell processes. These may be real primary skin processes, or dermal lymphomatous infiltrations from the nodal or visceral neoplasias that were not diagnosed. There is even a debate on whether BCCL may possibly stem from persistent benign lymphocytic infiltrations ... internos para então definir o prognóstico. Descritores : linfoma de células B; manifestações cutâneas; prognóstico. Abstract: Cutaneous lymphomas are classified as either type B cell or T cell lymphoma, the former type being less frequent. Cutaneous B cell lymphoma (CBCL) may be primary or secondary. The latter has a more aggressive natural history ... differentiating between the primary or secondary cutaneous origins of BCCL is very difficult indeed, since they are clinically and histopathologically indistinguishable. It has become extremely important to examine extracutaneous afflictions in these patients. Furthermore, in the patients' presence, it must always be possible to perform a biopsy for confirmation.
 0  5  6

Efeitos da aplicação do L.A.S.E.R. HeNe e do ultravioleta B no vitiligo.

... Aparecida Straub de Andrade[d] [a] Fisioterapeuta, mestre em Engenharia Biomédica, doutoranda em Educação Física, docente do curso de Fisioterapia das Faculdades Integradas do Brasil (UniBrasil), Curitiba, PR - Brasil, e-mail: acbrandt@bol.com.br [b] Aluna do curso de Fisioterapia das Faculdades Integradas do Brasil (UniBrasil), Curitiba, PR - Brasil, e-mail: ... Curitiba, PR - Brasil, e-mail: camyfaty@yahoo.com.br [c] Aluna do curso de Fisioterapia das Faculdades Integradas do Brasil (UniBrasil), Curitiba, PR - Brasil, e-mail: elaine.sjp@gmail.com [d] Aluna do curso de Fisioterapia das Faculdades Integradas do Brasil (UniBrasil), Curitiba, PR - Brasil, e-mail: lu_straub@hotmail.com [R] Resumo Introdução: ... máculas do grupo B no início e no fim do tratamento Fonte: Dados da pesquisa. Os locais de aplicação nos grupos A e B estão ilustrados na Tabela 2. Pode-se observar que no grupo A (L.A.S.E.R.) a redução da mácula foi maior no antebraço e, no grupo B (UVB), foi maior na perna, com menor redução nas mãos. Também pode ser observado que em ambos os grupos
 0  11  8

Entre o fechamento e a abertura: a trajetória do PC do B da guerrilha do Araguaia à Nova República (1974-1985).

... Entre o fechamento e a abertura: a trajetória do PC do B da guerrilha do Araguaia à Nova República (1974-1985). 1 Jean Rodrigues Sales Resumo: O objetivo deste artigo é discutir a história do Partido Comunista do Brasil (PC do B) no período compreendido entre o final da guerrilha do Araguaia, em 1974, até a Nova República Brasileira, com a chegada ... alemã, e conta também com o beneplácito dos História, São Paulo, v. 26, n. 2, p. 340-365, 2007 354 ENTRE O FECHAMENTO E A ABERTURA imperialistas ianques. É um agrupamento reformista, que reúne setores da burguesia e da classe média”.47 O Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) seria uma força pequena que se propunha a “servir abertamente de linha ... das divergências, tanto o C.R. da Bahia quanto a Estrutura 1 propõem a convocação de um congresso para que todos os problemas fossem debatidos. O Comitê Central não tardou a se pronunciar sobre a polêmica. Em março de 1980, os dirigentes reuniram-se e elaboraram um longo documento sobre a crise interna. O texto rebate ponto a ponto as propostas da
 0  16  26

Criptococose do sistema nervoso central: avaliação da terapeutica por anfotericina-B, 5-fluorocitosina e miconazole em 18 casos.

... tendo sido dois deles (casos 4 e 5) objeto de publicação anterior 9 A identificação dos pacientes, o tempo de internação, o ocorrência de óbitos e a concomitância de transplante renal, estão relacionados na tabela 1. Constam dessa mesmo tabela a terapêutica adotada em cada caso e as complicações respectivas. Trabalho do Centro de Investigações em Neurologia ... BEI, A. & REIS FILHO, J. B. - Criptococose do sistema nervoso central. Arq. Neuro-Psiquiat. (São Paulo) 32:77, 1974. 8. MEDOFF, G.; KOBAYASHI, G. S.; KWAN, C. N.; SCHLESSINGER, D. & VENKOV, P. - Potentiation of rifampicin and 5-fluorocytosine as antifungal antibiotics by amphotericin -B. Proc. nat. Acad. Sci. 69:196, 1972. 9. NOBREGA, J. P. S.; LIVRAMENTO, ... administration of amphotericin -B was followed by complications of several types. Miconazole was used in one case. Its intravenous and its intrathecal administration did not provoke remarkable side effects. REFERENCIAS 1. BEINE, J. P.; LONTIE, M. & VANDEPITTE, J. - Cryptococal meningoencephalitis and 5-fluorocytosine. Brit. med. J. 5753:107, 1971. 2.
 0  5  6

Tratamento da criptococose do sistema nervoso pelo Amphotericin B.

... até então obtidos por outros meios terapêuticos, somos obrigados a acreditar que também o problema terapêutico desta afecção se encontra em vias de solução favorável. Nossos resultados e os de Utterback94, Appelbaum e Shtokalko5, Rubin e F u r c o l o w 8 2 nos autorizam a tal. RESUMO Os autores descrevem a evolução dos conhecimentos sôbre a meningoencefalite ... t h and viability of Cryptococcus hominis at mouse and rabbit body temperatures. Proc. Soc. Exper. Biol. a. Med., 41:573-574, 1939. 56. K U H N , L . R . — Effect of e l e v a t e d body temperatures on cryptococcosis in mice. Proc. Soc. Exper. Biol. a. Med., 71: 341-343, 1949. 57. L A C A Z , C. S.; L A M A R T I N E D E A S S I S , J.; B I T T E N ... L O B U S , J. Η . ; G A N G , Κ . Μ . ; B E R G M A N , P . S. — Cit. por W i l s o n e D u r y e a 9 9 . 34. G O L D , W . ; S T O U T , Η . Α . ; P A G A N O , F. J.; D O N O V I C K , R . — A m p h o t e r i c i n A and B : antifungal antibiotics produced by a streptomycete in vitro-studies. Antibiotics Ann., 579-581, 1955-1956. 35. G O L D B E
 0  3  10

Detection of esophageal squamous cell carcinoma by cathepsin B activity in nude mice.

 0  5  9

Primary seronegative but molecularly evident hepadnaviral infection engages liver and induces hepatocarcinoma in the woodchuck model of hepatitis B.

 0  7  13

Efeito antinociceptivo e antiinflamatório do 2-[(4-nitro-benzilideno)-amino]-4,5,6,7-tetraidro-benzo[b]tiofeno-3-carbonitrila (6CN10) em camundongos

... propriedades farmacêuticas, sendo comprovado em seus experimentos, boa atividade antiinflamatória e analgésica nos compostos 5-nitro-benzo [b] tiofeno-2-carbohidrazida (II), 4-(5-nitro-benzo [b] tiofeno-2-il)-semicarbazida (III) e 1-(5-nitro-benzo [b] tiofeno-2carbonil)-4-fenil-tiosemicarbazida (IV) (Figura 3), sendo até mais eficazes que o medicamento comercial, ... moleculares aminobenzo [b] tiofeno (B e C). de C ciclopenta[c]tiofeno (A), e 2- e 3 São relatadas ainda: atividades antibacterianas e antifúngicas por Ferreira et al., (2004), em derivados N-fenil-(2,3,5-trimetil-benzo [b] tiofeno-6-il)-amino e por Pinto et al., (2008), no éster etílico do 2-ácido-3-fenilamino-benzo [b] tiofeno-carboxílico. Além da ... C transmitem à dor mal localizada ou “secundária” (MILLAN; FURST, 1999; JULIUS; BASBAUM, 2001; PARK; VASKO, 2005; BASBAUM et al., 2009). 28 Figura 8: Tipos de fibras aferentes sensoriais Fonte: Adaptado de (JULIUS; BASBAUM, 2001). Existem duas principais subclasses de nociceptores Aδ; ambas respondem a estímulos mecânicos intensos, mas podem ser diferenciadas pela sua responsividade
 0  2  150

Efeitos de furocumarinas associadas à luz ultravioleta B (312mn) em staphylococcus aerus

... 39 11 xi LISTA DE ABREVIATURAS ANG _ Angelicina BA _ Biadições BAB _ Blood Agar Base BER _ Base Excision Repair (Reparo por Excisão de Base) BHI _ Brain Hearth Infusion CAT _ Catalase 3-CPs _ 3-Carbetoxipsoraleína CPD _ Cyclobutane Pyrimidine Dimer (Dímero de Pirimidina Ciclobutano) 5,7-DMC _ 5,7-Dimetoxicumarina DSB _ Double Strand Break (Quebra de Dupla ... 32167787 – e-mail: pgbcm@dbm.ufpb.br Emanuelle Batista Felismino da Silva Dissertação de Mestrado avaliada em ___/___/_____ BANCA EXAMINADORA Prof. Dr. José Pinto de Siqueira Júnior Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular - UFPB Orientador Prof. Dr. Ideltônio José Feitosa Barbosa Graduação em Ciências Biológicas - UFPB Examinador/a Externo/a Profa. ... pelas associações 8MOP-UVB, TMP-UVB e 3-CPs-UVB mostrou dependente tanto da concentração da FC quanto da dose de irradiação. No caso da 8-MOP, concentrações crescentes causaram aumento da sensibilidade bacteriana a UVB. Em contraste, no caso da TMP, a cepa bacteriana apresentou maior sensibilidade a UVB na menor concentração, com uma redução gradual da sensibilidade
 1  7  54

Documento similar