Apofisite Tibial

Impact of Non-Invasively Induced Motor Deficits on Tibial Cortical Properties in Mutant Lurcher Mice.

... visualization of the PLOS ONE | DOI:10.1371/journal.pone.0158877 July 7, 2016 5 / 19 Impact of Non-Invasively Induced Motor Deficits on Tibial Cortical Properties in Lurcher Mice Fig 1. Location of selected regions within the mouse tibial mid-diaphyseal cross section. (A) I-regions (Imax_A–anterior region around maximum second moment of area, Imax_P–posterior ... Pilsen, Czech Republic * aja.jindrova@seznam.cz a11111 Abstract OPEN ACCESS Citation: Jindrová A, Tuma J, Sládek V (2016) Impact of Non-Invasively Induced Motor Deficits on Tibial Cortical Properties in Mutant Lurcher Mice. PLoS ONE 11(7): e0158877. doi:10.1371/journal. pone.0158877 Editor: Luc Malaval, Université de Lyon—Université Jean Monnet, FRANCE Received: ... coordination and muscular strength because of olivorecebellar degeneration. We assessed the response of the cross-sectional geometry and lacuno-canalicular network properties of the tibial mid-diaphyseal cortical bone to motor differences between Lurcher and wild-type (WT) male mice from the B6CBA strain. The first data set used in the cross-sectional geometry
 0  4  19

Distal tibial pilon fractures (AO/OTA type B, and C) treated with the external skeletal and minimal internal fixation method

... Mechanical Engineering, University of Niš, Niš, Serbia Abstract Background/Aim. Distal tibial pilon fractures include extra-articular fractures of the tibial metaphysis and the more severe intra-articular tibial pilon fractures. There is no universal method for treating distal tibial pilon fractures. These fractures are treated by means of open reduction, ... result in malleolar fractures and fracture-dislocations of the ankle, distal tibial pilon fractures typically result from high-energy axialloading mechanisms. Distal tibial pilon fractures include extraarticular fractures of the tibial metaphysis and the more severe intraarticular tibial plafond or pilon fractures. The clinical manifestation of this fractures ... fracturing, comminution and displacement of the weight-bearing articular portion of the tibial plafond and distal tibial metaphysis, as well as the development of marked swelling, blistering and devitalization of the surrounding soft-tissue envelope typically identified in tibial pilon fractures. These fractures are estimated to comprise 3% to 10% of all
 0  3  6

MANAGEMENT OF INFECTED NON UNION TIBIAL FRACTURES WITH ILIZAROV EXTERNAL FIXATION

... ARTICLE MANAGEMENT OF INFECTED NON UNION TIBIAL FRACTURES WITH ILIZAROV EXTERNAL FIXATION M. Nageshwara Rao1, A. M. Ilias Basha2, K. B. Vijaya Mohan Reddy3, G. Praneeth Kumar Reddy4 HOW TO CITE THIS ARTICLE: M. Nageshwara Rao, A. M. Ilias Basha, K. B. Vijaya Mohan Reddy, G. Praneeth Kumar Reddy. “Management of Infected Non Union Tibial Fractures with Ilizarov ... 15 to 75 years between May 2010 to December2012. Exclusion criteria included patients under the age group of 15 years and above 75 years. The patient admitted with fracture of tibial shaft with infected non-union were thoroughly examined and questioned. Patients were shown the fixator and informed in detail as to what procedures we are going to perform
 0  2  5

Estudo anatômico e tomográfico do posicionamento dos túneis femoral e tibial na reconstrução do ligamento cruzado anterior do joelho por meio das técnicas transportal e transtibial

... coronal do túnel tibial na incidência em ântero-posterior (AP). O estudo avaliou possíveis variações na angulação do túnel tibial, o que poderia refletir diferença técnica na construção do túnel femoral no grupo transtibial. Angulação do túnel tibial maior que 70 graus reflete tendência a verticalização do túnel femoral no grupo transtibial, o que poderia ... centro do túnel femoral (ponto vermelho). (B): Imagem superior do planalto tibial com o túnel tibial e centro do túnel tibial (ponto vermelho)................................................................................... 29 FIGURA 9 – Modelo de análise femoral (A) e tibial (B) pelo método do quadrante, de acordo com Bernard et al. e Tsukada ... E TIBIAL NA RECONSTRUÇÃO DO LIGAMENTO CRUZADO ANTERIOR DO JOELHO POR MEIO DAS TÉCNICAS TRANSPORTAL E TRANSTIBIAL Belo Horizonte 2014 GUILHERME MOREIRA DE ABREU E SILVA ESTUDO ANATÔMICO E TOMOGRÁFICO DO POSICIONAMENTO DOS TÚNEIS FEMORAL E TIBIAL NA RECONSTRUÇÃO DO LIGAMENTO CRUZADO ANTERIOR DO JOELHO POR MEIO DAS TÉCNICAS TRANSPORTAL E TRANSTIBIAL Tese
 0  3  56

Estudo epidemiológico das fraturas do planalto tibial em hospital de trauma nível I.

... fraturas do planalto tibial Em Hospital dE trauma nívEl i EpidEmiological study on tibial platEau fracturEs at a lEvEl i trauma cEntEr rodriGo Pires e Albuquerque1, rAFAel HArA1, juliAno PrAdo1, leonArdo sCHiAvo1, vinCenzo GiordAno1, ney PeCeGueiro do AmArAl1 RESUMO Objetivos: Revisar aspectos epidemiológicos das fraturas do planalto tibial em hospital ... classification of tibial plateau fractures? Arch Orthop Trauma Surg. 2003;123(8):396-8. 10. Albuquerque RP, Giordano V, Pallottino A, Sassine T, Canedo R, Pina J, et al. Analise da reprodutibilidade das classificações das fraturas do platô tibial. Rev Bras Ortop. 2009;44(3):225-9. 11. Luo C-F, Sun H, Zhang B, Zeng B-F. Three-column fixation for complex tibial ... Paccola CAS. Fraturas do planalto tibial. Rev Bras Ortop. 2009;44(6):468-74. 13. Dirschl DR, Dawson PA. Injury severity assessment in tibial plateau fractures. Clin Orthop Relat Res. 2004;(423):85-92. 14. Gardner MJ, Yacoubian S, Geller D, Suk M, Mintz D, Potter H, et al. The incidence of soft tissue injury in operative tibial plateau fractures: a magnetic
 0  3  7

Estudo da anatomia do nervo tibial e seus ramos ao nível do terço distal da perna.

... ramo Tibial Dentro do túnel Tibial Dentro do túnel Tibial Proximal ao túnel Tibial Dentro do túnel Tibial Dentro do túnel Joshi (2006) 01 ou 04 ramos 01/02 ramos Tibial Dentro do túnel Fernandes 01 ou 05 (2000) ramos 02 ramos Tibial Dentro do túnel Govsa (2006) 01 ou 04 ramos 02 ramos Tibial ... dentro do túnel 01 Total 50 Obs: NT = nervo tibial; NPL = nervo plantar lateral; NPM = nervo plantar medial. 2% 100% Tabela 3. : Ramos calcâneos mediais, segundo nervo de origem e quantidade de ramos. Origem do ramo Um Dois nº % nº % Tibial Plantar lateral Tibial e plantar lateral Tibial e plantar medial Total 29 29 100% ... o terço distal medial da perna e tornozelo (tendões do tibial posterior e flexor longo dos dedos, feixe vásculo-nervoso tibial posterior e tendão do flexor longo do hálux). O feixe vásculo-nervoso, que é envolto em bainha própria, foi então incisado e as estruturas vasculares separadas do nervo tibial, expondo, assim, trajeto significativo desse nervo
 0  2  8

Eletroestimulação seletiva mantem estrutura e função do tibial anterior desnervado de ratos.

... Artigo originAl eletroestimulação seletiva mantem estrutura e função do tibial anterior desnervado de ratos STRUCTURE AND FUNCTION OF DENERVATED TIBIALIS ANTERIORES ARE MAINTAINED BY ELECTRICAL STIMULATION IN RATS juLiana dE tiLLio PoLônio, niLton maZZEr, cLáudio HEnriQuE barbiEri, ... Transição do tipos de fibras musculares foi significativa, indicando uma manutenção do padrão funcional do músculo tibial anterior nos períodos de 7 e 14 dias. Conclusão: Conclui-se que houve manutenção temporária da estrutura e função do músculo tibial anterior desnervado através da eletroestimulação seletiva. ABST RACT OObjective: Electrical stimulation ... significant, indicating the preservation of the functional pattern of the anterior tibialis muscle at 7 and 14 days. Conclusion: We found that the selective electrical stimulation was able to temporarily maintain the structure and function of the denervated anterior tibialis muscle. Descritores: Estimulação elétrica. Denervação. Músculo esquelé-
 1  3  5

Artroplastia total do joelho com o apoio tibial móvel: avaliação dos resultados a médio prazo.

... o apoio tibial móvel num seguimento a médio prazo. Objective: Evaluation of mid-term follow up results of the application of a total knee replacement with a mobile tibial bearing design. Methods: Ninety four patients (107 knees) were submitted to total knee Arthroplasty, performed with a model of prosthesis with rotating mobility in the tibial component. ... (15,9%) bons, indica que os implantes com a base tibial móvel continuarão a ser utilizados; uma avaliação a longo prazo, evidenciará a persistência de tais resultados, suas vantagens e desvantagens comparadas àqueles com a plataforma tibial fixa. CONCLUSÃO A médio prazo, a prótese total do joelho com apoio tibial móvel submetida ao sistema de avaliação ... Artigo originAl ArtroplAstiA totAl do joelho com o Apoio tibiAl móvel. AvAliAção dos resultAdos A médio prAzo ToTal knee arThroplasTy wiTh a mobile Tibial bearing. medium-Term follow-up resulTs Luiz GabrieL betoni GuGLieLmetti, rodriGo do Carmo Couto, osmar Pedro arbix de CamarGo,
 0  3  5

Osteotomia tibial alta em pacientes com artrose do joelho.

... com cunha de fechamento lateral permitem correção satisfatória da deformidade fêmorotibial, com angulação femorotibial final em torno de 70 de valgo; o eixo mecânico foi desviado da região tibial medial (posição 1,2%) para o centro do joelho (posição 50,5%); a inclinação tibial na incidência perfil pré-operatória de 9,80 foi corrigida para 6,50 (média); ... assessment, we noticed that wedge-like side-closed tibial osteotomies allow for a satisfactory repair of the femorotibial deformity, with end femorotibial angle of about 7° valgus; the mechanical axis was dislocated from the medial region of the tibia (position: 1.2%) to knee center (position: 50.5%); the 9.8° tibial bent at preoperative lateral plane was ... ORIGINAL OSTEOTOMIA TIBIAL ALTA EM PACIENTES COM ARTROSE DO JOELHO HIGH TIBIAL OSTEOTOMY IN PATIENTS WITH KNEE ARTHROSIS ROGER AVAKIAN1, NILSON ROBERTO SEVERINO2, RICARDO DE PAULA LEITE CURY3, VICTOR MARQUES DE OLIVEIRA1, TATSUO AIHARA4, OSMAR PEDRO ARBIX CAMARGO5 RESUMO Objetivo: Avaliar o tratamento da gonartrose medial com osteotomia tibial tipo
 0  2  5

Análise da capacidade funcional de indivíduos submetidos a tratamento cirúrgico após fratura do planalto tibial.

... classificação de Schatzker para as fraturas do planalto tibial. Rev Into. 2004; 2: 11-18. 5. Bakalim G, Wilppula E. Fractures of the tibial condyles. Acta Orthop Scand. 1973; 44: 311-22. 6. Porter B. Crush fractures of the lateral tibial table. J Bone Joint Surg Br. 1970; 52: 676-87. 7. Rasmussen P, Sorensen S. Tibial condylar fractures: non-operative treatment ... Atheneu; 1998. p.157-67. 13. Berkson EM, Virkus WW. High-energy tibial plateau fractures. J Am Acad Orthop Surg. 2006; 14:20-31. 14. Honkonen SE. Indications for surgical treatment of tibial condyle fractures. Clin Orthop Relat Res. 1994; (302):199-205. 15. Moore T, Patzakis M, Harvey P. Tibial plateau fractures: definition, demographics, treatment ... Calapodopulos CJ. Estudo da fratura do planalto tibial através da tomografia computadorizada. Rev Bras Ortop. 1998; 33:489-92. 19. Gur B, Akman S, Aksoy B, Tezer M, Ozturk I, Kuzgun U. Surgical treatment of tibial plateau fractures. Acta Orthop Traumatol Turc. 2003; 37:113-9. 20. Schatzker J. Fractures of the tibial plateau. In: Chapman MW: Operative Orthopedics.
 0  3  5

Estudo comparativo da ação do fator de crescimento de fibroblastos e fragmentos de nervo na regeneração de nervo tibial em ratos.

... TIBIAL EM RATOS FIBROBLASTS GROWTH FACTOR AND NERVE FRAGMENTS EFFECT ON TIBIAL NERVE REGENERATION IN RATS: A COMPARATIVE STUDY Celso Kiyoshi Hirakawa1, Marco Aurélio Sertório Grecco2, João Baptista Gomes dos Santos 3, Vilnei Matiolli Leite 4, Flávio Faloppa 5 RESUMO Objetivo: Comparar quantitativamente, a estimulação da regeneração do nervo tibial ... cada coxa, com exposição do nervo ciático e suas ramificações - nervo sural, nervo peroneiro e nervo tibial - (Figura 1). Delicadamente dissecamos o nervo tibial direito, manipulando o mínimo possível. Cuidadosamente seccionamos um segmento de 8 mm do nervo tibial direito, deixando o coto proximal de aproximadamente um milímetro proximal e distal. Em seguida ... fibroblastos e fragmentos de nervo na regeneração de nervo tibial em ratos. Acta Ortop Bras. [periódico na Internet]. 2007; 15(2): 114-117. Disponível em URL: http://www.scielo.br/aob. Citation: Hirakawa CK, Grecco MAS, Santos JBG, Leite VM, Faloppa F. Fibroblasts growth factor and nerve fragments effect on tibial nerve regeneration in rats: a comparative
 0  3  4

Fratura avulsão do planalto tibial medial (Segond reverso).

... RELATO DE CASO FRATURA AVULSÃO DO PLANALTO TIBIAL MEDIAL ( SEGOND REVERSO ) AVULSION FRACTURE OF THE MEDIAL TIBIAL PLATEAU (REVERSE SEGOND INJURY) FABIO JANSON ANGELINI1, EDUARDO ANGELI MALAVOLTA2, CAIO OLIVEIRA D´ELIA3, JOSÉ RICARDO PÉCORA4, ARNALDO ... opposite to those observed in the classical Segond injury. Similarly to the previously described cases, our case reported avulsion fracture of the medial tibial plateau at the insertion of the deep tibial collateral ligament, associated to posterior cruciate ligament injury. Similarly to one of the previous cases, anterior cruciate ligament injury was ... ones because it does not show medial meniscal injury. Keywords: Posterior cruciate ligament; Knee; Fractures; Tibial plateau Citação: Angelini FJ, Malavolta EA, D’elia CO, Pécora JR, Hernandez AJ, Camanho GL. Fratura avulsão do planalto tibial medial (segond reverso ). Acta Ortop Bras. [periódico na Internet]. 2007; 15(3):169-170. Disponível em URL:
 0  5  2

Tratamento cirúrgico da fratura-avulsão da inserção tibial do L.C.P. do joelho: experiência de 21 casos.

... projetando-se caudal e medialmente, pela incisura intercondiliana em direção a sua inserção tibial localizada posterior, inferior e justa-lateralmente à linha média do planalto tibial. Ele atua como o principal estabilizador posterior do joelho, restringindo a translação tibial posterior em relação ao fêmur(3-5). Estima-se que a lesão do LCP corresponda a ... Tratamento cirúrgico da fratura-avulsão da inserção tibial do L.C.P. do joelho: experiência de 21 casos. Acta Ortop Bras. [periódico na Internet]. 2007; 15(5):272-275. Disponível em URL: http://www.scielo.br/aob. Citation: Piedade SR, Mischan MM. Surgical treatment of avulsion fractures of the knee PCL tibial insertion: experience with 21 cases. Acta ... ARTIGO ORIGINAL TRATAMENTO CIRÚRGICO DA FRATURA-AVULSÃO DA INSERÇÃO TIBIAL DO L.C.P. DO JOELHO: EXPERIÊNCIA DE 21 CASOS SURGICAL TREATMENT OF AVULSION FRACTURES OF THE KNEE PCL TIBIAL INSERTION: EXPERIENCE WITH 21 CASES SÉRGIO ROCHA PIEDADE1, MARTHA MARIA MISCHAN 2 RESUMO Avaliamos 21 pacientes,
 0  2  4

Reconstrução do L.C.P. do joelho: técnica de fixação no leito tibial ("INLAY"). Avaliação objetiva e subjetiva de 30 casos.

... ARTIGO ORIGINAL RECONSTRUÇÃO DO L.C.P. DO JOELHO: TÉCNICA DE FIXAÇÃO NO LEITO TIBIAL (“INLAY”) AVALIAÇÃO OBJETIVA E SUBJETIVA DE 30 CASOS KNEE P.C.L. RECONSTRUCTION: A TIBIAL BED FIXATION (“INLAY”) TECHNIQUE Objective and Subjective evaluation of a 30-cases series SÉRGIO ROCHA PIEDADE1, RODRIGO RIBEIRO ... articulação fêmoro-patelar(3,5,6). feita no leito tibial por abordagem direta (INLAY). Segundo os As queixas de dor, derrame articular e limitação funcional autores, este procedimento permite um posicionamento mais tornam-se mais freqüentes, principalmente se coexistirem anatômico do enxerto no leito tibial, além de evitar uma angu- outras lesões ... dos músculos grácil e semitendionoso são as principais opções como substituto. Atualmente, a técnica mais comumente empregada é a transtibial, a qual consiste em fixar o enxerto tendíneo na tíbia através de um túnel transtibial(7, 8, .14-16) Embora largamente difundida, esta técnica tem recebido críticas. Diversos autores têm sugerido que o ângulo Entre
 0  3  5

Tratamento do pé varo espástico através da hemitransposição do tendão do tibial posterior.

... foot deformity was due to changes in the tibialis anterior and ischiotibial muscles and not to changes in tibialis posterior muscle. In addition, in this case the structured bone deformity of hindfoot was not adequately treated during first surgery. With lengthening of medial ischiotibial musculature, split tibialis anterior tendon transfer, and calcaneus ... em alterações do músculo tibial anterior e isquiotibiais do que no músculo tibial posterior. Além disso, neste caso, a deformidade óssea estruturada do retropé não foi adequadamente tratada na primeira intervenção. Posteriormente, com a realização de alongamento da musculatura isquiotibial medial, hemitransposição do tendão do tibial anterior e osteotomia ... Regular and bad results were mainly associated to anterior tibial insufficiency, leading to the maintenance of the orthosis; the influence of other deforming forces on the foot besides the posterior tibial and to the presence of structural bony deformities. The technique of hemitransposition of tibial posterior tendon, associated to other procedures as
 0  2  7

Correção da falha óssea femoral e tibial pelo método do transporte ósseo de Ilizarov.

... with tibial lesion the bone fissure varied from 2.5 cm to 10 cm, with limb shortening in two patients, respectively 1.5 cm and 2 cm. The mean follow-up period since the end of the treatment until evaluation was 49 months for the femoral lesion patients and 28.3 months for the tibial lesion patients. The femoral transports were bifocal and the tibial ... lesion and in all patients with tibial lesion (Table 5). Pacientes Patients Discrepância final Final discrepancy F1 F2 F3 F4 T1 T2 T3 0 0,5 5,5 0 1 0 1 Tab. 5 - Discrepância final em centimetros nos pacientes com lesão femoral (F) e tibial (T). Table 5 – Final discrepancy in centimeters in patients with femoral (F) and tibial lesion (T). T4 0,5 Nenhum ... ARTIGO ORIGINAL Correção da Falha Óssea Femoral e Tibial pelo Método do Transporte Ósseo de Ilizarov Femoral and Tibial Bone Loss Correction Using Ilizarov’s Bone Transport CELSO HERMINIO FERRAZ PICADO1 ; CLEBER ANTONIO JANSEN PACCOLA2 E EUGENIO FREIRE ANDRADE
 0  7  14

Irradiação contralateral de força para a ativação do músculo tibial anterior em portadores da doença de Charcot-Marie-Tooth: efeitos de um programa de intervenção por FNP.

... Fisioterapia ARTIGO ORIGINAL Irradiação contralateral de força para a ativação do músculo tibial anterior em portadores da doença de Charcot-Marie-Tooth: efeitos de um programa de intervenção por FNP Contralateral force irradiation for the activation of tibialis anterior muscle in carriers of Charcot-Marie-Tooth disease: effect of PNF intervention ... program Paula C. Meningroni1, Carolina S. Nakada1, Luciana Hata1, Amanda C. Fuzaro1, Wilson Marques Júnior2, João E. Araujo1 Resumo Objetivo: Avaliar a resposta do músculo tibial anterior (TA) após um protocolo de cinco semanas com irradiação contralateral de força através de diagonais de facilitação neuromuscular proprioceptiva (FNP) em pacientes ... Charcot-Marie-Tooth; técnica de facilitação neuromuscular proprioceptiva; desmielinização periférica; avaliação eletromiográfica. Abstract Objective: To evaluate the response of the tibialis anterior (TA) muscle following a five-week protocol with contralateral irradiation force through Proprioceptive Neuromuscular Facilitation (PNF) diagonals in patients with
 0  2  6

Qualidade de vida de mulheres com bexiga hiperativa refratária tratadas com estimulação elétrica do nervo tibial posterior.

... estimulação elétrica do nervo tibial posterior Quality of life in women with refractory overactive bladder treated with percutaneous tibial nerve stimulation Francine O. Fischer-Sgrott1, Elisangela F. Manffra2, Wilson F. S. Busato Junior3 Resumo Objetivo: Verificar o impacto do tratamento por estimulação elétrica do nervo tibial posterior (PTNS) na ... anal, vaginal, peniana, perineal, transcutânea suprapúbica ou região sacral e no nervo tibial posterior9,10. A estimulação elétrica do nervo tibial posterior (PTNS) consiste na estimulação elétrica transcutânea com auxílio de eletrodos-agulha na região do nervo tibial posterior4,10-13. Apesar de ter sido proposta há mais de 20 anos, os detalhes do ... Demaille-Wlodyka S, Parratte B, et al. Urodynamic effect of acute transcutaneous posterior tibial nerve stimulation in overactive bladder. J Urol. 2003;169(6):2210-5. 15. Vandoninck V, van Balken MR, Finazzi Agrò E, Petta F, Caltagirone C, Heesakkers JP, et al. Posterior tibial nerve stimulation in the treatment of urge incontinence. Neurourol Urodyn. 2003;22(1):17-23. 16.
 0  3  7

Regeneração do músculo tibial anterior em diferentes períodos após lesão por estimulação elétrica neuromuscular.

... observar diferença no processo de regeneração com maior susceptibilidade à lesão na região distal do músculo tibial anterior. Palavras-chave: regeneração muscular, tibial anterior, estimulação elétrica, lesão muscular. ABSTRACT Regeneration of the tibialis anterior muscle at different times following injury induced by neuromuscular electrical stimulation Background: ... analyze the tibialis anterior muscle at different times following injury induced by electrical stimulation. Method: Male Wistar rats (298.2 ± 16.0g) were divided into two electrically stimulated groups evaluated after three and five days (n= 20) and two control groups, also evaluated after three and five days (n= 14). While stretched, the tibialis anterior ... days following electrical stimulation was sufficient for showing a difference in the regeneration process. The distal region of the tibialis anterior muscle was more susceptible to injury. Key words: muscle regeneration, tibialis anterior, electrical stimulation, muscle injury. 100 Botelho AP, Facio FA e Minamoto VB Rev. bras. fisioter. INTRODUÇÃO A
 0  4  6

Variáveis espaço-temporais da marcha de crianças com paralisia cerebral submetidas a eletroestimulação no músculo tibial anterior.

... cerebral palsy undergoing electrostimulation in the anterior tibial muscle Objective: This study had the objective of describing spatiotemporal gait variables of four to five-year-old children with spastic hemiplegic cerebral palsy, before and after sessions of electrostimulation of the anterior tibial muscle on the paralyzed side. Method: Five children ... variáveis espaço-temporais da marcha de crianças de 4 a 5 anos de idade com paralisia cerebral (PC) do tipo hemiplegia espástica, antes e após sessões de eletroestimulação do músculo tibial anterior do dimídio plégico. Metodologia: Cinco crianças foram submetidas à eletroestimulação durante 12 sessões (três vezes na semana). Para a coleta dos dados biomecânicos, ... jul./ago. 2007 ©Revista Brasileira de Fisioterapia 261 VARIÁVEIS ESPAÇO-TEMPORAIS DA MARCHA DE CRIANÇAS COM PARALISIA CEREBRAL SUBMETIDAS A ELETROESTIMULAÇÃO NO MÚSCULO TIBIAL ANTERIOR JERÔNIMO BP 1, SILVEIRA JA 1, BORGES MBS 1, DINI PD 2 E DAVID AC 2 1 Departamento de Fisioterapia, Universidade Católica de Brasília,Taguatinga, DF - Brasil 2
 0  3  6

Efeito da crioterapia na resposta eletromiográfica dos músculos tibial anterior, fibular longo e gastrocnemio lateral de atletas após o movimento de inversão do tornozelo.

... PESQUISA ORIGINAL Efeito da crioterapia na resposta eletromiográfica dos músculos tibial anterior, fibular longo e gastrocnemio lateral de atletas após o movimento de inversão do tornozelo Effect of cryotherapy on the electromyographic response of the tibialis anterior, peroneus longus and gastrocnemius lateralis muscles in athletes after ankle ... anterior, peroneus longus and gastrocnemius lateralis muscles in athletes after ankle inversion movement Efecto de la crioterapia en la respuesta electromiográfica de los músculos tibial anterior, fibular largo y gastrocnemio lateral de atletas después del movimiento de inversión del tobillo Carolina Saenz Alonso1, Christiane de Souza Guerino Macedo1, Rinaldo ... e 10 universitários não atletas. Todos foram submetidos à inversão do tornozelo em plataforma para a análise do sinal eletromiográfico dos músculos Gastrocnêmio Lateral (GL), Tibial Anterior (TA) e Fibular Longo (FL), pré e pós-crioterapia por imersão do tornozelo, a 4±2oC, por 20 minutos. A análise estatística utilizou o teste de Shapiro Wilk, Wilcoxon
 0  5  6

Avaliação da qualidade de vida e da perda urinária de mulheres com bexiga hiperativa tratadas com eletroestimulação transvaginal ou do nervo tibial.

... de vida e da perda urinária de mulheres com bexiga hiperativa tratadas com eletroestimulação transvaginal ou do nervo tibial Evaluation of quality of life and loss urine of women with overactive bladder treated with intravaginal or tibial nerve electro stimulation Maíra de Menezes Franco1, Flaviane de Oliveira Souza2, Elaine Cristine Lemes Mateus ... fisioterapia; bexiga urinária hiperativa; estimulação elétrica; qualidade de vida; nervo tibial posterior. ABSTRACT: This is a prospective comparative clinical study. This study aimed to compare the effects of intravaginal electrical stimulation therapy (IS) and the tibial nerve (TNS) on quality of life (QOL) and complaints of urinary incontinence in ... KWH, Vergunst H, Kiemeney LA, Debruyne FM, Bemelmans BL. Posterior tibial nerve stimulation as neuromodulative treatment of lower urinary tract dysfunction. J Urol. 2001;166(3):914-8. 16. Svihra J, Urca E, Luptak J, Kliment J. Neuromodulative treatment of overactive bladder noninvasive tibial nerve stimulation. Bratisl Lek Listy. 2002;103(12):480-3. 17. Amarenco
 0  4  6

Avaliação da inibição recíproca em humanos durante contrações isométricas dos músculos tibial anterior e sóleo.

... jul./set. 2009 ISSN 1809-2950 Avaliação da inibição recíproca em humanos durante contrações isométricas dos músculos tibial anterior e sóleo Assessment of reciprocal inhibition in humans during isometric contractions of the tibialis anterior and soleus muscles José Eduardo Pompeu1, Eugênia Casella Tavares de Mattos2, André Fabio Kohn3 Estudo ... recíproca (IR) pode ser estudada com o condicionamento do reflexo H (RH) do músculo sóleo, por estímulos nas fibras aferentes do músculo tibial anterior. O RH é obtido com uma estimulação elétrica superficial sobre o nervo tibial na fossa poplítea, que causa a despolarização das fibras aferentes Ia do músculo (M.) sóleo, gerando sinapses excitatórias diretas ... sentido longitudinal. O eletrodo terra foi fixado na região medial da tíbia numa posição intermediária entre os eletrodos de captação dos músculos sóleo e tibial anterior. A estimulação do nervo tibial foi feita por um eletrodo monopolar com o catodo posicionado na fossa poplítea, onde esse nervo se encontra mais superficial. O anodo foi posicionado
 0  3  5

Efeito da inflamação articular aguda sobre a morfologia e a expressão gênica dos músculos sóleo e tibial anterior de ratos

... GÊNICA DOS MÚSCULOS SÓLEO E TIBIAL ANTERIOR DE RATOS LILIANA CAROLINA RAMIREZ RAMIREZ SÃO CARLOS 2008 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FISIOTERAPIA EFEITO DA INFLAMAÇÃO ARTICULAR AGUDA SOBRE A MORFOLOGIA E A EXPRESSÃO GÊNICA DOS MÚSCULOS SÓLEO E TIBIAL ANTERIOR DE RATOS Liliana ... da Biblioteca Comunitária da UFSCar R173ei Ramirez Ramirez, Liliana Carolina. Efeito da inflamação articular aguda sobre a morfologia e a expressão gênica dos músculos sóleo e tibial anterior de ratos / Liliana Carolina Ramirez Ramirez. -- São Carlos : UFSCar, 2008. 43 f. Dissertação (Mestrado) -- Universidade Federal de São Carlos, 2008. 1. Inflamação. ... tíbio-társica sobre a expressão de genes musculares relacionados à atrofia (atrogina-1 e MuRF-1), diferenciação e crescimento (MyoD), e regulação da massa (miostatina) nos músculos Sóleo e Tibial anterior (TA) do rato. Possíveis alterações na área de secção transversa (AST) das fibras musculares foram também identificadas. Métodos: Ratos Wistar foram distribuídos
 0  4  83

Documento similar


Feedback