Introdução ao perfil metafuncional do português brasileiro: contribuições para os estudos multilíngues

 0  13  383  2017-01-20 10:59:53 Report infringing document
Documento informativo

INTRODUđấO

  Diz se que os Segundo Halliday (2002), o fato de o sistema ser estratificado permite que a gramática comporte ao mesmo tempo mais de um modelo de realidade, podendo, com isto, equilibrar osrecursos de cada modelo dependendo da experiência a ser concebida, o que se faz em ocasiões diferentes de formas diferentes entre os estratos. O que o sistema de TEMA faz é dar proeminência a determinado elemento na distribuição da informação, colocando o no pico de proeminência relativo ao ponto de partidada mensagem para (i) servir de base para a interpretação do restante da oração (estabelecer o contexto local), e (ii) integrá la ao fluxo de informação relativo ao desenvolvimento do textocomo um todo (ver Figura 3.6).

O D E IN D IV ID U A

  FIGURA 6.11 – O contínuo de individuação. CULTURA PESSOAIDENTIDADE MESTRE C O N T ÍN U Ç ÃO SUBP CULTURA Do ponto de vista da individuação, o texto é o processo que vai desde o reservatório de uma cultura até o repertório de uma pessoa.

O D E IN ST A N C IA

  Assim, quanto mais próximos ao pólo de instanciação monolíngue estiverem os textos (o que só se pode saber por meio da análise) maior a chance de o texto ser chamado de “boatradução”; ao contrário, quanto mais recursos de mais de um sistema linguístico forem utilizados, maior a chance de o texto ser chamado de “má tradução”. Pelo fato de o texto ser, assim como no inglês, o início de um romance, e em português existir o subpotencial necessário para a produção deste tipo de texto, é possível, em termosanalíticos e teóricos compará lo com o potencial da língua inglesa para produzir textos funcionando na mesma região de processos sócio semióticos.

CONCLUSÃO

  Assim, elementos que, aparentemente formam parte da descrição da tradução, tais como acorrespondência formal, a equivalência de tradução e a mudança de tradução se tornam, na prática, passos da metodologia de análise: o texto traduzido (ou a unidade traduzida) écorrespondente ao original; é equivalente ao original, é uma mudança em relação ao original. Entendendo o ensino como uma forma de expansão do potencial de significação, a análise da correspondência formal, da equivalência e da mudança de traduçãorepresentam formas de se compreender as diferentes características dos sistemas linguísticos, bem como estes utilizam seus recursos.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

  Harry Potter and the chamber of secrets e sua tradução para o português do Brasil: uma análise dos verbos deelocução com base na linguística sistêmica e nos estudos de corpora. Gramaticalização da dor em português e espanhol: uma abordagem comparada com subsídios da linguística de córpus e da linguística sistêmicofuncional In: VIANA, V.; TAGNIN, S.

Introdução ao perfil metafuncional do português brasileiro: contribuições para os estudos multilíngues
RECENT ACTIVITIES
Autor
Documento similar
Tags

Introdução ao perfil metafuncional do portugu..

Livre

Feedback