Angiogênese

Angiogênese e linfangiogênese no câncer gástrico: correlação de marcadores imuno-histoquímicos e densidade microvascular com os dados clínico-patológicos dos pacientes

... Área de Concentração em Patologia Médica Angiogênese e linfangiogênese no câncer gástrico: correlação de marcadores imuno-histoquímicos e densidade microvascular com os dados clínico- patológicos dos pacientes Letícia Trivellato Gresta Belo Horizonte 2014 LETÍCIA TRIVELLATO GRESTA Angiogênese e linfangiogênese no câncer gástrico: correlação ... transportadas a outros sítios no organismo produzindo metástases. A linfangiogênese, ou seja, a formação de novos vasos linfáticos também é fator de risco para metástases linfonodais. Apesar de haver numerosos trabalhos envolvendo angiogênese, são poucos os estudos que avaliam a linfangiogênese como fator prognóstico nas neoplasias. Por todas essas razões, ... linfática e sanguínea.................................... 39 2.3.2 Neoformação vascular linfática e sanguínea na carcinogênese gástrica..... 40 2.4 Métodos de avaliação de angiogênese e linfangiogênese........................ 43 2.4.1 Determinação da densidade microvascular.................................................. 43 2.4.2 Marcadores imuno-histoquímicos
 0  2  145

Avaliação do efeito do inibidor da enzima xantina oxidase (alopurinol) no modelo murino de angiogênese inflamatória

... ANGIOGÊNESE............................................................................................ 26 3.4.1. Etapas da angiogênese ........................................................................ 26 3.4.2. Mediadores da angiogênese. ............................................................... 27 3.4.3. Inflamação & Angiogênese .................................................................. ... abreviaturas e siglas foram explicadas quando citadas pela primeira vez no texto. VIII LISTA DE FIGURAS Figura 1- Interação entre inflamação aguda e crônica e angiogênese. ........... 25 Figura 2- Angiogênese durante a inflamação. ................................................. 27 Figura 3- Biosíntese do ácido úrico. ................................................................ ... PARA O ESTUDO DA ANGIOGÊNESE INFLAMATÓRIA.................................................................. 18 3.3. INFLAMAÇÃO ............................................................................................... 20 3.3.1. Etapas da Inflamação ........................................................................... 21 3.4. ANGIOGÊNESE............................................................................................
 0  2  66

Cinética da angiogênese inflamatória induzida por implante de esponja na musculatura abdominal em camundongos

... EM FISIOLOGIA E FARMACOLOGIA LABORATÓRIO DE ANGIOGÊNESE CINÉTICA DA ANGIOGÊNESE INFLAMATÓRIA INDUZIDA POR IMPLANTE DE ESPONJA NA MUSCULATURA ABDOMINAL EM CAMUNDONGOS ALUNA: Pollyana Ribeiro Castro ORIENTADORA: Profª. Drª. Silvia Passos Andrade BELO HORIZONTE 2012 POLLYANA RIBEIRO CASTRO CINÉTICA DA ANGIOGÊNESE INFLAMATÓRIA INDUZIDA POR IMPLANTE ... ................................................................................. pg. 01 1.1 – Angiogênese .................................................................................. pg. 02 1.2 – Angiogênese e inflamação ............................................................ pg. 05 1.3 – Angiogênese inflamatória e musculatura esquelética ................... pg. ... tecido. Palavras-chave: interface músculo/implante, citocinas, colágeno, fluxo sanguíneo. XVI  Introdução 1. Introdução 1  Introdução 1. INTRODUÇÃO 1.1 - Angiogênese Angiogênese ou neovascularização consiste no processo pelo qual novos vasos sanguíneos são formados por brotamento, a partir de pequenos vasos pré-existentes em adultos
 0  2  115

Estudo dos efeitos do extrato de própolis em um modelo murino de angiogênese inflamatória

... Patologia Faculdade de Medicina ESTUDO DOS EFEITOS DO EXTRATO DE PRÓPOLIS EM UM MODELO MURINO DE ANGIOGÊNESE INFLAMATÓRIA SANDRA APARECIDA LIMA DE MOURA Belo Horizonte Abril de 2009 SANDRA APARECIDA LIMA DE MOURA ESTUDO DOS EFEITOS DO EXTRATO DE PRÓPOLIS EM UM MODELO MURINO DE ANGIOGÊNESE INFLAMATÓRIA Tese apresentada ao Programa de Pós-graduação em Patologia ... 23 O processo de reparo 25 A cascata da cicatrização 26 A influência da inflamação no reparo tecidual 29 A angiogênese inflamatória 30 Modelo de implantação subcutânea de discos de esponja na indução 32 da angiogênese inflamatória 2. OBJETIVOS 2.1 Objetivo geral 2.2 Objetivos específicos 34 34 34 3 MATERIAIS E MÉTODOS 35 3.1 ... avaliação da angiogênese 45 3.14 Avaliação da cinética de citocina TNF-α, VEGF e TGF-β1 produzidas 45 no modelo de implante de esponja 3.15 Análise estatística 46 4 RESULTADOS 4.1 Caracterização organoléptica da própolis de Jaguaraçú 4.2 Análise do teor de flavonóides em função do solvente 4.3 Análises químicas 4.4 Caracterização da angiogênese
 0  7  100

Influência do background genético na angiogênese inflamatória em camundongos hétero- e isogênicos

... descritos como fatores essenciais para a angiogênese (EMING & HUBBELL, 2011). Mediadores inflamatórios também podem estimular a angiogênese direta ou indiretamente. Células inflamatórias que produzem esses fatores incluem macrófagos e mastócitos. Existem vários mecanismos pelo qual os macrófagos podem induzir a angiogênese. Essas células podem secretar ... indução primária da angiogênese uma vez que ambos os tipos celulares produzem o fator de crescimento fibroblástico básico (bFGF) e VEGF (BONNET & WALSH, 2005). Assim como as células inflamatórias, condições inflamatórias também estimulam a angiogênese. Hipóxia tecidual frequentemente ocorre no tecido inflamado e é um estimulador potencial da angiogênese. ... restaurar a integridade da barreira epitelial, através da remodelação das redes de colágeno (NAYAK et al., 2009, RODERO & KHOSROTEHRANI, 2010; MURPHY et al., 2011). 1.4.2.1 Angiogênese A angiogênese é definida como a formação de novos vasos a partir de vasos pré-existentes. Esse processo é de vital importância para a homeostase e 10 remodelamento tecidual.
 0  2  93

Influência do background genético na angiogênese inflamatória sob a influência do dipiridamol

... Inflamatória.................................................................................. 17 1.3 – Angiogênese .............................................................................................................. 19 1.3.1 – Regulação da Angiogênese. ................................................................................ 21 1.4 – Angiogênese e Inflamação......................................................................................... ... excessivo ou o remodelamento anormal podem promover prejuízos como câncer, desordens inflamatórias e doenças oftalmológicas 34,35. Figura 1: Ensaio de Angiogênese 1.3.1 – Regulação da Angiogênese O começo da angiogênese se dá com a dilatação de vasos pré-existentes, em especial, vênulas e capilares. Quando ocorre o estímulo angiogênico, as 21 células ... 59,60. 1.4 – Angiogênese e Inflamação Durante uma resposta inflamatória, se há permanência do estímulo lesivo, ocorre a cronificação do processo inflamatório, que por sua vez é caracterizado por um aumento de macrófagos no local, proliferação de fibroblastos o que aumenta a síntese de matriz, a angiogênese e a lesão tecidual. Esse aumento na angiogênese
 0  2  79

Papel dos receptores canabinóides em um modelo experimental de angiogênese inflamatória

... UM MODELO EXPERIMENTAL DE ANGIOGÊNESE INFLAMATÓRIA Rodrigo Guabiraba Brito 2007 UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE FISIOLOGIA E BIOFÍSICA PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS: FISIOLOGIA E FARMACOLOGIA PAPEL DOS RECEPTORES CANABINÓIDES EM UM MODELO EXPERIMENTAL DE ANGIOGÊNESE INFLAMATÓRIA Dissertação ... cytokines XXI RESUMO A angiogênese é controlada por uma complexa rede de células e mediadores. A ativação ou bloqueio de receptores canabinóides demonstram ser uma interessante estratégia farmacológica para atenuar a resposta angiogênica e/ou inflamatória em vários modelos experimentais. Aqui investigamos como esta estratégia pode interferir na angiogênese inflamatória. ... protéicos, angiogênese e acúmulo de neutrófilos e macrófagos, respectivamente. O tratamento com os antagonistas CB1 ou CB2 levou à redução do influxo celular para a matriz esponjosa nos dias 7 e 14, com padrões distintos para macrófagos e neutrófilos. O agonista CB1/CB2 também reduziu o influxo celular. Ambos os tratamentos interferiram na angiogênese.
 0  4  142

Perfil de marcadores de angiogênese nas gestantes com pré-eclâmpsia e a correlação com os níveis da pressão arterial média

... ....................................................... 38 2.5 Angiogênese ............................................................................................ 40 2.6 Reguladores da angiogênese ................................................................. 41 2.6.1 Estimuladores da angiogênese ............................................................. 41 2.6.2 Inibidores da angiogênese ... 1999). 2.5 Angiogênese Angiogênese é o desenvolvimento de novos capilares a partir de vasos preexistentes. Os mecanismos básicos pelos quais a angiogênese se processa mostram variadas formas de crescimento, incluindo: brotamento, intussuscepção, alongamento e ramificação (RISAU, 1997). São etapas conhecidas, bem estudadas e necessárias na angiogênese: ... 1997). FIGURA 2 - Angiogênese e parede vascular. Fonte: http:// www.gene.com - 30/10/2006. A figura mostra a composição da parede vascular e os caminhos da angiogênese: degradação da matriz extracelular, quimiotaxia dos fibroblastos, migração e proliferação de células endoteliais. 2.6 Reguladores da angiogênese 2.6.1 Estimuladores da angiogênese Esse
 0  8  111

Expressão dos marcadores de angiogênese fator VIII e CD-34 no adenocarcinoma gástrico.

... plaquetas e vasos, por isso é considerado bom marcador de angiogênese1 7. O CD-34 também é marcador de angiogênese, uma vez que via anticorpo anti-CD-34, marca imunoistoquimicamente células CD-34 +, envolvidas no processo de replicação do endotélio vascular8. Assim, é licito pensar que qualquer estudo sobre angiogênese deve considerar a utilização desses marcadores ... seria o melhor marcador para angiogênese, porém permite imaginar que o CD-34 seja menos seletivo para angiogênese que o Fator VIII. No mesmo tecido onde ambos foram aplicados, foi maior a expressão do CD-34, contudo com qualidade de marcação inferior a do Fator VIII. Não restam dúvidas acerca da qualidade dos marcadores de angiogênese ora estudados, ... do câncer. Os marcadores de angiogênese Fator VIII e CD-34 fazem parte de um grupo de substâncias que após reação imunoistoquímica, indicam o crescimento de novos vasos. Estes estudos tomam grande dimensão na medida em que propiciam não só o diagnóstico preciso, mas o desenvolvimento de drogas que atuem de forma seletiva na angiogênese tumoral. O Fator
 0  4  8

Terapia gênica com VEGF para angiogênese na angina refratária: ensaio clínico fase I/II.

... demonstração de que alguns fatores de crescimento vascular têm o potencial de induzir angiogênese no tecido isquêmico [1-3] tem estimulado a investigação de novas técnicas de tratamento para pacientes com doença arterial coronariana (DAC). Isso se deve à possibilidade de induzir angiogênese miocárdica e estabelecer circulação colateral, especialmente nos casos ... E-mail: kalil.pesquisa@cardiologia.org.br Artigo recebido em 11 de fevereiro de 2010 Artigo aprovado em 28 de junho de 2010 311 KALIL, RAK ET AL - Terapia gênica com VEGF para angiogênese na angina refratária: ensaio clínico fase I/II Rev Bras Cir Cardiovasc 2010; 25(3): 311-321 não na proporção da extensão da área de miocárdio isquêmico (23,38±13,12% ... Os resultados iniciais tendem a demonstrar melhora na gravidade da angina e redução da intensidade da isquemia miocárdica. Descritores: Terapia de genes. Agentes indutores da angiogênese. Isquemia miocárdica. Angina pectoris. Abstract Objective: Safety, feasibility and early myocardial angiogenic effects evaluation of transthoracic intramyocardial
 0  8  11

Estudo experimental sobre os efeitos do subgalato de bismuto no processo inflamatório e de angiogênese em mucosa bucal.

... reepitelização, fibroplasia e angiogênese. Uma vez que a angiogênese é uma das importantes fases cicatricionais, se o subgalato de bismuto induzir a uma maior atividade angiogênica, espera-se ter neovasos de forma precoce e maior em termos quantitativos, os quais culminariam com a otimização do processo cicatricional. A angiogênese ocorre a partir de ... process 25 de angiogênese, quando estudado pelo método de imuno-histoquímica com o marcador CD34, houve maior proliferação de vasos no grupo controle, o que demonstra que o subgalato inibiu a neoangiogênese no experimento. O sal promoveu um status de cronificação de processo inflamatório, o que poderia justificar a inibição do processo de angiogênese ... controle e o grupo experimento. Porém, ao comparar a angiogênese do primeiro com o sétimo dia no grupo controle, encontrou-se um aumento significativo no número de vasos. Tal relação é a esperada dentro do processo fisiológico normal de cicatrização. Ainda sobre o processo Tabela 9 Comparação em relação à angiogênese. Apresentação dos valores de mediana,
 0  3  9

Linfangiogênese e angiogênese em carcinomas de células escamosas de lábio inferior e da cavidade oral.

... à angiogênese, a linfangiogênese possui vários mecanismos de indução.11 O crescimento dos vasos linfáticos ocorre em uma série de processos normais e patológicos, por exemplo, cicatrização de feridas, inflamação e progressão para malignidades.12,13 Os CCEs da cavidade oral e do lábio têm sido avaliados em separado em termos de angiogênese e linfangiogênese, ... para remover resíduos. Para que a angiogênese tenha início, diversas moléculas são liberadas pelas células malignas, que enviam si- nais aos tecidos circunjacentes do hospedeiro. Essa situação pode resultar na ativação de certos genes, seguida pela produção de proteínas, o que leva à indução da angiogênese. 9,10 Linfangiogênese é a formação de novos ... licença CC BY (https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt). 386 PALAVRAS-CHAVE Neovascularização patológica; Linfangiogênese; Lábio; Boca; Carcinoma de células escamosas Alaeddini M, Etemad-Moghadam S Linfangiogênese e angiogênese em carcinomas de células escamosas de lábio inferior e da cavidade oral Resumo Introdução: Os tumores de lábio
 0  2  6

Angiogênese coronariana como resposta endógena da isquemia miocárdica no adulto.

... mecanismos do processo de angiogênese: a endógena são os processos fisiológicos e patológicos, enquanto a exógena é a terapia angiogênica cardiovascular como forma exógena de indução de angiogênese. O objetivo desta revisão é analisar os mecanismos da angiogênese endógena nos processos fisiológicos. e140 Lorier e cols. Angiogênese miocárdica endógena ... estavel. Componentes maiores que um capilar normal que pode pode ser envolvido no processo de angiogênese. MF MB CE H P Estágio 1 da angiogênese: alterações dentro dos vasos. MB CE H MF P Estágio 2 da angiogênese: formação de um novo canal. Estágio 3 da angiogênese: Maturação do novo vaso. MB: membrana basal, CE: celulas endoteliais; ... mecanismos indutores de angiogênese miocárdica endógena no adulto: 1. Fase inicial: isquemia miocárdica como estímulo inicial A angiogênese é, principalmente, uma resposta adaptativa à hipóxia tecidual e depende do acúmulo de FIH-1 α, que, em condições de hipóxia tecidual, ativa a expressão de fatores de crescimento e inicia o processo de angiogênese na zona
 0  3  9

Angiogênese e doenças da retina.

... como angiogênese. Esse fenômeno ocorre em condições fisiológicas e patológicas. A angiogênese fisiológica ocorre durante a embriogênese, o crescimento dos tecidos e o ciclo reprodutivo da mulher, enquanto a angiogênese patológica é caracterizada pela neovascularização ineficaz (como no caso das reti- Arq Bras Oftalmol. 2007;70(3):547-53 548 Angiogênese ... proliferativas) ou excessiva (como nos tumores)(1). Em 1971, Folkman sugeriu que o controle da angiogênese poderia ser útil no controle do crescimento tumoral(2). Esse conceito de antiangiogênese foi aplicado a outras doenças e vem sendo estudado extensivamente nos últimos anos. A angiogênese é um fenômeno complexo no qual participam inúmeras moléculas que estimulam ... 3). Todos esses resultados mostram a importância do VEGF no processo de angiogênese, e abriram caminho para as novas terapias antiangiogênicas de retinopatias proliferativas. Outros fatores envolvidos na angiogênese O VEGF não é a única molécula cuja expressão está aumentada na angiogênese patológica, embora pareça ser a princi- Figura 2 - Angiografia
 0  10  7

Caracterização dos efeitos do Amblyomin-X sobre a angiogênese e a célula endotel...

... serinoproteases 12 1.2.1 Inibidores de serinoproteases do tipo Kunitz 1.3 Amblyomin-X 2. Angiogênese no desenvolvimento tumoral 13 14 16 2.1 Permeabilidade Vascular e Angiogênese 21 2.2 Aderência e Migração das células endoteliais 22 2.3 Mediadores químicos da angiogênese 24 2.3.1 Papel do VEGF 24 2.3.2 Papel da PGE2 25 2.3.3 Papel do NO 26 3. ... mecanismos anti carcinogênicos dos inibidores de serinoproteases é a inibição do processo de angiogênese, este trabalho foi delineado para avaliar as ações do Amblyomin-X sobre a angiogênese in vivo e sobre funções da célula endotelial envolvidas neste processo. A angiogênese in vivo foi estudada em modelo de câmara dorsal po microscopia intravital. Quarenta ... sobre a angiogênese foi sugerida pela menor formação de vasos na região que circunda o tumor (Chudzinski-Tavassi, comunicação pessoal). Desta forma, estudos que elucidem os mecanismos do Amblyomin-X na redução da formação do tumor, entre os quais a angiogênese, poderá contribuir para a utilização desta proteína como ferramenta terapêutica. 1 2. Angiogênese
 0  3  91

Estudo dos efeitos do laser de baixa intensidade na angiogênese em ruptura parcial do tendão calcâneo de ratos.

... PÓS-GRADUAÇÃO EM FISIOTERAPIA “ESTUDO DOS EFEITOS DO LASER DE BAIXA INTENSIDADE NA ANGIOGÊNESE EM RUPTURA PARCIAL DO TENDÃO CALCÂNEO DE RATOS” Ana Claudia Bonome Salate SÃO CARLOS 2004 Ana Claudia Bonome Salate “ESTUDO DOS EFEITOS DO LASER DE BAIXA INTENSIDADE NA ANGIOGÊNESE EM RUPTURA PARCIAL DO TENDÃO CALCÂNEO DE RATOS” Dissertação de mestrado ... BIBLIOGRÁFICAS....................................................................... 130 ANEXOS...................................................................................................................... 145 RESUMO ESTUDO DOS EFEITOS DO LASER DE BAIXA INTENSIDADE NA ANGIOGÊNESE EM RUPTURA PARCIAL DO TENDÃO CALCÂNEO DE RATOS. Dissertação de Mestrado, Ana Claudia Bonome Salate. A proposta desse estudo foi analisar os efeitos do laser AsGaAl, de 660 nm, com 10 mW e 40 mW de potência de saída, aplicado durante 10 segundos, no processo de angiogênese e qualidade de reparo após ... uma grande função no reparo tendíneo. Parece que é um importante mediador da angiogênese devido à capacidade de induzir a migração e proliferação de células endoteliais ao local de lesão (CHANG et al., 1998; CHAN et al., 1997; NISSEN et al., 1996). Segundo Enwemeka (1989a), a neoangiogênese inicia-se através de anastomoses de capilares sangüíneos próximos
 0  4  170

Estudo do efeito da Alternagina-C, uma desintegrina do veneno de Bothrops alternatus e de um peptídeo sintético derivado de sua estrutura, sobre a expressão de fatores de crescimento, angiogênese e cicatrização de lesão em pele de rato

... colaboradora, uma verdadeira amiga, meus sinceros agradecimentos. vii RESUMO A angiogênese e o reparo tecidual são mediados por vários fatores de crescimento estritamente liberados. A Alternagina-C (ALT-C), uma proteína tipo-desintegrina derivada do veneno de Bothrops alternatus induz angiogênese in vivo, bem como, o peptídeo cíclico derivado de sua estrutura ... proteína pertencente ao grupo das desintegrinas de veneno de serpentes que estimula a angiogênese e induz a síntese de colágeno em tecido lesado. A ALT-C pode exercer os seus efeitos via ligação com integrina vinculada à modulação de fatores de crescimento. Como a angiogênese é um acontecimento importante para a cicatrização, ambos, ALT-C e ALT-C PEP ... inflamação...................................................... 18 1.5.3.2 Fase proliferativa: epitelização, angiogênese e formação de matriz extracelular provisória........................................................................................ 19 1.5.3.3 Maturação e remodelagem.................................................................................. 20 1.6 Angiogênese. ......................................................................................................... 21 1.7 Fatores
 0  3  89

Documento similar


Feedback