Intérprete e eletrônica: análise de Poucas Linhas de Ana Cristina de Silvio Ferraz para clarineta solo e com eletrônica ao vivo

 1  11  119  2017-01-20 10:59:53 Report infringing document

Tecnologias de gravação sonora

  Deste modo, com a reprodução, a obra de arte deixa de fazer parte de um local e de um momento, deixa de participar de A reprodução técnica da obra de arte atingiu também sensivelmente a interpretação, seja a do ator, sobre a qual fala Benjamin, seja a do instrumentista. Gravada em umasérie de tomadas separadas e montada posteriormente em estúdio, a performance passou a contar com os processos de edição que permitem cadavez mais ajustes de pequenos detalhes de sincronia, afinação e equilíbrio, levando a performance musical a níveis de perfeição inimagináveis.

Música eletroacústica

  D’Oiseaux, Messiaen (1958) cria diversas correspondências musicais com cantos de pássaros através da utilização de diferentes organizações rítmicas e de alturas e da repetição de estruturas com pequenas e constantes deformações, o queapresenta tanto a busca por novas sonoridades quanto pede uma escuta localizada nos detalhes destas microdeformações. NaAlemanha, a possibilidade de criação eletrônica de novas sonoridades a partir da sobreposição de senóides serviu como material para as pesquisas lideradas peloscompositores Herbert Eimert e Karlheinz Stockhausen, culminando na Elektronische Musik que, como uma seguidora do serialismo, parte de um a priori abstrato em busca de uma manifestação sonora concreta.

União de instrumento acústico com eletrônica

  Contraeste par matéria/forma, ele aborda a composição musical a partir do par material/força, ou seja, a composição deixa de ser a organização de matéria naforma pré-estabelecida da música clássica ou na estrutura rígida da música serial e passa a ser o ato de captar as forças de um determinado material e de torná-lassonoras (Ferraz, 1998; 2005). Como o ritornelo tem a capacidade de repetir odiferente, de trazer a potência do diferente, esta estrutura não se repete identicamente, mas a utilização de pequenas variações rítmicas, apojaturas eligaduras desviam a atenção de qualquer tipo de iteração e de regularidade métrica, dando a sensação de uma fluidez que não apresenta pontos de apoio.

Conclusão

  Estas entrevistas foram feitas entre 05 de dezembro de 2006 e 22 de fevereiro de 2007 com intérpretes de Belo Horizonte e São Paulo e têm carátersemi-estruturado, ou seja, uma estrutura pré-definida, porém flexível e adaptávelàs individualidades de cada entrevistado; foram gravadas em áudio e transcritas de acordo com a necessidade do trabalho. Acreditamos que o tipo de análise aqui realizada e a observação das funções do instrumento e da eletrônica e de suas relações são de grande valiapara a performance de instrumento acústico em interação com eletrônica.

Bibliografia

  A obra de arte na época de suas técnicas de reprodução.(tradução para Português de José Lino Grünnewald). ancora piu nervoso e lontano calmo nervoso silvio ferraz, 1999 1 2 3333 molto soffio5 3 5 56calmo e lontano = ordinario 3 5 fr soffio+voce morendo3 3 533 tempo I 3 poco a poco nervoso gliss35 5 6 6 6 glis s glis s12 5 fr meno mosso, um poco comodo, ma al tempo I esempre affretando gli gruppi5 4 5molto lento e legato 3 3 73 3 poco a poco al tempo I 7 766 7 o soffi 8ordinario soffio....

RECENT ACTIVITIES
Autor
123dok avatar

Ingressou : 2016-12-29

Documento similar
Tags

Intérprete e eletrônica: análise de Poucas Li..

Livre

Feedback